WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Capineira de qualidade faz parte do processo produtivo do leite

Essa é uma área de terra cultivada com gramíneas de elevado potencial de produção de forragem, que são cortadas e picadas para fornecimento de alimento verde no cocho

https://cptstatic.s3.amazonaws.com/imagens/enviadas/materias/materia2228/m-capim-picado.jpg

A produtividade está diretamente associada à quantidade e à qualidade dos alimentos fornecidos.

A produção de leite, no Brasil, é praticada em todas as regiões do país, em pequena, média e grande escala. É, sem dúvida, uma das atividades econômicas mais importantes que, ao todo, movimenta mais de 10 bilhões de dólares, que estão associados aos mais de 20 bilhões de litros de leite obtidos anualmente. Além disso, exerce importante papel social, uma vez que é responsável por mais de três milhões de empregos.

O aumento da produção nacional, nos últimos anos, se deu devido a fatores como aumento do rebanho leiteiro, melhoramento genético e a melhoria na suplementação de alimentos ao rebanho. É óbvio que a manutenção da produtividade está diretamente associada à quantidade e à qualidade dos alimentos fornecidos aos produtores. Principalmente, na época da seca, quando há redução tanto em quantidade quanto em qualidade de alimentos, em decorrência das variações climáticas, pois se não for feita uma suplementação adequada, haverá significativa redução na quantidade de leite produzida.

A solução para esse problema é, sem dúvida, o cultivo de espécies vegetais, chamadas de forrageiras, que, quando bem implantadas e manejadas, permitem obter alimento volumoso de excelente qualidade para ser fornecido ao gado. A existência de quantidades suficientes de forragem, numa propriedade, possibilita ao animal externar tanto o seu potencial máximo de produção, influenciando diretamente a produção de leite, como o seu potencial reprodutivo, desde que se estabeleça uma boa estratégia de controle sanitário do rebanho.

Uma excelente alternativa é a formação da capineira, que é uma área de terra cultivada com gramíneas de elevado potencial de produção de forragem, que são cortadas e picadas para fornecimento de alimento verde no cocho, em especial, na época seca. O capim-elefante é a gramínea mais utilizada para esse fim, apresentando, porém, grande exigência em termos de fertilidade do solo e manejo de cortes, para evitar perda de qualidade da forragem. Em propriedades menores, onde são alimentados poucos animais e com produtividade elevada, plantam-se os capins Guatemala e Venezuela, de rendimentos inferiores aos do capim-elefante, porém de excelente qualidade nutricional.

https://cptstatic.s3.amazonaws.com/imagens/enviadas/materias/materia2228/m-capineira.jpg

O manejo correto de uma capineira permite utilizar mais eficientemente esse recurso.

Essas espécies são plantadas nos meses de janeiro a novembro, por mudas oriundas de plantas com três a cinco meses de idade, devendo ser adubadas com adubo orgânico e fertilizantes químicos, tanto no plantio como em manutenção. No estabelecimento e ao longo de sua utilização, devem ser procedidos tratos culturais, tais como controle de ervas-daninhas, formigas, lagartas, cigarrinha, cupins e outras pragas.

No entanto, apesar da grande importância, ou melhor, de uma boa capineira fazer parte do processo produtivo do leite, o que se observa, na prática, é uma grande carência, por parte dos produtores, de conhecimentos técnicos adequados para a implantação e condução de forma correta das mesmas.

Com o objetivo de fornecer subsídios técnicos para produtores de leite quanto as capineiras, o CPT – Centro de Produções Técnicas elaborou o curso “Formação e Manejo de Capineira”, no qual você  receberá informações dos pesquisadores Dr. Humberto Resende e Dr. José Henrique Bruschi, da Embrapa Gado de Leite.

No curso, são abordados assuntos como: o capim elefante, implantação da capineira, seleção e preparo das mudas, plantio, tratos culturais, manejo da capineira, estratégia de uso na seca, corte e preparo do capim, e modo de fornecer aos animais.

Após fazer o curso e ser aprovado na avaliação, o aluno recebe um certificado de conclusão emitido pela UOV – Universidade On-line de Viçosa, filiada mantenedora da ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância.

O manejo correto de uma capineira permite utilizar mais eficientemente esse recurso. É preciso, no entanto, relacionar a área disponível de capineira na propriedade com o número de animais a serem tratados, devendo-se manejá-la todo o ano.

 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

pascoal Lopes dos Santos

18 de jun. de 2014

Gostei do material, é bastante interessante, é importante e necessário para o bom trabalho de orientação nas propriedades.

Resposta do Portal Cursos CPT

20 de jun. de 2014

Olá, Pascoal!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Ficamos felizes que tenha gostado do artigo sobre "Capineira de boa qualidade".

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

vitor antonio ribeiro

8 de mai. de 2012

Desejaria receber o curso sobre formação e manejo de capineira

Resposta do Portal Cursos CPT

8 de mai. de 2012

Olá, Vitor!

O Curso CPT de Formação e Manejo de Capineira aborda os seguintes assuntos: manejo alimentar; capim elefante; implantação e preparo da capineira; preparo da área e plantio e mais.

Para mais informações nossas consultoras entrarão em contato com você.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!