WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Conheça nossos Cursos Profissionalizantes (combos) com 40% de DESCONTO

Ferrageamento bem realizado otimiza as potencialidades do cavalo

Para se aplicar bem uma ferradura, é indispensável que o ferrador tenha conhecimento anatômico e funcional das partes locomotoras dos equídeos

https://cptstatic.s3.amazonaws.com/imagens/enviadas/materias/materia2421/m-cursos-cpt-ferrageamento03.jpg

O ferrageamento ou ferragem é a aplicação metódica de uma ferradura na parte inferior do casco com o objetivo de proteger, curar ou corrigir o aprumo do pé.

O ferrageamento era tido, simplesmente, como pregar a ferradura. Antigamente, nem se cogitava questões como aprumo, angulação do casco, tipo específico da ferradura e do cravo, a quantidade de casco a ser retirada, quem dirá o bem estar do animal.

No entanto, foi no passado que se iniciaram as técnicas de contenção dos animais, e as descobertas começaram a mostrar que eles, quando bem casqueados e aprumados, tinham outro desempenho no trabalho e que, dificilmente, apresentavam problemas como mancar, desvios de aprumos, fadiga entre outros. Por volta da década de 90, o ferrageamento se insere em um novo conceito, onde o ferreiro se tornou requisitado pelas melhores cabañas, haras e fazendas de criação.  

O ferrageamento ou ferragem é a aplicação metódica de uma lâmina de ferro, alumínio ou aço presa por meio de cravos, na parte inferior do casco do equídeo, ou seja, borda palmar ou plantar, com o objetivo de proteger, curar ou corrigir o aprumo do pé.

Muitos profissionais liberais realizam a tarefa de ferrar animais, mas nem sempre conhecem a técnica correta. Também não conhecem a anatomia do sistema de locomoção e sustentação dos equídeos. A falta de conhecimento técnico pode ocasionar problemas muito sérios, levando os criadores a terem grandes prejuízos.

https://cptstatic.s3.amazonaws.com/imagens/enviadas/materias/materia2421/m-cursos-cpt-ferrageamento02.jpg

Para se aplicar bem uma ferradura, é indispensável que o ferrador tenha conhecimento anatômico e funcional das partes locomotoras dos equídeos.

Para se aplicar bem uma ferradura, é indispensável que o ferrador tenha conhecimento anatômico e funcional das partes locomotoras dos equídeos. O casco, embora pareça uma parte do corpo estática, sofre incessantes mudanças que, dependendo da raça, da idade, do serviço que o animal presta, podem se manifestar com maior ou menor intensidade.
 
Com o objetivo de mostrar, de forma prática e de fácil compreensão, a anatomia e a fisiologia do pé do cavalo, para aprender a aparar corretamente o casco, a praticar o ferrageamento e/ou acompanhar de perto para mandar corrigir, se necessário, o ferrageamento de seu cavalo, o CPT – Centro de Produções Técnicas elaborou o curso “Aparação de Cascos, Correção de Aprumos e Ferrageamento de Cavalos”. No mesmo você receberá informações do professor Dr. Orlando Marcelo Vendramini, médico veterinário, professor do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Viçosa, e da  mestre em zootecnia Patrícia Tristão Mendonça.

No curso são abordados assuntos como: anatomia e fisiologia do pé; conformação dos pés; aprumos do pé; instalações; materiais e equipamentos da ferradoria; material de ferradoria; partes da ferradura; estudo dos cravos; exame dos pés; exame da ferradura velha; aparação dos cascos e correção de aprumos; contenção dos animais; a prática do ferrageamento; ferrageamento a quente e a frio; cravejando a ferradura; justuras; e ferraduras especiais.

Após fazer o curso e ser aprovado na avaliação, o aluno recebe um certificado de conclusão emitido pela UOV – Universidade On-line de Viçosa, filiada mantenedora da ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância.

Contusões da sola ou da ranilha, ou corte nos bulbos dos talões podem deixar um cavalo inativo por muitos dias. Um desgaste excessivo da muralha nos cavalos não-ferrageados pode atingir a sola e até mesmo provocar rachaduras na parede do casco, abrindo portas para infecções sérias.
 
Uma aparação incorreta dos cascos, um aprumo defeituoso, uma má-conformação do casco e/ou uma aplicação incorreta de ferraduras podem reduzir o rendimento, comprometer totalmente uma preparação para a qual o cavalo se destina e, às vezes, colocar em risco a própria vida do animal. O valor do cavalo está nas suas patas. A função do ferrageador é de aparar o casco e aplicar adequadamente a ferradura, sem alterar exageradamente as funções do pé.

Por: Patrícia Tristão

 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

pedro

31 de mar de 2013

Olá Gostaria de saber como obter esse curso de ferrageamento on-line já estou procurando a um bom tempo. Desde já muito obrigado.

Resposta do Portal Cursos CPT

1 de abr de 2013

Olá, Pedro!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Nossas consultoras entrarão em contato para mais informações sobre o curso Aparação de Cascos, Correção de Aprumos e Ferrageamento de Cavalos.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!