WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Abastecimento de água em tanques escavados. Aprenda!

A forma mais recomendada para fazer o abastecimento de água dos tanques escavados é aproveitando os desníveis do terreno para que a água possa fluir, por gravidade

Abastecimento de água em tanques escavados. Aprenda!   Artigos Cursos CPT

 

A forma mais recomendada para fazer o abastecimento de água dos tanques escavados é aproveitando os desníveis do terreno para que a água possa fluir, por gravidade, sem haver a necessidade de utilizar bombas elétricas que elevariam consideravelmente o custo.

Sempre que possível, a água deve cair livremente nos tanques, de uma altura de 50 cm a 70 cm, para melhorar as condições de oxigenação. A partir do canal de abastecimento, tomadas d’água deverão ser instaladas. Estas devem ser constituídas por uma caixa de derivação; uma grade metálica; uma tubulação de PVC; e um registro”, afirma Giovanni Resende de Oliveira, professor do Curso CPT Produção de Tilápias em Tanques Escavados.

Mesmo fazendo a entrada da água por gravidade, nos viveiros, em muitos casos, torna-se necessária a instalação de aeradores mecânicos, que promovem a movimentação da água, a sua aeração e circulação. Esses equipamentos são acoplados a boias flutuantes, ficam ancorados em pontos estratégicos dos tanques e são alimentados por energia elétrica que é conduzida por cabos especiais (exemplo: cabos sintenax) com isolamento apropriado para instalações em condições de umidade.

Existem dois tipos principais que são mais utilizados: os aeradores de pás e os do tipo chafariz. Existem, também, aeradores que são acionados por energia solar que possuem um painel solar instalado sobre os aeradores. Esses painéis convertem a energia solar recebida em energia elétrica, que é armazenada em baterias que se encontram embarcadas na estrutura do próprio aerador. Um controlador eletrônico faz a conexão inteligente entre as placas solares, o motor do aerador e as baterias, de forma que se torna possível funcionar o aerador e manter energia armazenada para boa parte dos horários sem sol.

A saída de água dos tanques deve ocorrer do lado oposto à entrada, cuja estrutura de descarga (cachimbo de PVC ou monge) deverá ser posicionada de forma que a água percorra o tanque em diagonal. Lembre-se de que essa água deverá passar por um sistema de tratamento antes de ser devolvida ao curso d’água.

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Aprimore seus conhecimentos sobre o assunto. Leia a(s) matéria(s) a seguir:


- Dica de ouro para quem vai escavar tanques? Compacte bem o solo!
- Como esvaziar tanques de terra para uma nova remessa de alevinos

Conheça os Cursos CPT da área Piscicultura.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!