Cursos da Área Curso Gestão na Pecuária de Corte Curso Terminação de Bovinos em Pasto Curso Pastoreio de Lotação Rotacionada para Gado de Leite e Corte Curso Inseminação Artificial em Bovinos - Convencional e em Tempo Fixo Curso Planejamento Alimentar em Sistema de Pastejo - Para Gado de Leite e Corte Curso Fabricação de Ração na Fazenda Curso Nutrição de Bovinos de Corte Curso Alimentação de Bovinos de Corte Curso Como Avaliar Bovinos de Corte para Compra e Seleção Curso Cria de Bezerros de Corte Curso Bovinos de Corte em Confinamento - Instalações, Produção de Alimentos e Escolha dos Animais Curso Instalações e Equipamentos para Pecuária de Corte Curso Como Aumentar a Rentabilidade na Pecuária de Corte Curso Manejo Racional de Gado para Vaqueiro Curso Recria de Bezerros de Corte Curso Transferência de Embriões e Fertilização in Vitro Curso Bovinos de Corte em Confinamento - Manejo e Gerenciamento Curso Prevenção e Controle de Doenças em Bovinos - Verminose Curso Casqueamento e Correção de Aprumos em Bovinos Curso Enquanto o Veterinário Não Chega - Atendimento a Bovinos Curso Como Fazer uma Estação de Monta Curso Melhoramento Genético de Gado de Corte Curso Técnicas para Produzir mais Bezerros Curso Avaliação e Tipificação de Carcaças Bovinas Curso Cruzamento Industrial Red Angus X Nelore Curso Produção de Novilho Superprecoce Curso Produção de Novilho Precoce Curso Criação de Touros Curso Cruzamento Industrial Limousin X Nelore Áreas Afins 30Gado de Leite 17Pastagens e Alimentação Animal 2Produção Orgânica de Leite Depoimentos dos Alunos Alunos de Sucesso Depoimentos Publicações TV Cursos CPT Artigos Notícias Dicas Cursos CPT Entretenimento Beirada de Fogão Melhores Filmes do Cinema Reflexões

Gir: gado dócil, resistente, de dupla aptidão

O Gir pode gerar produtos cruzados com diversas raças, com ótimos resultados

 O Gir é uma raça muito dócil e resistente

História e Cultura

 

O Gir surgiu na região de Gir, no Sul da Índia, em um território bastante hostil, habitado por animais selvagens, como os leões. Embora dócil, esse animal sobreviveu aos perigos da região, defendendo-se bravamente contra os leões, habitantes das florestas. Por isso, o animal tornou-se conhecido como boi-de-luta e, propositalmente, seus chifres passaram a se posicionar para baixo e para trás, o que facilitava sua batalha contra as feras.

 

Para muitos, considerada a raça zebuína mais antiga do mundo, o Gir, no Hinduísmo (religião indiana) é um animal sagrado. Para os indianos, esse gado sagrado era a própria representação da criação da Terra, o único que conseguia enquadrar seu crânio perfeitamente no“Ovo de Ouro”, no “Ovo de Brahma”(deus hindu).

 

Segundo Baer, de simples pequena esfera, o ovo vai tornar-se o corpo de um vertebrado, lembrando a música das galáxias que baila no mesmo ritmo. Já M. Caullery, deixa claro que “ex ovo omnia” (do ovo, tudo), ou seja, todos os seres derivam de um ovo, mesmo os vivíparos e o homem. Daí a importância do ovo para a cultura indiana bem como sua relação com a criação do mundo.

 

Segundo os hindus, Deus fez o mundo a partir de um ovo e esse ovo, por sua origem divina, era perfeito em suas linhas de beleza. Daí todas as manifestações que adotam o “Ovo de Ouro” como matriz geométrica serem sempre apontadas como de notável beleza e divindade. É o que ocorre com o Gir e seu belo e ovalado crânio. Por ser a manifestação do “Ovo de Brahma”, esse animal não só é belo como também divino para os que cultuam o Hinduísmo.

 

Na atualidade, o contato cada vez mais estreito entre brasileiros e indianos, vem tornando possível sua implementação bem mais acentuada do gado Gir em nosso país. E mais, com a importação de material genético, tanto sêmen como embriões, novas raças com ótima caracterização racial e excelente produção de leite serão incorporadas ao gado bovino brasileiro. E, por ser de dupla aptidão, o Gir promove sucesso dos pecuaristas, pois fornece carne e leite de qualidade.

 

Gir no Brasil

 

O Gir chegou ao Brasil em 1911, denominado por muitos como “boi de pagode”. Mas foi entre as décadas de 30 e 70 que manteve sua posição privilegiada, sendo a preferida dos pecuaristas, pois estes almejavam as raças puras indianas. Dessa forma, os animais passaram a atingir valores extremos no mercado da época. Tornou-se a “raça dos cafezais”, já que produzia leite e carne bem como ajudava na tração.

 

Na década de 50, pequenos criadores começaram a adquirir o Gir para melhorar sua vacas mestiças, principalmente para aprimorar a apitidão leiteira, atendendo o mercado da época. Com isso, perdeu sua posição no gado de corte, para ganhar posição no gado leiteiro. Daí surgiram algumas variedades da raça: chifrudo, mocho, leiteiro e branco.

 

Entretanto, foi na década de 90 que o Gir passou a ter a alcunha de gado de dupla aptidão. Assim, tornou-se novamente uma raça produtora de leite e carne. E essa variedade, Gir Mocho, ainda continua permeando o mercado nacional até os dias de hoje, atendendo à pecuária tanto de corte como a leiteira.

 

Atualmente, o Gir pode gerar produtos cruzados com diversas raças, com ótimos resultados. E, devido à evolução econômica do país, tornou-se também uma raça voltada para o mercado externo, pois promove um aumento no número de clientes, já que é voltada tanto para a produção de leite como para produção de carne. Não apenas isso, é uma raça resistente a diversos tipos de clima, pois se adapta facilmente tanto a regiões de sol intenso como a regiões de alta umidade.

 

Características Raciais

 

É um bovino de porte médio, com pelagem do corpo que varia do vermelho chitado ao rosilha claro. E pelagem da cabeça que varia do preto total ou parcial ao vermelho total ou parcial. Ou seja, em suma, apresenta em torno de doze cores reconhecidas.

 

Já o perfil da cabeça é ultra-convexo, com fronte larga, lisa e proeminente, com a marrafa bem jogada para trás. Nos machos, o chanfro é reto, médio e largo e, nas fêmeas, estreito e comprido. Os chifres são médios, grossos na base, saindo para baixo e para trás, de coloração escura. Os olhos são pretos ou de coloração escura, elípticos e laterais, protegidos por rugas. As orelhas são longas, finas e pendentes. Já as narinas são pretas e largas, dilatadas e afastadas.

 

Seu corpo é largo e comprido. Nos machos, o pescoço é médio e musculoso e, nas fêmeas, mais fino e comprido. Nos machos, a barbela é média indo até o umbigo e, nas fêmeas, é mais reduzida e macia. Seu peito é largo e saliente, com giba volumosa, implantada sobre a cernelha. Seu dorso e lombo são horizontais e largos. Já o tórax é profundo, com costelas arqueadas, bem separadas. Também possui flanco volumoso e profundo. Possui bainha, umbigo e prepúcio compridos, tem ancas largas e no mesmo nível do dorso. Sua garupa é levemente caída, com musculatura bem desenvolvida. Sua cauda é harmoniosa, de comprimento mediano, com vassoura preta. Seus membros anteriores são curtos, afastados, com bons aprumos. Nos machos, a bolsa escrotal é desenvolvida; já, nas fêmeas, a vulva é pigmentada de cor preta ou escura, bem desenvolvida. Ainda nas fêmeas, seu úbere é desenvolvido, com pele macia e firme. Já os cascos são escuros, médios e bem conformados. Os membros posteriores são curtos, com grande cobertura muscular, bem aprumados e afastados, com cascos semelhantes a dos membros anteriores.

 

Algumas Características Não Desejadas

 

- orelha dupla;

- lábio leporino;

- barbela exagerada;

- tórax pouco profundo;

- ventre pouco desenvolvido;

- ancas estreitas;

- prepúcio relaxado;

- garupas estreitas ou caídas;

- úbere e tetas pendulosos.

Pensando em você, cliente CPT, o Centro de Produções Técnicas disponibiliza gratuitamente um manual prático com curiosidades e características do gado zebu e suas principais raças: Nelore, Gir e Guzerá.

Portanto, não perca tempo!

 

Para outras informações, confira os cursos da área Bovinos.

Por Andréa Oliveira

 

 

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis Manual do Gado Zebu

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Cursos Relacionados

Curso Enquanto o Veterinário Não Chega - Atendimento a Bovinos Curso Enquanto o Veterinário Não Chega - Atendimento a Bovinos

Com Prof. Dr. Pacifico Antônio Diniz

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Bezerras de Raças Leiteiras  - Do Nascimento ao Desaleitamento Curso Bezerras de Raças Leiteiras - Do Nascimento ao Desaleitamento

Com Prof. Oriel Fajardo e Prof.ª Dra. Rosane Scatambu...

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Criação de Touros Curso Criação de Touros

Com Prof. Evandro Rigo

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Técnicas para Produzir mais Bezerros Curso Técnicas para Produzir mais Bezerros

Com Prof. Dr. Olavo Mendes

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Alimentação de Bovinos de Corte Curso Alimentação de Bovinos de Corte

Com Prof. Gilmar Ferreira

R$ 498,00 à vista ou em até 12x de R$ 41,50 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Outros artigos relacionados à área Gado de Corte

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade