WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Quais são as estruturas necessárias para a produção de abelha-rainha?

Para que o apicultor possa operar um sistema de produção de rainhas, serão necessárias três estruturas básicas


Segundo explica a professora, Etelvina Almeida, do Curso CPT Produção de Rainhas e Multiplicação de Enxames, para que o apicultor possa operar um sistema de produção de rainhas, serão necessárias três estruturas básicas:

 
1. Apiário principal: este apiário deve conter colmeias doadoras, de onde serão retiradas crias com até três dias, além de colmeias de recria e de produção de geleia real.

2. Laboratório: aqui, as cúpulas são preparadas, a enxertia é realizada e as rainhas produzidas são manipuladas.

3. Segundo apiário: neste apiário estarão os núcleos de fecundação.


Apiário de principal.


A estrutura básica é muito semelhante a um apiário comum. As colmeias, do tipo Langstroth, devem estar equipadas com sistemas que permitam o fornecimento de alimentação artificial energética e proteica.


Essas colmeias, por serem órfãs, precisam de uma constante reposição de sua população. Para isso, utilizam-se quadros de cria nascente provenientes de colmeias doadoras não-orfanadas, que possuem rainhas sempre novas e boas poedeiras, garantindo que estejam sempre populosas.


Laboratório.


Deve haver bancadas de trabalho, com paredes e piso revestidos com material impermeável para facilitar a higienização. É essencial uma boa iluminação, e telas de nylon devem ser instaladas nas janelas e portas para evitar a entrada de abelhas. Além disso, é necessário que o laboratório esteja localizado o mais próximo possível do apiário de recria, minimizando o tempo de transporte das larvas antes e depois da enxertia. Isso ajuda a evitar perdas de crias devido a atrasos na recolocação nas colmeias.


Apiário de fecundação:


Os núcleos de fecundação são colmeias diferentes das colmeias padrão tipo Langstroth, pois têm metade das dimensões em termos de largura e comportam apenas cinco quadros. Sua função principal é receber a rainha virgem, esperar pelo voo nupcial e o início das posturas, momento em que ela é retirada.


Esses núcleos são projetados para serem de menor custo. Eles dependem também de colmeias doadoras que fornecem quadros com cria nascente, essenciais para manter sua atividade contínua.


Em resumo, a produção de abelhas-rainha depende de um apiário principal, um laboratório bem equipado e um apiário de fecundação. Juntas, essas estruturas garantem um processo eficiente e contínuo de criação de novas rainhas para fortalecer as colônias.


Quais são as estruturas necessárias para a produção de abelha-rainha?

A capacitação é fundamental para dominar todas as técnicas e segredos da apicultura. O Curso CPT Produção de Rainhas e Multiplicação de Enxamesoferece uma excelente oportunidade de aprendizado nessa área. Não deixe passar essa chance, invista em conhecimento e conquiste reconhecimento no mercado,  desenvolvendo um negócio promissor e rentável!

Conheça agora os Cursos na Área de Apicultura.

Por: Thiago de Faria

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!

Precisa de ajuda?