WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Fale com uma Especialista
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Dicas para elaborar um bom cronograma de manutenção do condomínio

Segurança dos imóveis e controle do orçamento são algumas das tarefas a serem realizadas em condomínios, o que requer um bom cronograma para um melhor andamento das operações

Dicas para elaborar um bom cronograma de manutenção do condomínio

Uma boa manutenção do condomínio requer preparo, empenho, planejamento e organização. Para que tudo corra bem, as tomadas de decisão devem ser criteriosamente analisadas. Afinal, são inúmeras as responsabilidades e obrigações do responsável pela gestão desse setor. Segurança dos imóveis, negociação com fornecedores e controle do orçamento são algumas das tarefas a serem realizadas, o que requer um bom cronograma para um melhor andamento das operações.

Elaboração do cronograma


Antes de elaborar um bom programa de manutenção do condomínio, é essencial identificar o que é urgente e prioritário. Também é importante seguir o orçamento disponível para evitar aumento ou criação de taxas devidas aos moradores. Uma forma de fazer isso, é investindo em sistemas de gestão de condomínios. Com isso, torna-se mais fácil gerir, controlar e acessar o histórico das operações, além de controlar melhor os orçamentos e agendar as manutenções preventivas nas instalações.

No cronograma de manutenção, devem estar detalhadas:

Manutenção preventiva


A manutenção preventiva é uma forma de evitar dores de cabeça. Por meio dela, é possível garantir o máximo de conservação das instalações do condomínio. Além disso, esse tipo de manutenção mantém tudo em pleno funcionamento sem que haja problemas. Esta também é uma forma eficiente de antecipar demandas e manter a boa saúde financeira do condomínio. Para isso, é importante seguir um planejamento bem estruturado.

Outras operações


A manutenção em condomínios engloba uma série de operações, desde a limpeza das áreas comuns aos moradores até a manutenção dos jardins. Mais detalhadamente, devem ser realizadas a manutenção dos portões eletrônicos, dos elevadores, das portas, das janelas, das paredes, dos pisos, das lajes, das escadarias, entre outros. Não podemos nos esquecer da manutenção elétrica e hidráulica, além da dedetização do ambiente.

Fora a conservação e a limpeza das áreas interna e externa do condomínio, bem como a lavagem das caixas d’água e da piscina (se houver). Sem falar da manutanção da cerca elétrica e das câmeras de segurança, bem como das obras de melhoria do condomínio e até mesmo da decoração de Natal.

Monitoramento das atividades


Todas as atividades e operações acima citadas devem ser continuamente monitoradas para maior fluidez dos processos e menores riscos de falhas. Para isso, é importante uma boa relação com fornecedores e prestadores de serviços. O controle financeiro também deve ser monitorado para evitar sobrecarga das finanças do condomínio, o que resultaria no aumento de taxas ou na criação de taxas extras.

 

Conheça os Cursos CPT da Área Casa Prática:

Treinamento de Síndico - Administração de Condomínios

Treinamento de Pessoal de Condomínio

Segurança em Condomínios

Fonte: MXM Sistemas

Por Andréa Oliveira

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!