WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Esquenta Black Friday 25%OFF nos cursos online
Cursos da Área Curso Inseminação Artificial em Bovinos - Convencional e em Tempo Fixo Curso Fabricação de Ração na Fazenda Curso Planejamento Alimentar em Sistema de Pastejo - Para Gado de Leite e Corte Curso Alimentação de Vacas Leiteiras em Pasto e em Confinamento Curso Enquanto o Veterinário Não Chega - Atendimento a Bovinos Curso Produção de Leite em Pasto Curso Prevenção e Controle de Mastite Curso Pastoreio de Lotação Rotacionada para Gado de Leite e Corte Curso Melhoramento Genético de Gado de Leite Curso Manejo da Vaca Gestante no Parto e Pós-Parto Curso Como Produzir Mais Leite e Mais Bezerras Curso Bezerras de Raças Leiteiras - Do Nascimento ao Desaleitamento Curso Conforto Animal para Maior Produção de Leite Curso Cana Ureia - Alimento de Baixo Custo para Bovinos Curso Sistema Superintensivo de Produção de Leite em Pasto Curso Ordenha Mecânica Curso Shamballah - O Segredo da Alta Produtividade Leiteira Curso Produção de Leite em Confinamento Curso Controle de Carrapato, Berne e Mosca-dos-Chifres Curso Recria de Novilhas para Produção de Leite Curso Formação e Manejo de Capineira Curso Sistemas Silvipastoris - Consórcio de Árvores e Pastagens Curso Criação de Bezerros de Raças Leiteiras para Corte Curso Manejo Homeopático para Gado de Leite Curso Pastejo Rotativo em Capim-Elefante Curso Produção de Leite Orgânico Curso Pastoreio Voisin para Gado de Leite Curso Vacas Meio-Sangue para Produção de Leite Curso Manejo Sanitário de Bovinos para Produção Orgânica de Leite Curso Avaliação, Julgamento e Preparo de Vacas Leiteiras para Eventos Curso Produção de Vitelos Áreas Afins 30Gado de Corte 17Pastagens e Alimentação Animal Depoimentos dos Alunos Alunos de Sucesso Depoimentos Publicações TV Cursos CPT Artigos Notícias Dicas Cursos CPT Entretenimento Beirada de Fogão Melhores Filmes do Cinema Reflexões

Controle sistemático de aftosa para atender a IN 77

A febre aftosa é uma doença viral grave e altamente contagiosa. Ocorre em bovinos e em mamíferos com cascos partidos, como ovinos, caprinos e suínos. Em raros casos, constatou-se no homem

Controle sistemático de aftosa para atender a IN 77   Artigos CPT

A febre aftosa é uma enfermidade que gera preocupação mundial, pois, quando ocorre, se espalha muito rapidamente entre os rebanhos, e provoca perdas significativas. “A febre aftosa é uma doença viral grave e altamente contagiosa que ocorre em bovinos e em diversos animais biungulados, ou seja, mamíferos com cascos partidos, como bovinos, ovinos, caprinos e suínos. Essa doença é considerada uma zoonose, porém, com raros casos de ocorrência no homem”, afirma Prof. Leonardo Cotta Quintão, do Curso CPT Como Implementar o Plano de Qualificação de Fornecedores de Leite para Atender à IN 77.

Sinais clínicos da febre aftosa no rebanho


O primeiro sinal clínico da doença é a febre, seguida de tristeza, mastigação e baba filamentosa. Posteriormente, pode-se observar a formação de vesículas e úlceras, erosões na mucosa oral, nasal, mamária e no espaço interdigital dos cascos. Na maioria das vezes, a doença ocasiona morte indireta, por infecções secundárias. Dentre os efeitos mais sérios da aftosa, estão a perda de peso, redução da produção de leite, aborto, infertilidade, mastite e problemas de casco.

Deve-se lembrar que não há tratamento. O vírus sobrevive em tecidos como couro e carne, no trato respiratório, na saliva, na urina e em outras excreções dos animais infectados, como fezes e sêmen. Ele também pode sobreviver em materiais e no ambiente por vários meses, dependendo das condições climáticas.

Contágio da febre aftosa no rebanho


A transmissão da doença ocorre em 99% das vezes pela boca, sendo que os animais podem eliminar o vírus 7 dias antes de manifestarem a doença. Além dos problemas já citados, a doença impede a comercialização de animais e de seus produtos e subprodutos, tanto a nível local quanto internacional. Por ser uma doença com potencial para se alastrar rapidamente em amplos territórios, ocasionando graves consequências sociais e econômicas, a febre aftosa é uma das enfermidades que acometem os animais mais combatidas no mundo.

Prevenção e controle da febre aftosa de acordo com a IN 77


A febre aftosa é uma doença de difícil controle, consequentemente, muitos animais e seus produtos e subprodutos de áreas conhecidas como afetadas ou suspeitas, estão sujeitas a restrições de comércio. A única forma desse foco não se espalhar, é ele ser detectado e erradicado rapidamente. O impacto econômico de um foco de febre aftosa é capaz de provocar extensivas perdas que podem durar anos e até mesmo inviabilizar a produção em alguns casos.

- Vacinação contra a febre aftosa


A vacina contra a febre aftosa é utilizada para desenvolver imunidade no rebanho que, juntamente com o controle do trânsito de animais e de pessoas, se torna uma forma eficaz de controle, prevenção e erradicação da doença. Se confirmada a doença, a principal forma de controle é o isolamento e o sacrifício dos animais doentes, e eliminação de fontes de infecção. Quanto mais rápido for identificada a doença, mais rápida será a contenção e menores serão os prejuízos.

A vacinação contra febre aftosa deve ser realizada de acordo com o calendário nacional do governo federal para cada Estado, e o reforço da vacina para animais com menos de 24 meses é realizado seis meses após a primeira. É fundamental verificar o calendário anual publicado pelo MAPA.

O pecuarista, por sua vez, deve guardar a nota fiscal, pois ela é obrigatória para o cadastro. Após a vacinação, é indispensável o preenchimento da declaração de vacinação, e essa deve ser entregue em um escritório da DAP, EMATER, IMA ou secretária municipal de agricultura, com a nota fiscal da vacina, a ficha de certificação de vacinação contra febre aftosa, o CPF do criador e a quantidade de animais sob sua responsabilidade. Os produtores que não vacinarem o seu gado estão sujeitos a sofrer multa por cada animal não vacinado. Mesmo o atraso na declaração da vacina gera multa ao produtor.

Aprimore seus conhecimentos sobre o assunto. Leia a(s) matéria(s) a seguir:


- O que diz a IN77 sobre o armazenamento do leite na propriedade?
- Afinal, qual é o objetivo da IN 77?

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT da área Gado de Leite.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!