WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Conheça nossos Cursos Profissionalizantes (combos) com 40% de DESCONTO
Cursos da Área Curso Inseminação Artificial em Bovinos - Convencional e em Tempo Fixo Curso Fabricação de Ração na Fazenda Curso Planejamento Alimentar em Sistema de Pastejo - Para Gado de Leite e Corte Curso Alimentação de Vacas Leiteiras em Pasto e em Confinamento Curso Enquanto o Veterinário Não Chega - Atendimento a Bovinos Curso Produção de Leite em Pasto Curso Prevenção e Controle de Mastite Curso Pastoreio de Lotação Rotacionada para Gado de Leite e Corte Curso Melhoramento Genético de Gado de Leite Curso Manejo da Vaca Gestante no Parto e Pós-Parto Curso Como Produzir Mais Leite e Mais Bezerras Curso Bezerras de Raças Leiteiras - Do Nascimento ao Desaleitamento Curso Conforto Animal para Maior Produção de Leite Curso Cana Ureia - Alimento de Baixo Custo para Bovinos Curso Sistema Superintensivo de Produção de Leite em Pasto Curso Ordenha Mecânica Curso Shamballah - O Segredo da Alta Produtividade Leiteira Curso Produção de Leite em Confinamento Curso Controle de Carrapato, Berne e Mosca-dos-Chifres Curso Recria de Novilhas para Produção de Leite Curso Formação e Manejo de Capineira Curso Sistemas Silvipastoris - Consórcio de Árvores e Pastagens Curso Criação de Bezerros de Raças Leiteiras para Corte Curso Pastejo Rotativo em Capim-Elefante Curso Manejo Homeopático para Gado de Leite Curso Produção de Leite Orgânico Curso Pastoreio Voisin para Gado de Leite Curso Manejo Sanitário de Bovinos para Produção Orgânica de Leite Curso Vacas Meio-Sangue para Produção de Leite Curso Avaliação, Julgamento e Preparo de Vacas Leiteiras para Eventos Curso Produção de Vitelos Áreas Afins 30Gado de Corte 17Pastagens e Alimentação Animal Depoimentos dos Alunos Alunos de Sucesso Depoimentos Publicações TV Cursos CPT Artigos Notícias Dicas Cursos CPT Entretenimento Beirada de Fogão Melhores Filmes do Cinema Reflexões

Especialista: Período seco de vacas leiteiras é importante e deve ser respeitado!

O sucesso da produção de leite de um rebanho comercial começa nesta fase, pois a atenção especial com o manejo pré-parto evita prejuízos, pela menor incidência de problemas no parto e início da lactação

Especialista: Período seco de vacas leiteiras é importante e deve ser respeitado!

O sucesso da produção de leite de um rebanho comercial começa nesta fase, pois, a atenção especial com o manejo pré-parto evita prejuízos, pela menor incidência de problemas no parto e início da lactação. “O correto manejo pré-parto, principalmente o nutricional, referente a este período de transição, tem sido alvo de estudos e mudanças, como mostra NRC 2001 para Gado de Leite”,explica Dr. Luciano Patto Novaes, professor do Curso CPT Manejo da Vaca Gestante no Parto e Pós-Parto.

A razão do período seco para uma vaca é o descanso do aparelho digestivo e regeneração do sistema mamário. É neste período que o produtor de leite toma as devidas precauções em relação a futuros problemas pós-parto, conhecidos como distúrbios metabólicos. A menor incidência destes problemas no início da lactação está diretamente relacionada ao correto manejo pré-parto, principalmente o nutricional, nos dois últimos meses da gestação.

Trabalhos realizados na Universidade de Cornell contabilizaram as perdas de produtividades econômicas em função da elevada incidência de distúrbios pós-parto como, acidose, laminite, cetose, deslocamento de abomaso, retenção de placenta, metrite e febre do leite. Sendo de ocorrência correlacionadas, seus efeitos podem ter efeito somatório, e o prejuízo é aumentado. As perdas observadas nos rebanhos nova-iorquinos variaram de 8 L/vaca/dia para o caso de deslocamento de abomaso, 9 L/vaca/dia para cetose.

Considerando que os distúrbios metabólicos ocorrem nos primeiros trinta dias pós-parto, se uma vaca produzindo 20 kg de leite/dia for acometida por esses dois distúrbios, em trinta dias de lactação, ela terá deixado de produzir, no mínimo, 228 kg de leite; portanto, se negligenciado o manejo das vacas neste período pré-parto, o prejuízo é certo e considerável. Outros estudos avaliando a incidência desses distúrbios metabólicos indicam sua influência no desempenho reprodutivo do rebanho, podendo aumentar o período em aberto (concepção pós-parto) e menor taxa de concepção ao primeiro serviço.

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT da área Gado de Leite.
Por Silvana Teixeira. 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!