WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Esquenta Black Friday 25%OFF nos cursos online
Cursos da Área Curso Inseminação Artificial em Bovinos - Convencional e em Tempo Fixo Curso Fabricação de Ração na Fazenda Curso Planejamento Alimentar em Sistema de Pastejo - Para Gado de Leite e Corte Curso Alimentação de Vacas Leiteiras em Pasto e em Confinamento Curso Enquanto o Veterinário Não Chega - Atendimento a Bovinos Curso Produção de Leite em Pasto Curso Prevenção e Controle de Mastite Curso Pastoreio de Lotação Rotacionada para Gado de Leite e Corte Curso Melhoramento Genético de Gado de Leite Curso Manejo da Vaca Gestante no Parto e Pós-Parto Curso Como Produzir Mais Leite e Mais Bezerras Curso Bezerras de Raças Leiteiras - Do Nascimento ao Desaleitamento Curso Conforto Animal para Maior Produção de Leite Curso Cana Ureia - Alimento de Baixo Custo para Bovinos Curso Sistema Superintensivo de Produção de Leite em Pasto Curso Ordenha Mecânica Curso Shamballah - O Segredo da Alta Produtividade Leiteira Curso Produção de Leite em Confinamento Curso Controle de Carrapato, Berne e Mosca-dos-Chifres Curso Recria de Novilhas para Produção de Leite Curso Formação e Manejo de Capineira Curso Sistemas Silvipastoris - Consórcio de Árvores e Pastagens Curso Criação de Bezerros de Raças Leiteiras para Corte Curso Manejo Homeopático para Gado de Leite Curso Pastejo Rotativo em Capim-Elefante Curso Produção de Leite Orgânico Curso Pastoreio Voisin para Gado de Leite Curso Vacas Meio-Sangue para Produção de Leite Curso Manejo Sanitário de Bovinos para Produção Orgânica de Leite Curso Avaliação, Julgamento e Preparo de Vacas Leiteiras para Eventos Curso Produção de Vitelos Áreas Afins 30Gado de Corte 17Pastagens e Alimentação Animal Depoimentos dos Alunos Alunos de Sucesso Depoimentos Publicações TV Cursos CPT Artigos Notícias Dicas Cursos CPT Entretenimento Beirada de Fogão Melhores Filmes do Cinema Reflexões

Higienização do tanque de resfriamento de leite segundo a IN 77

De acordo com a Instrução Normativa 77, a manutenção preventiva dos equipamentos de leite é de suma importância, pois “ela evita que o equipamento estrague no momento da ordenha

Higienização do tanque de resfriamento de leite segundo a IN 77   CPT

 

De acordo com a Instrução Normativa 77 (IN 77), a manutenção preventiva dos equipamentos de leite é de suma importância, pois “ela evita que o equipamento estrague no momento da ordenha”, afirma Leonardo Cotta Quintão, professor do Curso CPT Controle de Mastite (CCS) e Contagem Bacteriana Total (CBT) do Leite - De Acordo com a IN 77.

Além disso, a falta de manutenção do equipamento pode fazer com que esse se transforme em um reservatório de patógenos cuja disseminação é favorecida quando há oscilação de vácuo causada por pontos de fuga de pressão ou pela queda de conjuntos de teteiras.

A presença de fissuras nas teteiras ou nas mangueiras dificulta a ação do detergente no momento da higienização, fazendo com que a passagem do leite pelo sistema carregue microrganismos para o tanque de resfriamento elevando a CBT e CCS do leite.

Veja os cuidados necessários para manutenção dos equipamentos para reduzir a CBT e CCS:


a) Mangueiras
As mangueiras que entram em contato com o leite devem ser trocadas a cada 6 meses. As mangueiras utilizadas na ordenha devem ser adequadas para o equipamento, para uso alimentício e atóxicas. As mangueiras de vácuo devem ser trocadas 1x ao ano para que mantenham a capacidade de vedar e conservem o vácuo do sistema de ordenha.

b) Teteiras
- As teteiras devem ser trocadas a cada 6 meses (182 dias) ou a cada 2.500 ordenhas. Durante a troca, atente para que a borracha não fique torcida e, desse modo, atrapalhe a vedação correta do equipamento diminuindo a sua eficiência.
- Deve-se trocar as 4 teteiras do conjunto, e não apenas uma delas. Após a troca, o produtor deve anotar o dia e registrar também a data da próxima troca.

c) Nível de vácuo
- Avalie o nível de vácuo do equipamento de ordenha e verifique se está adequado.
- Quando muito elevado, o vácuo causa excesso de pressão e estrangulamento entre a cisterna da glândula mamária e a cisterna do teto.
- O nível de vácuo não deve inferior ao indicado para não causar o risco de queda de teteiras e lentidão no processo de retirada do leite.

d) Pulsação
- Avalie a frequência de pulsação das teteiras. Para isso, ligue o equipamento à pressão de vácuo adequada.
- Sole 3 teteiras do conjunto, virando-as para baixo e segurando-as com uma das mãos. Dessa forma, a borracha ficará dobrada, isolando o vácuo.

Aprimore seus conhecimentos sobre o assunto. Leia a(s) matéria(s) a seguir:


- Clínica ou subclínica? Qual forma a mastite se apresenta mais?
- A mastite atacou seu rebanho? Isole os agentes causadores! 

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT da Área Gado de Leite.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!