WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Abelhas - o mercado do mel no Brasil

Abelhas - o mercado do mel no Brasil

 

Desde os primórdios, o mel produzido pelas abelhas vem sendo utilizado pelo homem, tanto para adoçar alimentos como para melhorar a palatabilidade dos remédios. No entanto, somente em 1851, Langstroth, um apicultor americano, formou a base da apicultura moderna com a descoberta do ESPAÇO ABELHA, que é de 6 mm a 9 mm, o que permite às abelhas trabalharem em ambos os lados dos favos, sem prejudicar suas atividades. Esse apicultor foi o responsável pela invenção da colmeia Americana, muito utilizada no mundo inteiro, até a atualidade.

O mercado do mel

Embora a produção de mel seja a base econômica da apicultura atualmente, criar abelhas também se destina à polinização agrícola e à produção de própolis, pólen, geleia real e apitoxina. Esses produtos servem de matéria-prima para as indústrias farmacêuticas, alimentícias e cosméticas. Além disso, também são bastante procurados para o consumo in natura.

O Brasil é uma grande potência melífera, pois apresenta características especiais de flora e clima. No entanto, a produtividade brasileira ainda se encontra reduzida, quando comparada com a produção internacional. A baixa produtividade dos apiários brasileiros se explica pela pouca utilização de recursos tecnológicos na produção. Este mercado está avaliado em 360 milhões de dólares, com o número de apicultores tendo aumentado 4,5% nos últimos dez anos, segundo estimativas da Confederação Brasileira de Apicultura.

O mercado apícola brasileiro possui alto potencial de crescimento e encontra-se em fase de ascensão. Antigamente, a produção do mel brasileiro era praticamente toda destinada para o mercado interno. Há pouco tempo, fatores externos acabaram beneficiando a apicultura nacional, fazendo com que ocorresse uma surpreendente elevação das exportações. Tal fato ocorreu quando os maiores exportadores mundiais, China e Argentina, tiveram suas exportações vetadas por questões de ordem sanitária.

Características do consumidor de mel

-É muito exigente e pertencente às Classes A e B (quanto maior a classe social, maior a frequência do consumo);
-Consome o produto principalmente como medicamento;
-Não se preocupa com marcas comerciais e prefere adquirir diretamente do produtor;
-Utiliza os supermercados como principal local de compra;
-Grande parte adquire os produtos em estabelecimento que exigem certificação (SIF ou SIE), rótulos e demais exigências;
-Utiliza como maior fator de decisão de compra o aspecto/cor/densidade;
-Sente a ausência de informações sobre os produtos apícolas;
-Considera que o mel como medicamento não é caro, mas o mel como alimento sim.

Locais de comercialização

-Lojas especializadas de produtos saudáveis: produtos dispostos em local de fácil visualização. Dentre os mais presentes, estão a própolis e os produtos combinados de mel;
-Feiras populares: comércio informal;
-Supermercados: produtos dispostos de forma agrupada, nas mesmas prateleiras, próximos aos concorrentes;
-Lojas especializadas: produtos dispostos separadamente. No caso da geleia real, esta é armazenada em freezer, o que dificulta o acesso do público;
-Farmácias: a disposição dos produtos não facilita a visualização, pois são dispostos separadamente;

Volume de vendas e consumo

Não há estatísticas nem dados oficiais que apresentem, com precisão, os números sobre quantidade de consumo e venda do mel, devido à grande informalidade no mercado, com grande parte da venda
de mel sendo feita sem comprovação fiscal. Por este motivo, estima-se uma produção nacional maior que as informações estatísticas fornecidas pelas Instituições de Pesquisa (IBGE, Ministério da Agricultura, FAO, entre outras). Além disso, atualmente, não existe em nível nacional, nenhum mecanismo oficial que possa identificar o número exato de apicultores e suas respectivas caixas.

Dados não oficiais apontam que hoje, no Brasil, a produção chega a mais de 40.000 t/ano com o montante de 500.000 apicultores em 2.000.000 colmeias.

Aprimore seus conhecimentos, acessando os cursos da área Apicultura, elaborados pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

Por Andréa Oliveira.

Fontes: Embrapa, USP, WebBee e Wikipédia

Acesse os links abaixo e conheça mais sobre as abelhas:

Anatomia das abelhas

Abelhas sem ferrão e com ferrão

Funções da rainha

Funções do zangão e das operárias

Termorregulação da colmeia

A dança em busca de alimento

ABELHAS SEM FERRÃO

Critérios de escolha das espécies para a criação

Requisitos ideiais para a criação

Vantagens e dificuldades quanto à sua criação

Mel com baixo teor de açúcar e ação antibacteriana

ESPÉCIES DE ABELHAS SEM FERRÃO

Abelha-Limão (Lestrimelitta limao)

Boca-de-Sapo (Partamona helleri)

Borá (Tetragona clavipes)

Guarupu (Melipona bicolor)

Guiruçu (Schwarziana quadripunctata)

Iraí (Nannotrigona testaceicornes)

Irapuã (Trigona spinipes)

Jataí (Tetragonisca angustula)

Jataí-da-Terra (Paratrigona subnuda)

Lambe-Olhos (Leurotrigona muelleri)

Mandaçaia (Melipona mandacaia)

Manduri (Melipona marginata)

Marmelada Amarela (Frieseomelitta varia)

Mirim-Preguiça (Friesella Schrottkyi)

Mombucão (Cephalotrigona capitata)

Tataíra (Oxytrigona tataira tataira)

Tubuna (Scaptotrigona bipunctata)

Uruçu (Melipona scutellaris)

ABELHAS COM FERRÃO

Origem da Apis mellifera e mecanismo de defesa

Gênero Apis e sua distribuição no mundo

Como as Apis mellifera se comunicam

ESPÉCIES DE ABELHAS COM FERRÃO

Abelha-Africana (Apis mellifera scutellata)

Abelhas Africanizadas (Africana+Europeia)

Abelha-Carnica (Apis mellifera carnica)

Abelha-Caucasiana (Apis mellifera caucasica)

Abelha-Europeia (Apis mellifera mellifera)

Abelha-Italiana (Apis mellifera ligustica)

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Lucas Sousa Alves

19 de mar de 2018

Qual a data de publicação deste artigo ?

Resposta do Portal Cursos CPT

20 de mar de 2018

Olá Lucas,

A data de publicação é 20/06/2013.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

António RV neto

17 de dez de 2017

Tem algum anuário de apicultores brasileiros?

Resposta do Portal Cursos CPT

18 de dez de 2017

Olá, Antonio.

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Não temos essa informação.

Atenciosamente,

Renato Rodrigues.

Paulo José Moraes Silva

3 de set de 2017

Ótimo! Para o ramo de apicultura.

Resposta do Portal Cursos CPT

4 de set de 2017

Olá, Paulo.

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Ficamos felizes que tenha gostado do nosso conteúdo!

Atenicosamente,

Renato Rodrigues.

Albano

2 de jun de 2017

Estou começando no ramo da apicultura, tenho interesse em receber em meu e-mail o informativo. Grato!

Resposta do Portal Cursos CPT

5 de jun de 2017

Olá, Albano.

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Cadastramos seu e-mail para receber nosso boletim informativo.

Atenciosamente,

Renato Rodrigues.

Bruna

30 de mai de 2017

Qual o ano desse estudo?

Resposta do Portal Cursos CPT

31 de mai de 2017

Olá Bruna,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. O presente artigo foi publicado no dia 20/06/2013.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

ANDRESA CRISTINA SOUZA BATISTA

12 de abr de 2017

Gosto de apicultura e sou estudante de agronegócio gostaria de receber o informativo. Obrigada

Resposta do Portal Cursos CPT

13 de abr de 2017

Olá Andresa,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Conforme solicitado cadastramos seu e-mail para receber nosso boletim informativo sobre apicultura.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

José Ivan Praciano Melo

22 de out de 2016

Gostaria de saber como formalizar os produtos para o mercado interno e externo

Resposta do Portal Cursos CPT

24 de out de 2016

Olá José Ivan,

Para mais informações cadastramos seu e-mail para receber nosso boletim informativo.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Felipe CIRNE

14 de nov de 2015

Olá, Gostaria de saber quais os custos envolvidos para iniciar o negócio é qual retorno financeiro eu poderia esperar... Att,

Resposta do Portal Cursos CPT

17 de nov de 2015

Olá, Felipe!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Para mais informações cadastramos seu e-mail para receber nosso boletim informativo sobre gestão empresarial.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Adejar Vicente dos Santos

27 de nov de 2014

Sou um novo apicultor. Tenho somente 15 caixas, estou começando. Estou satisfeito com os comentários acima. Pensar sobre abelhas é uma coisa infinita. Adoro captar abelhas, tenho curso feito em Belém do Pará por ocasião do vigésimo Congresso Nacional de Apicultura. Foi um sucesso.

Resposta do Portal Cursos CPT

28 de nov de 2014

Olá, Adejar!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

O CPT possui Cursos na área de Apicultura, que poderão te ajudar muito.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

EDSON CUSTODIO

25 de mar de 2014

GOSTARIA DE SABER SOBRE APICULTURA SE É UM BOM NEGOCIO PARA INVESTIR E QUAL O CAPITAL A DISPONIBILIZAR

Resposta do Portal Cursos CPT

28 de mar de 2014

Olá, Edson!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Para mais informações nossas consultoras entrarão em contato.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!