WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Torne realidade o sonho de viver do que você ama! 20% OFF nos cursos online + 5% OFF pagando no cartão

4 espécies de tilápia mais comuns no Brasil

No Brasil, as espécies de tilápia mais comuns são a tilápia azul, a tilápia do Moçambique, a tilápia do Nilo e a tilápia do Zanzibar

4 espécies de tilápia mais comuns no Brasil

Tilápia é o nome genérico de um grupo de ciclídeos endêmicos da África. Este engloba três gêneros importantes para a aquicultura (Oreochromis, Sarotherodon e Tilapia). Trata-se de um peixe com maior potencial de desenvolvimento quando a temperatura da água se encontra entre 25°C e 30°C”, afirma Giovanni Resende de Oliveira, Doutor em Aquicultura e professor do Curso CPT Produção de Tilápias em Tanques Escavados.

4 espécies de tilápia mais comuns no Brasil:

Tilápia azul


A tilápia azul é de origem africana. Seu corpo apresenta cor azul acinzentada, com listras verticais escuras. Geralmente, essa espécie de tilápia apresenta crescimento acelerado, com rápido ganho de peso. Sua maturidade sexual é alcançada com 4 meses de vida.

Além disso, ela se adapta muito bem a condições ambientais variadas, contanto que a temperatura e o pH da água (neutro) sejam propícios à espécie. Outra importante característica desse peixe é a capacidade de tolerar salinidade da água elevada.

Tilápia do Moçambique


A tilápia do Moçambique vem da África (daí o nome). Embora também apresente o corpo com cor azul acinzentada, sua tonalidade é mais clara. Listras escuras cobrem seu corpo como nas demais espécies de tilápia. Seu tamanho é mediano.

Uma de suas maiores qualidades é a capacidade de se adaptar à alta salinidade da água e tolerar condições ambientais diversas. Essa espécie particular de tilápia chega à maturidade sexual mais cedo que muitos peixes (3 meses de vida).

Tilápia do Nilo


A tilápia do Nilo é a espécie de tilápia campeã de criação na piscicultura brasileira. Originada do rio Nilo, no Egito, ela se adaptou muito bem à criação em cativeiro. Seu corpo apresenta listras escuras e cor esverdeada, diferentemente das tilápias acima citadas.

Além disso, esse peixe apresenta grande potencial de crescimento físico, com bom ganho de peso e produção de carne tenra, leve e saborosa. A maturidade sexual dessa espécie de tilápia varia entre 4 e 5 meses (média). Sua tolerância à alta salinidade da água e a variações de temperatura é moderada.

Tilápia do Zanzibar


A tilápia do Zanzibar também é africana. Quando o macho da espécie alcança a fase adulta, a cor de seu corpo torna-se bem escura, mais tendente à cor negra. Já as suas belas nadadeiras apresentam cores, que variam em vermelho, laranja e rosa.

Embora não alcance o tamanho da tilápia do Nilo, a tilápia de Zanzibar consegue tolerar salinidade da água elevada. Entretanto, ela já não se adapta a mudanças bruscas de temperatura, principalmente quando muito baixas. Sua maturidade sexual ocorre quando ela chega a 3 e 4 meses de vida.

Conheça os Cursos CPT da Área Piscicultura:

Produção de Tilápias em Tanques Escavados

Criação de Tilápias em Tanques-rede

Cultivo de Peixes em Sistemas de Recirculação de Água - RAS

Fonte: Blog MF Rural

Por Andréa Oliveira

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis Criação de Peixes em Viveiros Escavados

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!