WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Como cuidar da vaca e do bezerro ao parto

Todo pecuarista leiteiro bem-sucedido prima pelo conforto e bem-estar da vaca e do bezerro ao parto

Como cuidar da vaca e do bezerro ao parto

Todo pecuarista leiteiro bem-sucedido prima pelo conforto e bem-estar do seu rebanho. Afinal, este é um fator determinante para a boa performance e a alta produtividade do gado. Não apenas os machos reprodutores devem ser adequadamente manejados, como também a vaca em gestação e o bezerro. Os animais devem receber uma dieta rica e balanceada para suprir suas necessidades e garantir boa saúde. As vacinas devem estar em dia e as instalações devem permanecer limpas e livres de agentes contaminantes.


Vaca – cuidados antes do parto

O manejo alimentar da vaca em gestação deve ser realizado de acordo com as suas principais necessidades nutricionais, para que o feto se desenvolva bem e a mãe apresente ótima condição corporal ao parto. Além disso, na fase gestacional, uma dieta balanceada, rica em proteínas, vitaminas e minerais, estimula a produção de colostro de qualidade.

Cerca de 30 dias antes do parto, a vaca gestante deve ser encaminhada ao piquete maternidade - área de sombra de 4 m²/vaca, taxa de lotação de 56m²/animal e espaço de cocho de 70cm/animal. Este piquete deve ser localizado próximo às instalações, para garantir o contínuo monitoramento da fêmea.


Bezerro – cuidados após nascimento

Será no piquete gestacional que o bezerro nascerá. Portanto, é essencial que o ambiente seja limpo, com boa cobertura vegetal - assim como boa drenagem, para garantir à vaca e ao bezerro um local limpo, seco e confortável. Dessa forma, elimina-se a possibilidade de infecções na vaca e no bezerro. Locais sujos - com fezes, urina e lama, são o meio ideal para o desenvolvimento de microrganismos.

Após o parto, é fundamental eliminar as membranas fetais e o muco presentes no bezerro. Em seguida, o recém-nascido deve ser encaminhado a um ambiente, limpo, seco e aquecido.


Bezerro - cura do umbigo e colostragem

A cura do umbigo do bezerro recém-nascido é uma prática obrigatória na pecuária, pois previne a entrada de microrganismos. Basta desidratar o coto umbilical com tintura de iodo (5 a 7%), assim que o animal nasce. O procedimento deve ser repetido, cinco dias seguidos, pelo menos, uma vez por dia, até a queda do cordão umbilical. Assim se fecha a porta de entrada para bactérias, vírus e protozoários - perigosos agentes infecciosos.

“O colostro é até cinco vezes mais rico em proteínas que o leite comum. Ele fornece ao bezerro anticorpos essenciais, que protegem o organismo do animal contra doenças. Sem falar que ele é fonte de enzimas, vitaminas e minerais, além de antitóxico e energético”, afirma Luciano Patto Novaes, professor do Curso a Distância CPT Manejo da Vaca Gestante no Parto e Pós-Parto em Livro+DVD e Online.

Por Andréa Oliveira.

Foto: rehagro.com.br

Conheça os Cursos a Distância CPT, constituídos de Livro+DVD, e Cursos Online, da Área Gado Leiteiro.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!