WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Confira as vantagens de se plantar sorgo

A venda de sementes vinculada à compra da produção é uma das vantagens de se plantar sorgo

Confira as vantagens de se plantar sorgo

O sorgo (Sorghum bicolor) é um dos cereais mais produzidos mundialmente, seguindo o trigo, o arroz, o milho e a cevada. No Brasil, sua introdução teve início na metade do século XX, mais especificamente em Minas Gerais e no Goiás. Com o passar dos anos, o cultivo de sorgo disseminou-se para outras regiões do país. Atualmente, estamos em 9° lugar no ranking mundial de produção de sorgo. Os Estados Unidos são os primeiros.

O sorgo forrageiro, o granífero, o vassoura e o sacarino são os mais cultivados. O forrageiro alcança altura superior a dois metros, com muitas folhas e poucas sementes. O granífero chega a até 170 cm de altura, com um cacho compacto de grãos. O vassoura apresenta o cacho em forma de vassoura, daí o nome. Por fim, o sacarino possui colmo doce e suculento tal qual a cana-de açúcar, utilizado como forrageira na produção de silagem.

Segundo Winicius Menegaz, engenheiro agrônomo especialista na área, o plantio de sorgo apresenta vantagens ao produtor rural. Entretanto, para alcançar boa produtividade, é essencial realizar o bom manejo da lavoura mesmo antes da sua implantação. Depois, é só desfrutar dos benefícios proporcionados pela cultura, como opção de fechamento de plantio e venda de sementes de sorgo vinculada à compra da produção.

Confira as vantagens de se plantar sorgo:


1. O sorgo é bastante resistente ao estresse hídrico. Em outras palavras, o cereal apresenta bom desempenho em regiões com clima mais seco. Ao contrário do milho, que não tolera escassez de água – o que compromete a sua produção, o sorgo permanece produtivo mesmo no período de estiagem. Esta é uma grande vantagem, pois uma cultura mais resistente à seca reduz os riscos do produtor.

2. Já no mês de março, lá para o dia 10, o produtor pode plantar o sorgo. O mesmo não acontece com o milho, que deve ser plantado até 27 de fevereiro (no máximo), pois apresenta ciclo mais longo. Mas é preciso que o produtor rural verifique se existem áreas, que não podem ser plantadas nessa janela, para avaliar se o sorgo é, de fato, uma opção para o fechamento do plantio.

3. Alguns produtores mais tradicionais insistem em não plantar sorgo com receio de não conseguirem compradores para o cereal. Entretanto, atualmente o sorgo apresenta uma boa demanda no mercado, principalmente se a comercialização das sementes de sorgo for vinculada à compra da produção. Dessa forma, todo o sorgo produzido poderá ser comprado por quem vendeu a semente. 

Quer saber mais sobre o curso? Dê play no vídeo abaixo:

Conheça o Curso CPT a Distância e Online Produção e Utilização de Silagem.

Leia o artigo "Saiba mais sobre forrageiras, formação de pastagens e silagem."

Fontes: blogs.canalrural.uol.com.br; pt.wikipedia.org

Por Andréa Oliveira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!