WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Fale com uma Especialista
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Fique atento à pneumonia em bezerros

Doença afeta o sistema respiratório dos animais e provoca perdas de produtividade

Bovinocultura - imagem ilustrativa

Olavo Mendes, professor do Curso CPT Técnicas para Produzir mais Bezerros, destaca que os bezerros representam o futuro da criação e, por conta disso, é preciso cuidar bem da saúde deles. No início ainda são frágeis e precisam de atenção redobrada para evitar que contraiam qualquer tipo de doença.

Responsável por afetar o sistema respiratório dos bezerros, a pneumonia é uma doença grave e que preocupa produtores pela queda na produtividade que ela provoca. Por provocarem problemas na respiração, a pneumonia acaba prejudicando o bem-estar dos animais, que passam a viver também estressados.

Como consequência, acabam comendo menos e sofrendo, também, com redução na eficiência do sistema imunológico, o que significa caminho aberto para que o animal desenvolva doenças secundárias. Além do prejuízo econômico de produtividade, bovinocultores acabam tendo que gastar dinheiro também com veterinário, medicamentos e manejo diferenciado para os animais doentes.

Principais causas

A pneumonia pode atingir apenas um pulmão, mas também pode atingir os dois. Dentre as principais causas, temos:

- Bacterianas, causadas pelas bactérias Pasteurella sp, Mycoplasma sp, e Streptococcus pneumoniae;
- Virais, provocadas pelo Herpesvírus tipo-1 ou pelo Vírus da Diarreia Viral Bovina;
- Verminótica, tendo o Dictyocaulus viviparus como agente causador;
- E também pode ser aspirativa, quando o animal aspira algo que não deveria ir para o trato respiratório, desencadeando uma reação no corpo para eliminar esse invasor.

O clima não é agente causador da doença, mas pode influenciar em sua ocorrência. Estudos apontam que há maior incidência de pneumonia quando o clima está frio e seco.

Sintomas

Cada animal pode apresentar sintomas diferentes de outros, mas, no geral, é mais recorrente a presença de secreção nasal, seja ela purulenta ou não, o aumento da frequência respiratória, dificuldade para respirar, mucosas arroxeadas, tosse seca, presença de sons respiratórios incomuns, perda de peso e de apetite, além de febre e apatia.

Diagnóstico

O médico veterinário avalia os sintomas, realiza exames físicos e solicita exames laboratoriais para diagnosticar o animal. Coleta-se material nasal para a confirmação do caso clínico. O diagnóstico preciso é fundamental para diferenciá-la da tristeza parasitária, que possui alguns sintomas semelhantes à pneumonia.

Prevenção

Para evitar que os animais sejam acometidos pela pneumonia, é necessário prover um reforço para seu sistema imunológico. Como dito anteriormente, os bezerros são animais mais jovens e que, consequentemente, não possuem um organismo com mecanismos de defesa 100% eficientes. Uma das formas de reforçá-lo é oferecendo um colostro de alta qualidade logo após o nascimento, pois, nele, a mãe transfere grande quantidade de anticorpos e de nutrientes necessários para o seu desenvolvimento.

 


Conheça os Cursos CPT da Área Bovinocultura:

Técnicas para Produzir Mais Bezerros
Cria de Bezerros de Corte
Recria de Bezerros de Corte

Fonte: Syntec – syntec.com.br
por Renato Rodrigues

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!