WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Quais os tipos de confinamento para gado?

O confinamento do gado melhora o desempenho produtivo dos rebanhos leiteiro e de corte e gera excelentes resultados ao pecuarista

Quais os tipos de confinamento para gado?

O confinamento do gado melhora o desempenho produtivo dos rebanhos leiteiro e de corte e gera excelentes resultados ao pecuarista. São vários os sistemas de confinamento e a escolha entre um e outro depende dos objetivos do produtor, além de outros fatores. Por meio deles, os bovinos são distribuídos em lotes e transferidos para baias, currais ou piquetes onde recebem uma dieta balanceada oferecida em cochos.

Confinamento para gado de corte


A céu aberto

No confinamento a céu aberto, o gado de corte é transferido para curraletes de 8 a 20 m² por animal. Neles, há bebedouros, comedouros para volumosos e cochos, que são distribuídos ao longo das cercas. Os cochos de sal devem ser cobertos e, em frente de cada cocho, deve existir uma área pavimentada.

Galpão fechado

No confinamento em galpão fechado, o gado de corte é criado em uma área de 3 a 5 m² por animal. Nela, há bebedouros, comedouros para volumosos e cochos.

Parcialmente coberto

No confinamento parcialmente coberto, o gado de corte é criado em curralete a céu aberto, mas com uma área coberta onde são distribuídos os cochos.

Confinamento para gado de leite


Compost barns

O confinamento compost barns é próprio para vacas em lactação. Como apresenta menor custo de construção, quando comparado a outros modelos, os pecuaristas leiteiros têm investido nesse sistema de criação de gado de leite. Dentre as suas vantagens, temos o conforto e bem-estar dos animais, o que resulta em aumento da produção de leite.

Free-stall

No confinamento free-stall, as vacas são criadas soltas em uma área cercada e outra área dividida em baias individuais. Estas são delimitadas e contam com uma cama serragem, areia ou outros materiais.

Loose housing

No confinamento loose housing, as vacas são criadas em uma área de concreto ou terra batida. O piso é coberto por uma cama de palha de arroz, esterco desidratado ou outros materiais. As vacas são alimentadas e ordenhadas em áreas separadas dessa área coletiva.

Tie-stall

No confinamento tie-stall, comum em regiões muito frias, as vacas são confinadas durante todo o período produtivo. Recomendado para criação de pequenos rebanhos leiteiros, esse sistema garante alta produtividade. Nele, os animais permanecem nas baias onde recebem alimentação balanceada diretamente nos cochos.

Conheça os Cursos CPT da Área Gado de Leite:

Produção de Leite em Confinamento

Alimentação de Vacas Leiteiras em Pasto e em Confinamento

Gestão Zootécnica na Pecuária Leiteira

Fonte: tecnologianocampo.com.br

Por Andréa Oliveira

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis E-book Segredos para a Prevenção de Mastite e Produção de Leite de Qualidade

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!