WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Fale com uma Especialista
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Raças bovinas x tamanhos corporais: o que saber sobre isso?

Segundo Pedro Veiga Rodrigues Paulino, do Curso Avaliação e Tipificação de Carcaças Bovinas, Todas as raças podem ter os três tipos de tamanhos corporais

Raças bovinas x tamanhos corporais: o que saber sobre isso?   Artigos CPT

 

Segundo informações dadas pelo professor Pedro Veiga Rodrigues Paulino, do Curso Avaliação e Tipificação de Carcaças Bovinas, “Todas as raças podem ter os três tipos de tamanhos corporais.”

Os animais de pequeno porte são mais precoces, iniciando a deposição de gordura mais cedo e, portanto, produzindo cortes com mais gordura em um mesmo peso de abate. Levando-se em consideração a composição de carcaça e o grau de acabamento, esses animais devem ser abatidos com peso vivo inferior aos demais portes físicos.

Esse tipo de manejo deve ser adotado para evitar a produção de carcaças com excesso de gordura que será retirada e descartada na limpeza das carcaças, no momento do abate, e dos cortes no processamento. Além disso, como descrito acima, a deposição de tecido adiposo é menos eficiente energeticamente do que a deposição de tecido muscular.

As raças de origem britânica são exemplos de animais de pequeno porte, havendo variação entre as diversas linhagens. Para esse porte, é esperado que os animais produzam carcaça choice (USDA), na tipificação americana, com aproximadamente 12 mm de gordura na 12ª costela e peso vivo menor do que 497 kg para machos castrados e 452 kg para novilhas.

Já os animais de médio porte, apresentam precocidade intermediária entre os animais de pequeno e médio porte apresentando bom acabamento de carcaça nos pesos de abate tradicionalmente utilizados no Brasil. Como exemplo de raças desse porte, podemos citar o Nelore e seus cruzamentos com raças de origem britânica. Animais de porte médio irão produzir carcaças choice (USDA), com aproximadamente 12 mm de gordura na 12ª costela, e entre 497-565 kg de peso vivo para os machos castrados e 452-520 kg de peso vivo para as novilhas. Esses valores são equivalentes a uma carcaça de 20,5@ para machos castrados, e 19@ para novilhas.

Dentre os critérios para produção de carne macia, a idade de abate e a gordura de cobertura são fatores fundamentais ao processo (SHORTHOSE e HARIS, 1990).

Gostou da matéria? Leia outra(s) do mesmo assunto a seguir:


- Excelentes lucros na pecuária de corte? Foco nas carcaças!
- Carcaças bovinas: o que influencia no seu rendimento?

Quer saber mais sobre o Curso CPT? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT da área Gado de Corte.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!