WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Quanto mais o gado pasta, mais fortes ficam as gramíneas. V ou F?

F. Em razão do processo de desfolhas sucessivas, ao longo do tempo, quanto mais intenso e menos espaçado for o pastoreio, menor será a produção de forragem

Quanto mais o gado pasta mais fortes ficam as gramíneas. V ou F?   Artigos CPT

Você é um pecuarista e tem dúvidas sobre formação das pastagens? Então você está no lugar certo. Deixar o gado pastar livremente, sem a necessidade de delimitar a área em piquetes, não é e nunca será um bom negócio. Apesar de simples, a explicação para a pergunta no título merece ser bem detalhada. Vamos lá?

Lição n. 1:


O desenvolvimento das gramíneas tropicais está diretamente relacionado à fotossíntese, que é o mecanismo pelo qual a planta produz a matéria orgânica que compõe folhas, hastes e raízes que vão crescer. "Quando o gado entra no pasto e começa a comer, procura justamente as partes mais verdes e tenras, para depois buscar o material mais velho e fibroso. Pois é justamente nas folhas e hastes verdes que a fotossíntese acontece com maior intensidade", explica Adilson de Paula Almeida Aguiar, Zootecnista e Professor do Curso CPT Recuperação de Pastagens - Método Direto.

Lição n. 2:


Se a desfolha é excessiva, a taxa de fotossíntese fica muito reduzida. Resta à planta apelar para suas reservas orgânicas, buscando repor pelo menos parte dos tecidos perdidos, para que, reiniciando-se a fotossíntese, possa haver uma recuperação.

Lição n. 3:


Se poucos dias depois o gado volta a pastejar no mesmo local, novamente, vai retirar o material tenro e verde rebrotado às custas das reservas da planta. E, mais uma vez, a planta é obrigada e ceder reservas para que se tenha nova recuperação. Em razão desse processo de desfolhas sucessivas, ao longo do tempo, quanto mais intenso e menos espaçado for o pastoreio, menor será a produção de forragem.

Lição n. 4:


Em consequência, a produção de carne ou de leite também será comprometida.

Acabou? Não, ainda não. Resta ainda dizer que a desfolha não é a única que dificulta a recuperação da planta. A altura do pastejo também tem grande influência. A brotação acontece com maior rapidez nas gemas apicais, também chamadas meristemas apicais que, se consumidos pelo gado, obrigam a planta a lançar mão de gemas axilares, que vão formar novos perfilhos e, a partir deles, novas gemas apicais. O problema é que essas gemas basilares são pouco numerosas e estão latentes, consumindo grande quantidade de reservas da planta para seu crescimento.

E aí, gostou da matéria? Quer saber mais sobre o Curso CPT? Assista ao vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT da área Pastagens e Alimentação Animal
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!