WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Conheça nossos Cursos Profissionalizantes (combos) com 40% de DESCONTO

Pastejo rotacionado: implantação e vantagens

No pastejo rotacionado, o pecuarista disponibiliza ao rebanho pasto de qualidade ao longo do ano

Pastejo rotacionado: implantação e vantagens

De acordo com Fermino Deres, zootécnico e professor do Curso Curso CPT Pastejo Rotativo em Capim-Elefante, no pastejo rotacionado, a área de pastagem é separada em piquetes, alternados em períodos de descanso e pastejo. O principal objetivo do pecuarista é garantir ao rebanho pasto de qualidade ao longo do ano. Entretanto, o pastejo rotativo requer alguns cuidados essenciais, a começar pela implantação.

No pastejo rotativo, a forragem deve ser produzida, em uma área menor, isolada por piquetes, para que determinada categoria animal possa se alimentar na quantidade adequada. Nesse sistema, o pecuarista passa a controlar melhor o consumo da pastagem pelo animal. Além disso, a pastagem não sofre degradação, como no pastejo contínuo.

Implantação


Para implantação do pastejo rotacionado, primeiramente, deve-se separar a área da pastagem e cercá-la com piquetes. Para isso, pode ser utilizado material sobressalente da propriedade, como sobras de arame e cercas. A divisão deve considerar o número de bovídeos ideal por piquete e a espécie de forrageira plantada.

Se o pecuarista preferir, a separação dos piquetes pode ser feita com cerca elétrica, principalmente em áreas extensas. Esta é uma opção mais econômica. A instalação é bem mais barata quando comparada à de cercas convencionais, pois requer menos materiais, como postes, isoladores de canto, esticadores e colchetes.

Para uma contenção eficiente do rebanho, além de garantir uniformidade ao pastejo, os piquetes devem ser, preferencialmente, retangulares ou quadrados. Já a quantidade de piquetes a serem divididos na área de pastagem deve ser calculada da seguinte forma: número de piquetes = (período de descanso/período de ocupação) + 1.

Outro aspecto fundamental para o sucesso do pastejo rotacionado é impedir a competição entre os bovinos. Para isso, devem ser disponibilizados bebedouros e cochos com sal mineral suficientes para o número de animais do rebanho. Além disso, a forragem disponibilizada por piquete deve atender perfeitamente a todos os animais do lote.

Vantagens


São inúmeras as vantagens do pastejo rotacionado. Além de garantir maior uniformidade no pastejo do rebanho, o pecuarista aumenta a vida útil da pastagem, sem ter de realizar uma possível recuperação, o que exigiria alto investimento. Sem falar que esse sistema de pastejo impede o surgimento de plantas invasoras e mantém as forrageiras vigorosas, viçosas e mais atrativas ao gado.

Fora que as forrageiras têm mais tempo de repouso, o que é extremamente vantajoso para o rebanho. Afinal, as forrageiras têm mais tempo para se recuperar até estarem prontas para novo pastejo. Isso as torna mais resistentes a períodos de estiagem e aumenta a sua qualidade nutritiva.

Conheça os Cursos CPT da Área Pastagens e Alimentação Animal:

Pastejo Rotativo em Capim-Elefante

Formação e Manejo de Capineira

Pastoreio de Lotação Rotacionada para Gado de Leite e Corte

Fonte: Tecnologia do Campo

Por Andréa Oliveira

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis Alimentação de Gado de Corte

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!