WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Equinos têm baixo índice de fertilidade. Verdadeiro ou falso?

Sim, os equinos têm baixo índice de fertilidade e essa é uma das principais características da reprodução da espécie

Equinos têm baixo índice de fertilidade. Verdadeiro ou falso?   Artigos CPT

 

Equinos têm baixo índice de fertilidade. Verdadeiro ou falso? Verdadeiro. Segundo Fabiana Garcia Christovão, professora do Curso CPT Inseminação Artificial em Equinos, “uma das principais características da reprodução em equinos é que essa espécie apresenta, naturalmente, baixos índices de fertilidade.”

Mas como isso acontece? Como explicar essa teoria? Pois bem, vamos lá. Boa parte das éguas oferece um desafio considerável do ponto de vista reprodutivo, incluindo-se:


- éguas que não emprenham por um garanhão fértil em mais de três ciclos éstricos,
- éguas que não conseguem levar a gestação a termo mostrando perda embrionária, e
- éguas com enfermidades reprodutivas adquiridas.

Em parte, isso ocorre por causa do baixo nível de seleção para a fertilidade implementado na espécie.


Normalmente, a seleção é feita com base em critérios particulares, principalmente, o fato de o animal ser vencedor de competições e provas das quais participa, nas mais variadas modalidades, não importando que sejam subférteis.

E então, o que fazer? Qual é a melhor alternativa para que esses animais consigam se reproduzir? Isso é fácil: inseminação artificial. Mas, há um porém: para adotar e executar a inseminação, o criador deverá cuidar de diversos aspectos do manejo do rebanho.

Considerando que cada potro nascido é de grande importância para o criador, todos os esforços devem ser envidados para a obtenção deles. Um importante aspecto a ser considerado na adoção da técnica de inseminação artificial, justamente para compensar os problemas de fertilidade, é a necessidade de uso corriqueiro de técnicas avançadas de manejo reprodutivo, particularmente a ultrassonografia, no acompanhamento dos folículos ovarianos.

Por meio de ultrassonografia, determina-se o momento exato em que a ovulação está ocorrendo, para que seja determinado quando será feita a inseminação artificial, tanto com sêmen resfriado ou congelado. Esse tipo de tecnologia exige a presença de profissionais capacitados na operação e interpretação dos resultados obtidos.

Gostou da matéria? Um pouco mais sobre o que encontrar no Curso CPT? Assista ao vídeo!


 

Conheça os Cursos CPT da área Criação de Cavalos.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!