WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Torne realidade o sonho de viver do que você ama! 20% OFF nos cursos online + 5% OFF pagando no cartão

Viveiros para a criação de peixes: qual o melhor tamanho e formato?

No sistema de viveiros, utiliza-se metro quadrado (m2), enquanto, em sistemas de tanque-rede e recirculação, a área de cultivo é dada em metros cúbicos (m3)

Viveiros para a criação de peixes: qual o melhor tamanho e formato?   Artigos Cursos CPT

A área de um tanque ou viveiro é a superfície do espelho de água. Por isso, no sistema de viveiros, utiliza-se metro quadrado (m2), enquanto, em sistemas de tanque-rede e recirculação, a área de cultivo é dada em metros cúbicos (m3).

Vê-se que, na prática, não é aconselhável construir tanques e viveiros demasiado pequenos ou grandes, afirma Giovanni Resende, professor do Curso CPT Criação de Peixes - Como Implantar uma Piscicultura.

Os viveiros, geralmente, têm o formato retangular, por diversos motivos, dentre estes, destacam-se:


♦ melhora a dinâmica de troca de água, possibilitando maior uniformização da massa de água;
♦ reduz o tempo de detenção hídrica nas extremidades, evitando as chamadas “áreas mortas” com baixo nível de oxigênio dissolvido;
♦ facilita o processo de despesca, ao exigir redes de menor largura e menor número de operadores para segurar e puxar;
♦ permite melhor otimização de área útil da propriedade, em
comparação aos tanques circulares.

Uma forma prática de manter o formato retangular quando do planejamento do layout dos viveiros é usar a relação 1:4, ou seja, para cada 1 metro na largura atribuir 4 metros ao comprimento total. Se os tanques de engorda forem muito grandes, acarretam os seguintes problemas:


♦ Exigem redes maiores para a despesca;
♦ Maior número de pessoas e, ou máquinas para arrastá-las durante essa operação;
♦ Dificuldade na comercialização, em virtude da produção de elevada quantidade de pescado de uma só vez, acarretando grande oferta de produto altamente perecível;
♦ Em caso de diminuição na taxa de oxigênio ou qualquer outro problema na água dos viveiros, fica impossível a renovação rápida da água dado o grande volume;
♦ Pode restringir ou impedir a organização produtiva em módulos escalonados, se a área útil da propriedade não comportar o número adequado de unidades produtivas;
♦ E a manutenção dos viveiros pode ficar mais cara, em função da necessidade de maquinário pesado.

Aprimore seus conhecimentos sobre o assunto. Leia a(s) matéria(s) a seguir:


- Afinal, o que é recria de peixes? Você sabe?

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT da área Piscicultura.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Leandro Fontoura

26 de out de 2020

Tenho interesse. Obrigado

Resposta do Portal Cursos CPT

27 de out de 2020

Olá, Leandro!

Agradecemos sua visita a nosso site!

Como é bom ver pessoas que se interessam em aprimorar seus conhecimentos! Uma das nossas consultoras entrará em contato com informações e esclarecimentos sobre o curso.

Atenciosamente,

Lidiane Lisboa

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!