WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Passo a passo para a realização da inseminação artificial de bovinos

As várias etapas da inseminação artificial em bovinos têm que ser executadas por pessoas capacitadas

Inseminação artificial em bovinos - imagem ilustrativa

Luis Fonseca, professor do Curso CPT Inseminação Artificial em Bovinos – Convencional e em Tempo Fixo, destaca que o avanço da inseminação artificial na pecuária brasileira tem sido intenso, o que demonstra que as vantagens oferecidas pela técnica são muito grandes. Entretanto, para que sua adoção seja um sucesso, é fundamental um bom treinamento para os responsáveis por sua execução.

Ao fazer uso da técnica de inseminação artificial (IA), o produtor consegue obter avanços em relação à genética dos reprodutores, melhorando geneticamente o seu rebanho, com baixo custo. Para executá-la, é necessário conhecer o aparelho reprodutivo da vaca e detectar o momento ideal para realizar a inseminação.

A seguir, confira o passo a passo resumido da realização da IA em bovinos:

- Em primeiro lugar, junte todo o material que será utilizado e disponha-o em um local de suporte, próximo do local onde a IA será executada;

- O segundo passo consiste na contenção da vaca, cuidando para que a cauda fique presa;

- Antes de iniciar, coloque a luva e proceda à limpeza do reto da vaca, eliminando fezes e verificando o muco, que deve estar limpo e translúcido;

- Termine limpando a vulva da vaca e retirando a luva;

- A próxima etapa deve ser a preparação da bainha, exteriorizando apenas a extremidade onde a palheta será encaixada;

- Para descongelar o sêmen, prepare a água, que deve estar a uma temperatura entre 35°C e 37°C;

- Ainda relacionado ao sêmen, deve-se identificar qual será utilizado;

- Para retirar a palheta do botijão, utilize uma pinça. Depois, ao suspender o caneco com o sêmen desejado, é importante que ele seja mantido a uma altura máxima de 7cm abaixo da boca do botijão;

- Na água preparada alguns passos atrás, coloque a palheta e deixe que o sêmen descongele por trinta segundos;

- Retire a palheta da água e enxugue-a com um papel toalha;

- Corte-a na extremidade oposta à sua bucha e encaixe-a na bainha;

- Introduza a cânula do aplicador na bainha e trave a bainha nela. Ressalta-se que a cânula envolverá a palheta e será envolvida pela bainha. Para finalizar, introduza o êmbolo na cânula do aplicador de forma lenta, até chegar na palheta;

- Calce a luva novamente e dirija-se com o aplicador ao local onde o animal está;

- Entrando em contato com a vaca novamente, abra a vulva e introduza o aplicador na vagina da vaca com uma leve inclinação no sentido superior da vagina, seguindo até o fundo de saco vaginal;

- Então, introduza de forma delicada a mão no reto da vaca e localize a cérvix;

- Utilize o dedo polegar e o mínimo para auxiliar a entrada do aplicador na cérvix e direcione-o até a sua entrada;

- Passe o aplicador pela cérvix cuidadosamente, movimentando apenas a mão que segura a cérvix e mantendo estável a que segura o aplicador;

- Utilize o dedo indicador para identificar o local onde o sêmen será deposto, que é após o último anel da cérvix;

- Deposite o sêmen com bastante cuidado e, da mesma maneira, retire o aplicador;

- Próximo do fim, retire o braço do reto do animal e faça uma massagem no clitóris da vaca;

- Libere a cauda da vaca e, também, ela;

- Todo o material utilizado precisa ser desmontado e higienizado. Nesse momento, é imprescindível verificar se há sangue, pus ou qualquer outra alteração no aplicador;

- Finalizando, realize o registro de todas as informações da IA, bem como a data, o nome ou número da vaca e do touro, a partida do sêmen, o nome do inseminador e o diagnóstico de gestação. Esses dados podem ser requeridos futuramente.

- Depois de tudo isso, descarte adequadamente todos os materiais que foram utilizados.

É de grande necessidade informar que os procedimentos de IA podem variar de uma propriedade para a outra, inclusive de acordo com recomendações das empresas que comercializam o sêmen utilizado.

 


Conheça os Cursos CPT da Área Gado de Corte:

Inseminação Artificial em Bovinos – Convencional e em Tempo Fixo
Melhoramento Genético de Gado de Corte
Transferência de Embriões e Fertilização in Vitro

Fonte: RURAL, Serviço Nacional de Aprendizagem. Inseminação Artificial: Bovinos / Serviço Nacional de Aprendizagem Rural. -- 3. ed. Brasília: SENAR, 2011. 48 p. il.
por Renato Rodrigues

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!