Forrageira perfeita: mito ou realidade?

A produção e o valor nutritivo são características que têm menos a ver com a própria espécie forrageira, e mais a ver com aquilo que o ambiente de cultivo vai oferecer a ela

Forrageira perfeita: mito ou realidade?   Artigos Cursos CPT

 

É bastante comum o pecuarista buscar aquela que seja a melhor espécie forrageira, e procurar aquela que ofereça o melhor valor nutritivo e a maior produção por área. É importante destacar aqui que a produção e o valor nutritivo são características que têm menos a ver com a própria espécie forrageira, e mais a ver com aquilo que o ambiente de cultivo vai oferecer a ela, ou seja, a forma como o manejo da pastagem será feito.

O fenótipo da planta, que envolve o genótipo e a influência do ambiente onde a planta é cultivada, apresenta pequena variação genética quanto à qualidade nutricional e à capacidade de produção. Isso acontece porque características como resistência a pragas e adaptabilidade ao clima e aos solos são de alta herdabilidade, ou seja, são muito influenciadas pela genética da planta. Porém, a herdabilidade para valor nutritivo e produção de forragem é pouco significativa, quando consideramos a influência do meio ambiente. “Isso quer dizer que as diferenças de produção entre forrageiras de uma mesma espécie, e mesmo entre diferentes espécies, serão decorrentes do manejo oferecido de forma muito mais intensa do que qualquer outra coisa”, afirma Adilson de Paula Almeida Aguiar, professor do Curso a Distância CPT Pastoreio de Lotação Rotacionada para Gado de Leite e Corte, em Livro+DVD e Curso Online.

Logo, qualquer espécie cultivada em solos de baixa fertilidade natural, que não foi corrigido ou adubado, vai produzir pouca forragem, que ainda por cima terá baixa qualidade nutricional. Em mais de 20 anos de pesquisas, delineadas para comparar a produção de forrageiras em diferentes condições de manejo, mostraram que não existe uma forrageira que possa ser considerada a melhor para todas as situações. Em vários estudos, tanto das gramíneas tropicais quanto as subtropicais, dos gêneros braquiária, cynodon (gramas estrela, Coast Cross e Tiftons) e da espécie Panicum maximum, como Monbaça e Tanzânia, foi constatado que, num mesmo ambiente e na mesma condição de cultivo, não há diferença estatística de produção de forragem entre elas. Também não foram verificadas diferenças significativas na composição delas, em termos nutricionais. Da mesma maneira pode-se checar o desempenho dos animais em pastejo, nessas diferentes espécies forrageiras e perceber que não havia diferença significativa.

Os resultados dessas pesquisas indicam que a produção por área e composição nutricional não devem ser parâmetros preponderantes na escolha de uma forrageira. O produtor não deve decidir por uma delas com base me dados sobre volume de forragem produzida por área e de qualidade nutritiva. São dados que podem até ser usados na escolha, porém, sempre levando em consideração que não existem diferenças significativas determinantes e que o tipo de manejo a ser oferecido será muito mais determinante.

Aprimore seus conhecimentos sobre o assunto. Leia a(s) matéria(s) a seguir:


- Divisão de piquetes: saiba mais sobre a cerca elétrica móvel
- Você sabe o que é superpastejo e subpastejo?
- Pastejo contínuo x pastejo rotacionado: qual o melhor?

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos a Distância CPT, em Livros+DVDs e Cursos Online, da área Pastagens e Alimentação Natural.
Por Silvana Teixeira.

Cursos Relacionados

Curso Produção e Utilização de Silagem Curso Produção e Utilização de Silagem

Com Prof. Juliano Resende

R$ 496,00 à vista ou em até 12x de R$ 41,33 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção de Feno para Uso na Propriedade e Comercialização Curso Produção de Feno para Uso na Propriedade e Comercialização

Com Prof. Juliano Resende

R$ 520,00 à vista ou em até 12x de R$ 43,33 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Pastoreio de Lotação Rotacionada para Gado de Leite e Corte Curso Pastoreio de Lotação Rotacionada para Gado de Leite e Corte

Com Prof. Adilson Aguiar e Prof. Mateus Contatto

R$ 496,00 à vista ou em até 12x de R$ 41,33 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Outros artigos relacionados à área Pastagens e Alimentação Animal

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade