Área de descanso entre piquetes. Isso é mesmo necessário?

Área de descanso entre piquetes é mesmo necessária? Sim, é! A área de descanso, também conhecida como área de lazer, é importante estrutura do módulo de produção manejado pelo método de pastoreio de lotação rotacionada

Área de descanso entre piquetes. Isso é mesmo necessário?   Artigos Cursos CPT


 

Área de descanso entre piquetes. Isso é mesmo necessário? Sim, é! A área de descanso, também conhecida como área de lazer, é uma importante estrutura do módulo de produção manejado pelo método de pastoreio de lotação rotacionada, afirma Adilson de Paula Almeida Aguiar, professor do Curso a Distância CPT Manejo de Pastagens, em Livro+DVD e Curso Online.

Em relação ao dimensionando das áreas de descanso, as medidas de bebedouros, cochos para a suplementação e áreas de sombra devem ser criteriosamente definidas para que todos os animais tenham acesso a eles, sem que haja disputas entre os animais que dominam e aqueles que são dominados. Evitam-se, assim, condições de estresse que provocam queda no desempenho animal. É preciso dimensionar uma área sem sombreamento e uma com sombreamento para cada animal do lote, convertido em unidade animal (UA). Em regiões onde o clima é classificado como quente e úmido, dimensiona-se 6 m2/UA sem sombreamento e mais 6 m2/UA com sombreamento, totalizando 12 m2/UA, enquanto em clima quente e seco, dimensionam-se 3 m2/UA sem sombreamento e mais 3 m2/UA com sombreamento, totalizando 6 m2/UA.

Uma vez dimensionada a área para cada UA do lote, leva-se em consideração as seguintes características: a melhor sombra é a oferecida pelas árvores plantadas em renque, fileiras, ruas, linhas ou carreiras; fazer o plantio de árvores no sentido norte-sul, para que a sombra “caminhe” ao longo do dia de oeste para leste, reduzindo a formação de lama; a sombra artificial deve ter uma largura mínima de 4 m e uma altura mínima de 3,5 m em seu ponto mais baixo (pé-direito); no caso de ranchos com telhado construir com apenas “uma água”, com no mínimo 10% de inclinação, sendo o ponto mais baixo voltado para oeste; quanto mais plano for o terreno maior deverá ser a área destinada por animal; quanto maior for a área de sombra por animal, menores serão os riscos de acidentes e infecções no úbere e nas patas.

No dimensionamento de bebedouros e fontes de água, considere que em temperatura ambiente na faixa de 17°C a 27°C os animais ingerem entre 3,5 a 5,5 litros de água por kg de matéria seca (MS) ingerido para a sua manutenção, enquanto vacas em lactação ainda ingerem mais 2,7 a 3 litros de água por kg de leite produzido. Quando os animais têm acesso irrestrito à fonte de água, apenas 10% dos animais do lote chegam ao mesmo tempo à água, em ordem de preferência os dominantes, depois os lideres, enquanto os outros ficam esperando. Diante dessa constatação, e considerando 100 cm lineares para cada UA que chega à fonte de água, devem ser dimensionados 10 cm lineares/UA do lote de área de chegada nos bebedouros.

O investimento em um sistema de água artificial é significativamente alto (bombeamento, reservatório, encanamento, bebedouros etc.), entretanto, seu custo fixo é relativamente baixo, porque a vida útil desse bem é longa (20 a 50 anos, dependendo da qualidade dos materiais usados na construção).

Quando os animais têm acesso irrestrito ao cocho com suplemento mineral, apenas 5% a 6% dos animais do lote chegam ao mesmo tempo, em ordem de preferência os dominantes, depois os líderes, enquanto os outros ficam esperando. Diante dessa constatação, e considerando 100 cm lineares para cada UA que chega ao cocho, devem ser dimensionados 5 cm a 6 cm lineares/UA do lote, se o acesso for por apenas um lado do cocho (cochos na cerca de divisa entre dois piquetes, ou cocho no meio do piquete ou em uma área de lazer, mas com largura superior menor que 50 cm).

Quer saber mais sobre o assunto? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos a Distância CPT, em Livros+DVDs e Cursos Online, da área Pastagens e Alimentação Animal.
Por Silvana Teixeira.

Cursos Relacionados

Curso Fabricação de Ração na Fazenda Curso Fabricação de Ração na Fazenda

Com Prof. Jorge Borges

R$ 426,00 à vista ou em até 12x de R$ 35,50 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Planejamento Alimentar em Sistema de Pastejo - Para Gado de Leite e Corte Curso Planejamento Alimentar em Sistema de Pastejo - Para Gado de Leite e Corte

Com Prof. Adilson Aguiar e Prof. Mateus Contatto

R$ 496,00 à vista ou em até 12x de R$ 41,33 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Manejo de Pastagens Curso Manejo de Pastagens

Com Prof. Adilson Aguiar

R$ 498,00 à vista ou em até 12x de R$ 41,50 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Outros artigos relacionados à área Pastagens e Alimentação Animal

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade