WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Frutas e legumes em parafina: as formas e moldes

A confecção de frutas e legumes com parafina exige do empreendedor pouco investimento inicial. O sucesso da investida fica por conta do capricho na confecção das formas e dos moldes

Frutas e legumes em parafina - confecção das formas e moldes

Tão reais quanto as frutas e legumes in natura, as réplicas confeccionadas em parafina ornam os mais variados tipos de ambientes em todo o mundo e, quando bem produzidas, a sua comercialização pode gerar uma boa renda familiar.


A confecção de frutas e legumes feitos com parafina exige do empreendedor pouco investimento inicial e o sucesso da investida ficará por conta do capricho na confecção das formas e dos moldes e da observação dos pequenos detalhes, que deixarão o objeto reproduzido ainda mais realista.


Para moldar as peças em parafina é necessário obter, primeiramente, os moldes de gesso. Estes moldes são produzidos em formas de papel (papel cartão) ou em caixas prontas de papelão, por exemplo. Para isso será necessário preparar os seguintes materiais: folhas de papel cartão ou de cartolina, tesoura, borrachinhas elásticas, gesso em pó, óleo de soja, recipientes de plástico, copo de 350 ml, régua e caneta, faca, água, frutas e legumes.


1º passo: confecção das formas


As formas são simples caixinhas de papel utilizadas na obtenção dos moldes. Estas formas deverão possuir as dimensões necessárias para obter moldes com tamanho suficiente apenas para moldar as peças, ou seja, suas dimensões deverão ser definidas tendo-se em mente o tamanho das peças que se pretendem produzir.

A maneira mais prática de definir corretamente tais dimensões consiste em colocar a fruta ou o legume sobre uma mesa e medi-los com uma régua, ou seja, comprimento, largura e altura. Feito isso, recomenda-se aumentar, na largura, no comprimento e na altura, entre 6 e 10 cm, para sobrarem de 3 a 5 cm de borda.

Depois de definir as dimensões da forma, as medidas deverão ser transferidas para uma folha de papel cartão, cortadas e dobradas para constituir uma caixa. As abas deverão ser prendidas com borrachinhas de prender dinheiro, pois, elas terão de ser abertas para facilitar a retirada do molde do interior da caixa.

As formas poderão ser obtidas também a partir de caixas de papelão, e neste caso, deverão ser recortadas ao meio, visando-se obter as dimensões necessárias para a fabricação dos moldes desejados.

2º passo: confecção dos moldes de gesso


Para fabricar os moldes, será necessário preparar o gesso, o que é feito por meio da sua diluição em água. Para cada parte de gesso em pó, deve-se utilizar também uma de água, ou seja, deve ser utilizada uma relação de 1:1. Estes materiais deverão ser colocados em uma bacia de plástico onde deverá ser feita uma boa mistura, para eliminar bolhas de ar. Como o gesso provoca irritações na pele, você deverá utilizar luvas impermeáveis, mas que não atrapalhe os seus movimentos.

Quando não existirem mais bolhas de ar no gesso dissolvido em água, ele estará em condições de ser utilizado na fabricação do molde desejado. Então, o gesso deverá ser cuidadosamente despejado dentro da forma até atingir aproximadamente o meio.

Em seguida, a fruta (ou o legume) que será utilizada para fazer o molde, devidamente untada com óleo de soja, deverá ser inserida no gesso, com cuidado, até aproximadamente à sua metade. Aguarde alguns instantes até que haja um endurecimento do gesso.Depois, as borrachinhas deverão ser retiradas para que as laterais da forma possam ser abertas e a parte do molde, com a fruta (ou o legume) que foi colocada anteriormente, retirada para receber os primeiros acabamentos.

Estes acabamentos referem-se à preparação das bordas do molde, que deverão ser raspadas de tal forma a ficarem inclinadas. Em seguida, a forma deverá ser novamente fechada para que uma segunda camada de gesso dissolvido possa ser colocada sobre a fruta (ou o legume). Antes disso, porém, será preciso espalhar mais óleo de soja dentro da forma, na superfície onde a nova camada de gesso será despejada, para facilitar a abertura posterior do molde. Nestas condições, a forma deverá permanecer o tempo suficiente para que haja endurecimento da segunda camada de gesso. 


3º passo: acabamento nos moldes


Quando a segunda camada do gesso estiver endurecida, a forma deverá ser novamente aberta para que o molde possa ser retirado e aberto. Novas raspagens deverão ser feitas ao seu redor para facilitar a abertura. Ao ser aberto, e retirada a fruta (ou o legume), será possível avaliar a qualidade do molde produzido. É muito importante ter-se em mente, neste instante, que qualquer imperfeição no interior do molde será transferida para as peças moldadas posteriormente. Por isso, é preciso verificar quais as possibilidades de eliminação das eventuais imperfeições. Havendo dificuldades, o molde deverá ser descartado.


Outros tipos de moldes


Como fazer para moldar uma espiga de milho, com ou sem palha? Como fazer para moldar um quiwi, que possui pelos em toda a sua extensão? Existem algumas particularidades para as quais é possível obter os moldes seguindo este mesmo procedimento, como réplicas de plástico. No caso da uva, deve-se obter uma forma com 25 cm de comprimento, 7 cm de largura e 10 cm de altura, para possibilitar a moldagem de mais de uma uva ao mesmo tempo, geralmente de quatro a cinco.

Por se tratar de frutas pequenas, a colocação da parafina, no momento de fazer a moldagem das peças, deverá ser feita em um dos lados do molde e, por isso, será necessário fazer uma abertura no local onde cada uva será moldada. Para fazer moldes para frutas ou legumes partidos ao meio, é preciso, antes de tudo, avaliar as reais possibilidades de utilização de outros produtos ou materiais que servirão para compor o interior destas peças.

Moldar um mamão partido ao meio é bastante fácil, uma vez que pimentas-do-reino secas representam, fielmente, suas sementes. Agora, imagine moldar uma abóbora partida ao meio. Será que é fácil encontrar algo para substituir suas sementes? Outra opção viável é procurar no comércio local por moldes prontos. Este último, com certeza, viabilizará, em muito, o seu trabalho.


Um pouco mais sobre o que encontrar no Curso CPT? Assista ao vídeo!


 


Conheça os Cursos CPT, da área Arte e Artesanato.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Rosilea cardoso

20 de fev. de 2023

Gostaria de saber mas sobre o curso de frutas com parafina

Resposta do Portal Cursos CPT

6 de set. de 2023

Olá, Rosilea Cardoso! Como vai?

Verifiquei no meu sistema que um consultor da empresa tentou contato com você, mas sem sucesso.

Se preferir, pode nos enviar uma mensagem através do WhatsApp (31)99294-0024.

Agradeço seu contato e precisando estamos à disposição.

Abraço!!

Equipe CPT

Marlene Gressczuk

11 de jul. de 2019

Quero muito investir nessa área frutas e legumes. Eu amo artesanatos.

Resposta do Portal Cursos CPT

12 de jul. de 2019

Olá Marlene Gressczuk,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Trabalhar com artesanato realmente é muito gratificante, pois é uma terapia que dá lucros. As frutas e legumes decorativos possuem um grande mercado potencial, e para ter sucesso no setor, é fundamental ter domínio sobre as técnicas de produção, e isso, você consegue através da realização de cursos.

Em breve, uma das nossas consultoras entrará em contato com informações e esclarecimentos em relação ao curso que será fundametal para o aprimoramento dos seus conhecimentos.

Atenciosamente,
Victor Sampaio

Maria Izabel Martins

27 de nov. de 2017

No valor do curso citado nesta pagina de R$295,50 inclui as formas? Caso não inclua,quanto fica o valor total com todo o material para iniciar uma pequena empresa? Att: Maria Izabel Paz e Luz.

Resposta do Portal Cursos CPT

28 de nov. de 2017

Olá, Maria Izabel.

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Nossas consultoras entrarão em contato.

Atenciosamente,

Renato Rodrigues.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!