Cavalos que mordem

Por que cavalos mordem? Como solucionar esse problema?

Cavalos

Os criadores de cavalo sabem que um dos comportamentos desses animais que mais incomodam é a mordida. E, pior, têm o costume de morder as pessoas que mais gostam dele que querem se aproximar. Essas mordidas podem ser perigosas, mas, por sorte, não são muito comuns.

O professor do Curso a Distância CPT Aprenda a Montar e Lidar com Cavalos, constituído de Livro+DVD, Haroldo Vargas, orienta que para lidar com esses animais, primeiro, é necessário aprender a pensar como os cavalos pensam e enxergar do seu ponto de vista, compreendendo e estudando o seu comportamento natural.

Para lidar com essas mordidas, a primeira informação é: não castigue o seu animal! Também não é preciso ter medo dele a ponto de não tentar se aproximar mais. Assim como o professor explica, é preciso entender que motivo está levando esse animal a morder as pessoas.

É muito comum, quando há cavalos soltos no pasto, que eles brinquem entre si. As brincadeiras envolvem mordidas, coices fracos e, também, coçar as costas do “amigo” com a boca. Quando um cavalo morde alguém, geralmente ele está querendo brincar, mas não sabe que o outro cavalo não sente a dor que os humanos sentem.

Há pontos positivos e negativos nesse comportamento. Um ponto positivo é saber que o cavalo te vê como um amigo e quer brincar com você. Um ponto negativo é que o cavalo não te reconhece como um líder, demonstrando que você se posiciona frente a ele de uma forma mais “de igual para igual”, não como o líder do grupo.

Quando um cavalo apresenta o comportamento de morder, seus treinadores costumam errar duas vezes: a primeira, quando acham graça e acabam incentivando esse comportamento; e a segunda, quando a mordida é mais forte, e o treinador acaba por bater no cavalo na tentativa de que ele pare de morder.

Cavalos não entendem o que significa uma punição. Ao bater nele, ele provavelmente entenderá que você está “mordendo de volta” e entrarão na brincadeira de “quem morde mais forte, ganha”, isso porque quando ele está no meio de outros cavalos, o cavalo mais corajoso, mais inteligente e mais rápido é o que ganha a “competição”.

Cavalos respeitam os líderes, mas também precisam sentir-se queridos e respeitados. Para isso é preciso ser calmo e paciente, não demonstrar medo ou agitação, pois a adrenalina exala um cheiro que, na cabeça do animal, tem o mesmo cheiro de um predador quando vai atacá-lo.

O animal precisa te respeitar e confiar em você. Para isso:


- Ofereça biscoitos e cenouras como recompensa após os trabalhos, não como recompensa por obedecer a algum comando, porque cavalos não são como os cachorros;
- Desenvolva a capacidade de liderar para que o animal possa perceber a sua presença como a de um líder;

Conheça os Cursos a Distância CPT, constituídos de Livro+DVD, e Cursos Online da Área Criação de Cavalos:


Aprenda a Montar e Lidar com Cavalos
Como Montar e Manejar um Centro Hípico – Modalidades, Instalações, Manejo Sanitário e Primeiros Socorros
Enquanto o Veterinário Não Chega – Atendimento a Equinos

Fonte: Três Giros – tresgiros.com.br
por Renato Rodrigues

Cursos Relacionados

Curso Como Montar e Manejar um Centro Hípico - Modalidades, Instalações, Manejo Sanitário e Primeiros Socorros Curso Como Montar e Manejar um Centro Hípico - Modalidades, Instalações, Manejo Sanitário e Primeiros Socorros

Com Prof. Dr. Haroldo Vargas

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Aprenda a Montar e Lidar com Cavalos Curso Aprenda a Montar e Lidar com Cavalos

Com Prof. Dr. Haroldo Vargas

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Enquanto o Veterinário Não Chega - Atendimento a Equinos Curso Enquanto o Veterinário Não Chega - Atendimento a Equinos

Com Prof. Dr. Haroldo Vargas

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Júlia Bastos Puke

5 de jul de 2019

Olá! Ganhei uma égua de 3 anos há 2 semanas, assim que a conheci ela foi muito mansa, carinhosa e serena tanto na hora de montar quanto na hora de selar e fazer carinho; chegou até a me seguir. Ontem, 2 semanas depois dela ter entrado em contato com minhas outras 3 éguas, fui tentar pegá-la no pasto e ela reagiu de uma forma diferente abaixando as orelhas e tentando morder, o que a mesma n tinha feito da oura vez que tentei pegá-la no pasto. Avançou em mim quando retirei um balde vazio achando que tinha comida nele, outro comportamento que não tinha ocorrido da outra vez. Durante um passeio, observei que sua cauda estava levantada durante muito tempo e que ela estava urinando com frequência com um odor característico. Deduzi que ela está no cio. Seria por esse motivo sua repentina mudança de comportamento? Ou seria por que está tentando pegar o posto de dominante das outras éguas? Me ajude por favor, estou desesperada por respostas. Já agradeço elogiando seu maravilhoso Post. Júlia, 14 anos.

Resposta do Portal Cursos CPT

9 de jul de 2019

Olá Julia Bastos Puke,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Pela descrição feita por você, o mais provável é que a égua em questão está tendo problemas de adaptação e entrosamento com os outros animais. Mas não se deve descartar a possibilidade do cio. O ideal é acompanhá-la com uma maior frequencia durante os próximos dias.

Atenciosamente,
Victor Sampaio

Outros artigos relacionados à área Criação de Cavalos

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade