WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Conheça nossos Cursos Profissionalizantes (combos) com 40% de DESCONTO

Larvicultura do camarão - como ocorre o acasalamento dos camarões

Larvicultura do camarão - como ocorre o acasalamento dos camarões

Podemos iniciar a larvicultura do camarão com lotes de reprodutores ou diretamente com fêmeas ovadas.

Podemos iniciar a larvicultura do camarão com lotes de reprodutores ou diretamente com fêmeas ovadas. Quando já se dispõe de um plantel de camarões adultos, é possível e importante realizar uma seleção rigorosa dos reprodutores escolhendo os camarões que produzem maior número de ovos e as larvas que apresentam maior número de carne e maior precocidade.

A maioria dos carcinicultores usam algumas fêmeas de camarão ovadas, escolhidas nos viveiros de engorda. Embora mais prático, esse método impede o aumento da produtividade por meio da melhoria do plantel.

Os viveiros ou tanques de acasalamento podem ter de 1 a 1.000 m², com profundidade de 70 a 90 cm. Maiores dimensões dificultam o controle e a separação das fêmeas ovadas.

Os tanques muito pequenos devem ser providos de abrigos, como pedaços de tubo de PVC de 4 polegadas, ter aquecedores instalados para manter a temperatura da água por volta de 28°C e ter oxigenação constante.

Em tanques pequenos, colocam-se 5 a 6 reprodutores por metro quadrado. Como um mesmo camarão macho pode-se fecundar várias fêmeas. A proporção sexual pode ser de um macho para cada 4 ou 5 fêmeas.

Os machos BC têm vida curta. Assim, é importante manter lotes de machos OC e SM nos viveiros de reprodutores que vão substituindo os dominantes, à medida que eles morrem. Quando não se toma esse cuidado, é comum ocorrer falta de machos.

O número de camarões reprodutores utilizados depende da produção larval desejada. Como uma estimativa aproximada, podemos admitir que fêmeas com um tamanho médio produzem 15.000 larvas de camarão.

A reprodução induzida de camarões consiste na retirada do pedúnculo ocular das fêmeas, onde se encontra uma glândula produtora do hormônio inibidor do desenvolvimento sexual da muda.

Os camarões reprodutores devem ser rigorosamente selecionados. A preferência deve ser dada aos camarões que apresentem coloração mais viva e carapaça enrijecida. Estes devem ser retirados da água e enxugados rapidamente com uma toalha.

Com o auxílio de um bisturi, corta-se o pedúnculo ocular rente à sua base, com o cuidado de fazer o corte superficial, pois logo abaixo encontram-se órgãos vitais, como o cérebro do animal. Em seguida, procede-se à cauterização.

O local deve ser secado com um cotonete, verificando-se a ocorrência de fluxo de hemolinfa. Caso haja, este deve ser estancado com nova cauterização. Para finalizar, uma pomada antibiótica contendo 50% de terramicina e 50% de Furacin deve ser aplicada sobre o local.

A técnica permite a obtenção de fêmeas ovígeras, com uma redução de cerca de 13 dias, quando comparado ao tempo comum. As fêmeas do camarão, cujos ovos sofreram uma eclosão brevemente, devem ser coletadas, contadas e, posteriormente, transferidas para os tanques de eclosão.

Os tanques devem ser enchidos com água salobra, a cinco partes por mil, ou com água doce. A oxigenação deve ser moderada e mantida por meio de uma pedra porosa. Outra possibilidade é manter as fêmeas ovadas nos próprios viveiros de acasalamento e, quando os ovos tornarem-se escuros, transferi-las diretamente para o tanque de desenvolvimento larval.

A desvantagem é a dificuldade no acompanhamento do desenvolvimento embrionário e a impossibilidade de controle sobre a densidade de estocagem das larvas.

Aprimore seus conhecimentos, acessando os Cursos CPT, da área Piscicultura, elaborados pelo Centro de Produções Técnicas (CPT), entre eles o Curso Cultivo de Camarões de Água Doce.

Por Andréa Oliveira.

Acesse os links abaixo e conheça mais sobre Larvicultura de Camarões:

Como é feito o transporte das larvas

Como ocorre a incubação e a eclosão dos ovos

Conheça sobre o cultivo de larvas de camarão

Manejo dos cistos de artêmia e dos náuplios

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Paulo roberto fonseca

1 de dez de 2019

Quero comprar livro criação camarão da malásia.

Resposta do Portal Cursos CPT

12 de dez de 2019

Olá, Paulo

Como vai?

Agradecemos sua visita a nosso site!

Uma de nossas consultoras entrará em contato com você para lhe passar maiores detalhes sobre os assuntos abordados no curso.

Atenciosamente,

Erika Lopes

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!