WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Fale com uma Especialista
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Vamos aprender sobre as boas práticas de fabricação de ração?

Para assegurar as boas práticas de fabricação de ração, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) regulamenta e fiscaliza os produtos para alimentação animal

Vamos aprender sobre as boas práticas de fabricação de ração?

Na produção animal, grande parte do investimento é direcionado à alimentação. Na maioria das vezes, ele corresponde a 70% dos custos da produção. Para que o produtor tenha retorno desse valor, os alimentos fornecidos aos animais devem ser de qualidade, pois impactam na qualidade dos produtos finais. Para reduzir os custos com alimentação animal, sem comprometer a qualidade, muitos produtores optam por fabricar as rações nas suas próprias propriedades.

Entretanto, são necessárias boas práticas de fabricação de ração. Trata-se de procedimentos fundamentados nos princípios de análise de perigos e pontos críticos e controle, bem como na gestão de qualidade. Quando seguidas criteriosamente, as boas práticas de fabricação de ração trazem uma série de vantagens, que promovem o sucesso dos produtores.

Importância da regulamentação para a fabricação de ração


Para assegurar as boas práticas de fabricação de ração, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) regulamenta e fiscaliza os produtos para alimentação animal. Tanto os ingredientes utilizados nas rações como os aditivos e suplementos alimentares devem ser registrados nesse órgão de acordo com padrões sanitários e higiênicos pré-estabelecidos.

Essa regulamentação garante maior segurança aos produtos importados e exportados graças às normas de fabricação e comercialização, bem como ao registro e à fiscalização. Cabe ao produtor seguir a Instrução Normativa nº04/2007, que dispõe sobre as boas práticas de fabricação de ração.

As solicitações de registros de produtos devem ser encaminhadas ao setor responsável pela fiscalização. Basta preencher o modelo de relatório e encaminhá-lo ao MAPA para o registro. Vale destacar que nem todos os produtos necessitam de registro.

O que considerar?


Como mencionado anteriormente, as boas práticas de fabricação de ração asseguram a qualidade da produção. Quando não são implantadas, a fábrica de rações pode sofrer penalizações e multas. Sem falar que as rações perdem a qualidade. Por esses motivos, as boas práticas de fabricação de ração devem ser seguidas criteriosamente pelo produtor. Nesse sentido, devem ser considerados os seguintes aspectos:

->Manutenção do armazenamento dos insumos;
->Equipamentos em boas condições de uso;
->Transporte apropriado para a distribuição;
->Conservação da matéria-prima;
->Uso e preservação de rótulos;
->Uso de mão de obra qualificada;
->Uso de embalagens adequadas.

Conheça os Cursos CPT da Área Pastagens e Alimentação Animal:

Fabricação de Ração na Fazenda

Produção e Utilização de Silagem

Produção de Feno para Uso na Propriedade e Comercialização

Fonte: revistaagropecuaria.com.br

Por Andréa Oliveira

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis Alimentação de Gado de Corte

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!