WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Gado de corte: o que é preciso para a redução da idade ao abate?

A redução da idade ao abate melhora os índices de aproveitamento do rebanho de corte em até 25%

Gado de corte: o que é preciso para a redução da idade ao abate?

Somos um dos maiores produtores e distribuidores de carne bovina para os mercados interno e externo, além de sermos um dos maiores consumidores. São muitos os fatores que contribuem com o aumento da produtividade na pecuária nacional, como a redução da mortalidade e aumento da natalidade do rebanho; aumento do ganho de peso dos bovinos de corte; redução da idade ao abate; entre outros.

A redução da idade ao abate melhora os índices de aproveitamento do rebanho em até 25%. Tudo graças ao investimento em tecnologia, utilizada no melhoramento genético do rebanho, bem como nos manejos alimentar e sanitário dos animais.

O que é preciso para a redução da idade ao abate?


A redução da idade ao abate não pode comprometer a qualidade da carne, que deve atender aos requisitos do mercado, principalmente quanto ao peso. Para que um bovino com 24 meses siga para o frigorífico, ele deve pesar 460 kg. Além disso, o pecuarista deve otimizar a recria para alcançar melhores resultados, além de produzir mais arrobas com menores custos para que ela seja barata.

Quanto à terminação, ela deve ser mais intensiva, com a adoção dos sistemas de confinamento ou semiconfinamento. Para isso, o pecuarista deve realizar um bom manejo da pastagem junto a uma adequada suplementação concentrada. Afinal, o abate precoce dos bovinos depende de quanto peso o animal ganha por dia. Daí a necessidade de um bom manejo alimentar do rebanho de corte.

Quais os principais cuidados?


Para que o sistema intensivo surte melhores resultados, o pecuarista deve investir no melhoramento genético do rebanho. Entretanto, além de investir em cruzamentos com boa genética, ele deve se preocupar com os manejos alimentar e sanitário dos animais melhorados geneticamente.

Com o abate precoce do rebanho de corte, o pecuarista alcança uma bonificação em torno de 10%. Entretanto, é preciso investir na adequada alimentação dos bovinos. São vários os fatores que reduzem a idade ao abate, como a suplementação mineral e proteica a pasto, pastagens vigorosas e nutritivas, além do investimento em tecnologias de terminação intensiva (sistemas de confinamento e semiconfinamento).

Da mesma forma, o pecuarista precisa entender que para o abate precoce do novilho, é essencial planejamento, antes mesmo do nascimento do animal, com uma boa nutrição uterina. Quando uma vaca prenha é bem nutrida, o terneiro em seu ventre também é. Todos esses fatores devem ser considerados para o sucesso do abate precoce.

Conheça os Cursos CPT da Área Gado de Corte:

Terminação de Bovinos em Pasto

Bovinos de Corte em Confinamento - Manejo e Gerenciamento

Avaliação e Tipificação de Carcaças Bovinas

Fonte: revistaagropecuaria.com.br

Por Andréa Oliveira

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis Alimentação de Gado de Corte

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!