WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Equoterapia - motivo da utilização do cavalo e seus benefícios

O cavalo é utilizado na equoterapia porque transmite uma sensação de força e poder, ou mesmo nos reporta a lembranças inconscientes de embalo e proteção

Equoterapia

 

A equoterapia é um método terapêutico e educacional que utiliza o cavalo como mecanismo essencial para o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas portadoras de deficiência ou de necessidades especiais. Na equoterapia, essas pessoas não são consideradas “clientes” ou “pacientes”. Mas, sim, o sujeito do processo. Elas participam de sua própria reabilitação da maneira direta; são “agentes” de sua própria reabilitação, logo são um praticantes de equoterapia. O cavalo, por sua vez, é utilizado na equoterapia por vários motivos: no campo psicológico, o cavalo transmite uma sensação de força e poder, ou mesmo nos reporta a lembranças inconscientes de embalo e proteção.

No cavalo, o cavaleiro participa como um todo, contribuindo para o aprimoramento da força muscular, relaxamento, conscientização do próprio corpo, desenvolvimento do equilíbrio e da coordenação motora, essenciais para o indivíduo se manter de pé, ou andar. Essa terapia também contribui para a melhora dos distúrbios da fala e comunicação, auxilia na articulação dos sons e linguagem, melhora a atenção e concentração, além de proporcionar uma harmonização por meio de um melhor conhecimento de si mesmo, melhorando a percepção da realidade externa e a maneira de se posicionar em relação ao mundo.

São benefícios do cavalo:

1- Movimento tridimensional do dorso


Ajuda a fornecer imagens cerebrais sequenciais e impulsos importantes para se aprender ou reaprender a andar.

2- Movimento rítmico-balançante

Estimulam o metabolismo, regulam o tônus e melhoram os sistemas cardiovascular e respiratório.

3- Movimento e mudança de equilíbrio constante

Estimulam o sistema vestibular e solicitam uma adaptação incessante do próprio equilíbrio, fortalecendo a musculatura e a coordenação.

4- Imponência e altura do cavalo

Desenvolve a coragem, a autoconfiança, a concentração, sentimento de independência.

5- Docilidade e o contato do cavalo

Desenvolve a calma, a capacidade social e na comunicação. No campo físico, analisaremos com detalhes os diversos movimentos produzidos pelo cavalo e sua atuação sobre o cavalheiro ou, no caso da equoterapia, o praticante.

Não existe uma raça própria para trabalhar na equoterapia. Contudo, deve-se levar em consideração algumas características básicas para escolher o cavalo ideal. Ele deve ter os três andamentos regulares: passo, trote e galope. Deve ser equilibrado o centro de gravidade abaixo do garrote. O cavalo sendo equilibrado faz o praticante ficar mais próximo do centro de gravidade do cavalo e seu corpo fique como se estivesse em pé, com ombros e calcâneos em linha reta. O cavalo deverá ser treinado para ser montado tanto pelo lado direito, quanto pelo lado esquerdo. Deve, também, ser treinado para o uso de brinquedos e objetos, de modo que não se assuste com eles. A prática demonstra que os cavalos mais adequados para a equoterapia são aqueles de estatura baixa. A altura dos cavalos deverá ser, no máximo, de um metro e meio, medindo-se do chão à cernelha do animal.

Conheça os Cursos CPT, da área Criação de Cavalos, elaborados pelo Centro de Produções Técnicas. Entre os Cursos, destacam-se:

- Curso CPT Equoterapia - Terapia com o Uso do Cavalo

 - Curso CPT Passo a Passo da Doma Natural

 - Curso CPT Aparação de Cascos, Correção de Aprumos e Ferrageamento de Cavalos

 - Curso CPT Aprenda a Montar e Lidar com Cavalos

 - Curso CPT Alimentação de Cavalos

 - Curso CPT Como Montar e Manejar um Centro Hípico

Por Silvana Teixeira

Salvar

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Ana Paula Cordeiro Correia

1 de jun de 2017

Adorei, muito esclarecedor. Tenho uma filha autista e irá começar a equoterapia

Resposta do Portal Cursos CPT

2 de jun de 2017

Olá Ana Paula,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Ficamos felizes que tenha gostado do nosso conteúdo.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

mariana nunes gadelha

25 de abr de 2016

gostaria de saber qual o ano desta publicaçao, pois preciso para colocar como referencia em um projeto.

Resposta do Portal Cursos CPT

26 de abr de 2016

Olá Mariana,

Este artigo foi publicado no dia 25/04/2014.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!