WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Fale com uma Especialista
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Responda: Quantos dias dura o período seco das vacas?

O período pré-parto das vacas, também conhecido como período seco, dura 60 dias. Esse período é muito importante para que a glândula mamária (células da glândula) se regenere

Responda: Quantos dias dura o período seco das vacas?   Artigos Cursos CPT

 

Considera-se que o período pré-parto das vacas, também conhecido como período seco, dura 60 dias. Esse período é muito importante para que a glândula mamária (células da glândula) se regenere e a vaca tenha uma lactação normal, ou seja, expresse todo o seu potencial de produção de leite, desde que a alimentação não limite o processo.

“No período seco da vaca, é feita a terapia da vaca seca (tratamento com antibióticos), para evitar a ocorrência da mastite na próxima lactação”, afirma Oriel Fajardo de Campos, professor do Curso CPT Bezerras de Raças Leiteiras - Do Nascimento ao Desaleitamento.

Nesse período, a alimentação de vacas gestantes difere-se da alimentação de novilhas. A gestante, independente da raça, deve atingir peso adequado ao parto. Chama-se a atenção para o fato de que esse peso é o fator mais importante para se atingir o máximo potencial de produção de leite. O peso ao parto é característico de cada raça.

Além do peso vivo ao parto, é importante a condição corporal ou escore da condição corporal da novilha. A novilha gestante não pode chegar ao parto magra, ou abaixo do peso vivo, pois a produção de leite da primeira lactação pode ser prejudicada, assim como seu desempenho reprodutivo (pode atrasar o aparecimento do cio no período pós-parto e aumentar o intervalo de partos).

As vacas de primeira cria são os animais do rebanho que apresentam o pior desempenho reprodutivo, ou seja, o maior intervalo entre partos. Se a vaca de primeira lactação tem alto potencial de produção de leite, ela não vai conseguir ganhar peso durante a lactação, pois vai usar os nutrientes da dieta e também as reservas corporais acumuladas na forma de gordura para a produção de leite.

A vaca de primeira lactação que parir magra vai ser um animal pequeno e magro, com tendência de ser eliminado do rebanho, seja por baixa produção de leite ou por baixo desempenho reprodutivo.

É importante realçar que novilhas gestantes podem ganhar até 1 kg/cabeça/dia, sem prejudicar a lactação, mas isso por períodos curtos e sempre após a confirmação da gestação. Por outro lado, novilhas não gestantes não devem ganhar acima de 800 g/cabeça/dia do nascimento à gestação, pois se ocorrer acúmulo de gordura na glândula mamária pode prejudicar o crescimento de tecido secretor de leite.

Por essa razão, deve-se evitar novilhas gordas no período antes da gestação, pois além de prejudicar a produção de leite na primeira lactação, os custos de alimentação são aumentados, devido à maior exigência para atender às necessidades do animal.

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT da área Gado de Leite.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!