Milho hidropônico surge como alternativa para alimentação do gado na entressafra

O milho hidropônico é altamente palatável e atende às necessidades de manutenção do gado leiteiro e de corte

 

 O milho hidropônico surgiu como mais uma alternativa para obtenção de volumoso de qualidade, com alto valor energético e proteico para alimentação animal.

 

O desenvolvimento de tecnologias capazes de amenizar os efeitos da redução da quantidade das forragens durante a estação seca, tem sido necessário na produção animal. Nesse contexto, o milho hidropônico surgiu como mais uma alternativa para obtenção de volumoso de qualidade, com alto valor energético e proteico para alimentação animal.

A hidroponia é usada para produção de hortaliças e flores em escala comercial, principalmente, nas proximidades dos grandes centros urbanos, nos quais as terras agricultáveis são escassas e caras, e há demanda por esses produtos agrícolas. Dentre as vantagens da hidroponia, estão a maior produtividade, a menor necessidade de mão de obra, a redução dos ciclos de produção das culturas e a não necessidade de ter solos férteis disponíveis.
 
O milho hidropônico é altamente palatável e atende às necessidades de manutenção do gado leiteiro e de corte e, também, poderá ser destinado à suplementação alimentar de aves, equinos, suínos, peixes, ovinos e caprinos.

O sistema de produção é muito simples e de fácil compreensão e pode ser usado em qualquer época do ano e em qualquer região do país. O cultivo de milho hidropônico para forragem dispensa agrotóxicos, tem alta produtividade, ciclo curto e continuo. O resultado é rápido. Em cerca de 35 dias após a semeadura, está no ponto para ser fornecido aos animais. Essa rapidez o torna uma excelente alternativa, especialmente nos períodos de seca prolongada.

 

O milho hidropônico é altamente palatável e atende às necessidades de manutenção do gado leiteiro e de corte e, também, poderá ser destinado à suplementação alimentar de outras especies.

 

Além disso, o custo de produção é muito baixo, quando comparado aos outros sistemas existentes, como a silagem de milho e o feno de plantas de alto valor proteico, o que aumenta sua a viabilidade.

Com o objetivo de apresentar a tecnologia de produção do milho hidropônico, o CPT – Centro de Produções Técnicas elaborou o curso “Cultivo de Milho Hidropônico para Alimentação Animal”, no qual você receberá informações do professor Augusto Luís Almeida Neves, engenheiro agrônomo, Mestre em economia de agroindústrias pela Universidade Federal de Viçosa e Doutor em uso racional de energia na fazenda.   
   
Após fazer o curso e ser aprovado na avaliação, o aluno recebe um certificado de conclusão emitido pela UOV – Universidade On Line de Viçosa, filiada à ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância.

O método hidropônico possibilita ao produtor, de forma prática e econômica, o cultivo de gramíneas e/ou leguminosas para obtenção de forragem, o ano todo. De acordo com Henriques (2000), a forragem hidropônica apresenta excelentes características de composição bromatológica. Assim, o seu uso na alimentação animal pode proporcionar bons resultados para a produção de leite e carne.

Cursos Relacionados

Curso Produção de Feno Curso Produção de Feno

Com Prof. Josvaldo Ataíde

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Manejo de Pastagens Curso Manejo de Pastagens

Com Prof. Adilson Aguiar e Prof.ª Bianca Almeida

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Formação de Pastagens Curso Formação de Pastagens

Com Prof. Adilson Aguiar e Prof.ª Bianca Almeida

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Cultivo de Milho Hidropônico - Para Alimentação Animal Curso Cultivo de Milho Hidropônico - Para Alimentação Animal

Com Prof. Augusto Neves

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Recuperação de Pastagens Curso Recuperação de Pastagens

Com Prof. Adilson Aguiar e Prof.ª Bianca Almeida

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Formação de Pastagens com Braquiária em Consórcio com Milho Curso Formação de Pastagens com Braquiária em Consórcio com Milho

Com Prof. Dr. Dr.Adriano Jakelaitis, Prof. Dr. Francisco de Freitas e Prof. Dr. Lino Ferreira

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Carlos sampaio

24 de nov de 2017

Qual a possibilidade de armazenar o milho hidroponico.e como armazena.tenho interesse no curso

Resposta do Portal Cursos CPT

27 de nov de 2017

Olá, Carlos.

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Nossas consultoras entrarão em contato.

Atenciosamente,

Renato Rodrigues.

Sónia

8 de nov de 2017

Boa tarde, gostaria de saber se ha possibilidade de possibilidade de armazenar o milho hidroponuco? To iniciando meu negocio na área. Obrigada.

Resposta do Portal Cursos CPT

8 de nov de 2017

Olá, Sonia.

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Sim, há a possibilidade.

Atenciosamente,

Renato Rodrigues.

Pablo Gontijo Resende

8 de ago de 2017

Boa tarde, Comprei curso de milho hidropônico do CPT e estou disposto a fazer um teste em minha propriedade (Divinópolis - MG), fazendo o cultivo em substrato orgânico (bagaço de cana e/ou palha de feijão) para ser utilizado como dieta para 80 bezerros nelore, pesando aproximadamente 200 kg. Achei o curso bastante elucidativo, mas ainda fiquei com algumas dúvidas, a saber: 1) Solução nutritiva - Encontrei com facilidade os macronutrientes recomendados, porém estou com dificuldades para encontrar os micronutrientes. Algumas casas agrícolas oferecem misturas já prontas, mas não parecem ter a mesma formulação fornecida pelo curso. Há algum produto no mercado que vocês poderiam me indicar? 2) Arraçoamento - Sabemos que um bovino deve consumir aproximadamente 2% de seu peso vivo, em matéria seca, o que corresponderia a 4 kg, para um bezerro de 200 kg. O curso, no entanto, indica fornecimento de 10 kg/dia/bezerro, o que corresponderia a aproximadamente 2 kg de MS. Como devo suprir os outros 2 kg que ficaram faltando? 3) Vocês tem conhecimento de algum lugar em Minas Gerais que esteja cultivando milho hidropônico para gado? Caso positivo, seria possível fazer uma visita para conhecer?

Resposta do Portal Cursos CPT

8 de ago de 2017

Olá, Pablo.

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Suas dúvidas serão encaminhadas ao o setor responsável, que entrará em contato.

Atenciosamente,

Renato Rodrigues.

Franca

14 de mar de 2014

tenho uma pequena propriedade e quero produzir milho hidropônico para ração vaca de leite, como ração, já tentei e não deu certo

Resposta do Portal Cursos CPT

19 de mar de 2014

Olá, Franca!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

A área destinada ao plantio do milho hidropônico deve ser plana, ou ter, no máximo, uma declividade de 5%, ou seja, a cada metro, o terreno pode ter um desnível de 5,0 cm. Prepare a área, limpando o terreno de todo o mato. Em seguida, faça a uniformização do terreno, eliminando buracos e irregularidades.

Os passo para o plantio do milho hidropônico são:

- molhar o substrato, no canteiro, apenas com água;

- espalhar as sementes, que ficaram imersas em água, sobre o substrato, usando 1 Kg de sementes por m². Distribuir as sementes de maneira mais uniforme possível, evitando que se acumulem em um ponto e faltem em outro. Para dosar melhor as sementes, utilize um recipiente em que caiba exatamente 1 kg de sementes e espalhe-as na área de 1 m²;

- cubra as sementes com uma camada de um centímetro de substrato;

- logo após o plantio, irrigue com água pura;

- irrigue os canteiros somente com água, antes de as sementes germinarem e até sete dias após a germinação. Não aplique solução nutritiva, nessa fase, pois a planta ainda não necessita dos nutrientes fornecidos, porque utiliza as reservas da semente;

- gasta-se de três a cinco litros de água por m² de canteiro, a cada rega;

- o número de regas pode ser de dois a três por dia, dependendo da temperatura e da umidade relativa do ar.

Para mais informações o CPT possui o Curso Cultivo de Milho Hidropônico para Alimentação Animal.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Outros artigos relacionados à área Pastagens e Alimentação Animal

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade