WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Black Friday 30%OFF nos cursos online 15% OFF nos cursos em livro+DVD + 5% OFF extra no cartão de crédito
Cursos da Área Curso Inseminação Artificial em Bovinos - Convencional e em Tempo Fixo Curso Fabricação de Ração na Fazenda Curso Planejamento Alimentar em Sistema de Pastejo - Para Gado de Leite e Corte Curso Nutrição de Bovinos de Corte Curso Alimentação de Bovinos de Corte Curso Cria de Bezerros de Corte Curso Como Avaliar Bovinos de Corte para Compra e Seleção Curso Bovinos de Corte em Confinamento - Instalações, Produção de Alimentos e Escolha dos Animais Curso Instalações e Equipamentos para Pecuária de Corte Curso Recria de Bezerros de Corte Curso Como Aumentar a Rentabilidade na Pecuária de Corte Curso Manejo Racional de Gado para Vaqueiro Curso Bovinos de Corte em Confinamento - Manejo e Gerenciamento Curso Transferência de Embriões e Fertilização in Vitro Curso Prevenção e Controle de Doenças em Bovinos - Verminose Curso Enquanto o Veterinário Não Chega - Atendimento a Bovinos Curso Casqueamento e Correção de Aprumos em Bovinos Curso Melhoramento Genético de Gado de Corte Curso Como Fazer uma Estação de Monta Curso Técnicas para Produzir mais Bezerros Curso Pastoreio de Lotação Rotacionada para Gado de Leite e Corte Curso Avaliação e Tipificação de Carcaças Bovinas Curso Gestão na Pecuária de Corte Curso Cruzamento Industrial Red Angus X Nelore Curso Terminação de Bovinos em Pasto Curso Produção de Novilho Superprecoce Curso Criação de Touros Curso Produção de Novilho Precoce Curso Cruzamento Industrial Limousin X Nelore Áreas Afins 36Gado de Leite 17Pastagens e Alimentação Animal Depoimentos dos Alunos Alunos de Sucesso Depoimentos Publicações TV Cursos CPT Artigos Notícias Dicas Cursos CPT Entretenimento Beirada de Fogão Melhores Filmes do Cinema Reflexões

Nutrição de vacas antes e depois do parto. Saiba mais!

Vacas mantidas em plano crescente de nutrição antes do parto geralmente apresentem intervalo pós-parto até a primeira ovulação mais curto do que as mantidas em plano decrescente de nutrição

Nutrição de vacas antes e depois do parto. Saiba mais!   Artigos CPT

De acordo com Filho (1996), vários estudos descreveram a relação entre estado nutricional e desempenho reprodutivo em bovinos. “Acredita-se que as vacas mantidas em plano crescente de nutrição antes do parto geralmente apresentem intervalo pós-parto até a primeira ovulação mais curto do que as mantidas em plano decrescente de nutrição”, explica José Olavo Borges Mendes Júnior, professor do Curso CPT Técnicas para Produzir mais Bezerros.

A restrição de energia no período pré-parto resulta em condição corporal magra na parição, anestro prolongado pós-parto e queda no porcentual de vacas ciclando durante a estação de monta. As taxas de prenhez e os intervalos entre parto também são afetados pelo nível de energia no período pré- parto.

No início da estação de monta, as vacas que parem em boas condições corporais apresentam aumento numérico no porcentual de ciclicidade. Uma regra empírica é que vacas que parem em más condições corporais apresentem intervalos mais longos antes de reiniciarem o ciclo estral do que as que parem em boas condições (Lamb, 2003). Realizou-se um trabalho com 240 vacas primípiras em três estados dos Estados Unidos, durante três anos em uma estação de monta de 60 dias. As vacas foram distribuídas em três tratamentos, 90 dias antes do parto para alcançar condição corporal de 4, 5 ou 6 ao parto numa escala de 1 a 9. Após o parto, foram distribuídas para ganhar 0,45 kg ou 0,90 kg/dia até o início da estação de monta. A maior condição corporal ao parto resultou em maior número de vacas em cio durante a estação de monta e mais vacas prenhes aos 40 e 60 dias de estação.

Nutrição pós-parto


De acordo com Lamb (2004), estudos atestam que níveis crescentes de nutrição pós-parto aumentam a taxa de concepção e de prenhez em vacas de corte. O aumento do valor energético da dieta aumentou o peso e o escore da condição corporal até 90 dias pós-parto, com uma redução do intervalo até o primeiro estro. Porém, nesses estudos apenas 3 das 17 vacas que receberam a dieta com maior teor energético reiniciaram os ciclos estrais normais até 90 dias pós-parto. Da mesma forma, vacas de corte primípiras com bezerro ao pé que ganharam mais de 1 kg/dia enquanto consumiam uma dieta com 85% de concentrado não reiniciaram a atividade ovariana cíclica antes de 70 dias pós-parto.

O aumento dos níveis nutricionais no pós-parto apresentou efeitos positivos nos intervalos até a ovulação e elevou o porcentual de fêmeas em estro. Quando vacas primípiras e multíparas estavam em plano negativo de nutrição antes e depois do parto, a anovulação pós-parto foi prolongada, fazendo com que o porcentual de animais ciclando fosse diminuído no início da estação de monta (Lamb, 2004). Portanto, a responsabilidade pelas baixas taxas de concepção em uma estação de monta pode ser mais resultado de anestro do que do técnico de inseminação, do touro ou do programa de sincronização. O método mais simples de superar o anestro é garantir que os animais sejam mantidos em um regime alimentar adequado (Lamb, 2003).

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT da área Gado de Corte.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!