WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Tire suas dúvidas sobre fraturas em equinos

São inúmeras as causas de fraturas em equinos, principalmente quedas quando em competições, lazer ou trabalho

Tire suas dúvidas sobre fraturas em equinos

“São inúmeras as causas de fraturas em equinos, principalmente quedas quando em competições, lazer ou trabalho. De acordo com a gravidade do episódio, as lesões podem até mesmo fragmentar o osso do cavalo, o que pode levar o equinocultor a sacrificar o animal. Problemas na própria estrutura musculoesquelética do cavalo também podem resultar em microfraturas ou fraturas mais sérias”, ressalta Haroldo Vargas Leal Júnior, médico veterinário e professor do Curso CPT Enquanto o Veterinário Não Chega - Atendimento a Equinos.

Mas o que fazer quando o equino quebra a perna, por exemplo? O animal deve ser sempre sacrificado? Deve-se fazer de tudo para manter o animal vivo? São muitas as dúvidas por parte dos criadores de cavalos e do público em geral sobre esse assunto. Que tal esclarecer as principais?

O que determina as chances de recuperação?


Fraturas na parte traseira são mais complexas de tratar, pois os vasos sanguíneos são em menor quantidade nessa região. O tratamento torna-se ainda mais complicado e a recuperação do animal mais prolongada se o osso quebrado for o fêmur, por exemplo. Em caso de fratura completa, há outro agravante: osso pode fragmentar. Por outro lado, se a fratura for incompleta, o tratamento e a recuperação do cavalo são mais fáceis.

Em equídeos jovens, fraturas nas pernas são menos complicadas, já que os ossos desses animais estão em desenvolvimento. Além disso, trata-se de animais mais leves, que descarregam menos tensão sobre o membro lesionado.

O que compromete a recuperação?


Quando o cavalo tem uma das pernas quebrada, ele força as outras pernas. Como consequência, elas sofrem sobrecarga de peso, o que pode resultar em abscessos e laminite. Isso agrava ainda mais o quadro de saúde do equino. Além disso, o cavalo é um animal ativo, que gosta de se movimentar, o que o coloca em sério risco de machucar a perna fraturada, que está em cicatrização.

Se a fratura for exposta, o processo de recuperação se torna ainda mais grave e o tratamento bem mais complicado, pois podem surgir infecções. É importante lembrar que os equinos não apresentam músculos abaixo das articulações do jarrete e possuem poucos vasos sanguíneos nessa região, o que dificulta o transporte de anticorpos até a infecção. Sem falar que, para controlar a dor, surge o risco de medicar o animal em demasia.

Como prevenir fraturas em equinos?


O uso de materiais sintéticos na superfície da pista de corridas impede que os cavalos de corrida e velocidade machuquem as pernas. Em especial, porque essas pistas amortecem as pisadas dos animais absorvendo parcialmente o impacto e prevenindo passos em falso. Com isso, as chances de quebrar as pernas são significativamente reduzidas.

Outra forma de prevenir fraturas em cavalos são as atividades físicas. Além de garantir a manutenção da saúde do animal, elas permitem que o equídeo tenha mais tempo para se recuperar de tensões e lesões. Por fim, os suplementos nutricionais fornecidos à tropa fortalecem ossos, articulações e cascos dos cavalos.

Conheça os Cursos CPT da Área Criação de Cavalos:

Enquanto o Veterinário Não Chega - Atendimento a Equinos

Capacitação de Auxiliar Veterinário - Equinos e Bovinos

Casqueamento e Ferrageamento de Equinos

Fontes: Revista Veterinária - revistaveterinaria.com.br
              Cavalos - cavalosmais.blogspot.com

Por Andréa Oliveira.

 

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis E-book Manual Prático para Ferrageamento e Casqueamento de Cavalos

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

antonio rachid

24 de ago. de 2021

fui castrar meu cavalo e o veterinario teve que joga lo duas vezes no chao,depois disso ele veio a mancar acheei que era a pata ,mas depois vi que era a coxa ;venho dando remedio,ele melhora e depois volta a mancar.o que devo fazer?

Resposta do Portal Cursos CPT

25 de ago. de 2021

Olá, Antônio! Como vai?             

Fico feliz com sua visita.

Neste caso sugiro que relate para o veterinário que atendeu o seu cavalo como o animal esta após o procedimento, ou procure uma segunda opinião com um especialista na área para que o mesmo possa orientar você de forma mais eficiente.

O CPT possui uma área de Cursos a Distância na Área Criação de Cavalos que podem lhe auxiliar bastante. Em breve, uma de nossas consultoras entrará em contato com informações sobre o curso na área desejada.

Forte abraço!

Marcela Teixeira.

 

 

isabella Monteiro

25 de jan. de 2021

Eu gostaria de saber se quando o cavalo quebra a perna, em específico a canela, ele consegue pisar no chão e andar sem mancar?! Minha égua deu um coice no piquete e pegou na cerca, isso foi em uma quarta-feira, no mesmo dia eu montei e saltei com ela, na quinta também montei, e na sexta a perna inchou, mas ela não mancou nem nada, só tinha dificuldade pra andar. Hoje já está bem menos desinchado e ela está andando até mais rápido, seria apenas uma batida ou uma fratura? O veterinário não fez raio-x, disse pra esperar e se não desinchasse faria o raio-x. Poderia me ajudar com essa dúvida?

Resposta do Portal Cursos CPT

12 de mar. de 2021

Ola,isabella 

Como vai?

Agradecemos sua visita ao nosso site!

Neste caso sugerimos que você siga as orientações do veterinário ou procure uma segunda opinião com um especialista na área para que o mesmo possa orientar você de forma mais eficiente.

Atenciosamente,

Erika

 

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!