WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Conheça nossos Cursos Profissionalizantes (combos) com 40% de DESCONTO
Cursos da Área Curso Inseminação Artificial em Bovinos - Convencional e em Tempo Fixo Curso Fabricação de Ração na Fazenda Curso Planejamento Alimentar em Sistema de Pastejo - Para Gado de Leite e Corte Curso Alimentação de Vacas Leiteiras em Pasto e em Confinamento Curso Enquanto o Veterinário Não Chega - Atendimento a Bovinos Curso Produção de Leite em Pasto Curso Pastoreio de Lotação Rotacionada para Gado de Leite e Corte Curso Prevenção e Controle de Mastite Curso Melhoramento Genético de Gado de Leite Curso Manejo da Vaca Gestante no Parto e Pós-Parto Curso Como Produzir Mais Leite e Mais Bezerras Curso Bezerras de Raças Leiteiras - Do Nascimento ao Desaleitamento Curso Conforto Animal para Maior Produção de Leite Curso Cana Ureia - Alimento de Baixo Custo para Bovinos Curso Sistema Superintensivo de Produção de Leite em Pasto Curso Ordenha Mecânica Curso Shamballah - O Segredo da Alta Produtividade Leiteira Curso Produção de Leite em Confinamento Curso Controle de Carrapato, Berne e Mosca-dos-Chifres Curso Recria de Novilhas para Produção de Leite Curso Formação e Manejo de Capineira Curso Sistemas Silvipastoris - Consórcio de Árvores e Pastagens Curso Criação de Bezerros de Raças Leiteiras para Corte Curso Pastejo Rotativo em Capim-Elefante Curso Manejo Homeopático para Gado de Leite Curso Produção de Leite Orgânico Curso Pastoreio Voisin para Gado de Leite Curso Manejo Sanitário de Bovinos para Produção Orgânica de Leite Curso Vacas Meio-Sangue para Produção de Leite Curso Avaliação, Julgamento e Preparo de Vacas Leiteiras para Eventos Curso Produção de Vitelos Áreas Afins 30Gado de Corte 17Pastagens e Alimentação Animal Depoimentos dos Alunos Alunos de Sucesso Depoimentos Publicações TV Cursos CPT Artigos Notícias Dicas Cursos CPT Entretenimento Beirada de Fogão Melhores Filmes do Cinema Reflexões

Bois e vacas dormem? O sono afeta a produção de vacas leiteiras?

O de deitar é considerado altamente prioritário principalmente para as vacas leiteiras. A deprivação do descanso pode induzir à frustração que se manifesta por comportamentos estereotipados

Bois e vacas dormem? O sono afeta a produção de vacas leiteiras?   Artigos CPT

Dentre os padrões fixos de comportamento dos bovinos, o de deitar é considerado altamente prioritário principalmente para as vacas leiteiras. A deprivação do descanso pode induzir à frustração que se manifesta por comportamentos estereotipados, além de alterações no eixo hipotalâmico-hipofisário adrenal. Outras consequências incluem lesões traumáticas e outros danos físicos, resultando em problemas sanitários e baixo desempenho (Krohn & Munksgaard, 1993).

“Os bovinos não apresentam o sono verdadeiro como os humanos, exceto por períodos muito curtos. Eles descansam sem perda da vigilância e provavelmente sem perda da consciência. O animal pode deitar-se com os olhos fechados, mas qualquer barulho ou movimento pode causar uma resposta imediata”, explica Aloísio Torres de Campos, Professor do Curso CPT Conforto Animal para Maior Produção de Leite. O sono verdadeiro ocorre em curtos intervalos de 2 a 8 min.

A literatura mostra que o tempo de permanência das vacas na posição deitada, num período de 24h, é geralmente, em torno de 8 a 14h (Muller et al., 1994). Esse tempo apresenta uma distribuição na qual, normalmente, às 18h, 57% das vacas estão deitadas, e, a partir das 21h, com exceção das vacas que se alimentam em períodos tardios, a maioria dos animais (76%) deita para ruminar e, ou, descansar.

A variação na duração e na frequência desse comportamento é parcialmente devida a fatores individuais, tais como idade da vaca, temperatura, doença e, parcialmente, devida a fatores de manejo, tais como instalações, quantidade e tipo de material usado como cama, tipos de sistema e densidade dos animais (Krohn & Munksgaard, 1993).

Em experimentos realizados na Embrapa Gado de Leite, estudou-se o efeito do calor sobre a postura corporal dos animais. Para isto não considerou-se o tempo em que estavam se alimentando. Os animais, independente da estação, permaneceram mais tempo deitados porque é nesta posição que se encontram em situação de conforto máximo. Porém se observarmos as diferenças nas posições assumidas entre as estações verificamos que vacas mantidos em pastagem de alfafa e coast-cross e confinadas em free stall, mostram uma tendência em preferirem a posição de pé no verão. Isto ocorre para os animais maximizarem a perda de calor por convecção, isto é, através da movimentação do ar.
Tempo que vacas leiteiras ficam deitadas    Artigos CPT

Os bovinos podem permanecer de pé na água ou espojar-se na lama ou excreta quando estão em condições de estresse calórico. Permanecer de pé na água facilita a perda de calor por condução a partir dos apêndices e peito, enquanto no espojamento aplicam água na superfície corporal que se evapora, resfriando o animal, quando esse deixa a área úmida. Vacas com estresse calórico frequentemente permanecem próximas ao bebedouro e borrifam água sobre seus corpos (Curtis,1981).

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT da área Gado de Leite.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!