WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Fale com uma Especialista
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Boiada com vermes? Veja o que acontece!

As verminoses constituem um dos mais sérios e graves problemas com que se deparam os pecuaristas. A maioria dos animais não apresenta sintomas alarmantes, mostrando apenas uma pequena percentagem de mortes

Boiada com vermes? Veja o que acontece!   Artigos CPT

As verminoses constituem um dos mais sérios e graves problemas de ordem sanitária com que se deparam os pecuaristas. A maioria dos animais, geralmente, apresenta uma infecção subclínica, não apresentando sintomas alarmantes, mostrando apenas uma pequena percentagem de mortes.

Segundo Jackson Victor de Araújo, professor do Curso CPT Prevenção e Controle de Doenças em Bovinos - Verminose, "Os vermes parasitários levam o rebanho à debilidade, causando o retardamento do desenvolvimento dos animais em crescimento e determinando o declínio da produção, o que leva a uma baixa produtividade do rebanho, retardo à idade de produção (abate, produção leiteira e reprodução) e consequentemente, a elevadas perdas econômicas."

Os endoparasitas são os responsáveis por elevados prejuízos, haja visto que além de motivarem acentuada mortalidade, em especial entre animais jovens, os seus efeitos também se fazem presentes em exemplares em desenvolvimento, traduzindo-se por sensível atraso no crescimento e redução de sua capacidade produtiva (FORJAZ e SPROVIERI, 1978).

Esse problema é agravado, à medida que pioram as condições das pastagens, principalmente, na época da seca ou quando se verifica o aumento da concentração de animais em certas áreas, facilitando a infecção.

Os efeitos dos helmintos sobre os bovinos dependem da espécie e do grau de infestação, o qual por sua vez, depende de diversos fatores, como as condições climáticas, o solo, a vegetação, o tipo de exploração, a raça e a idade do animal e o tipo de pastagem. De forma geral, os parasitas afetam os bovinos, competindo com o animal por minerais e outros nutrientes, ocasionando emagrecimento, olhos lacrimejantes, papeira, barriga estufada, anemia, pelos arrepiados e sem brilho, pele seca, diarreias, edemas, falta de apetite; prejudica o crescimento e, dependendo da intensidade, pode levar à morte.

A verminose é particularmente violenta no começo e em meados do ano, quando as condições de umidade e de temperatura fazem com que alguns vermes se desenvolvam mais no verão, e outros, mais no inverno. Durante o desenvolvimento e depois que se tornam adultos, os vermes causam ferimentos e inflamações nos órgãos onde se instalam. De tempos em tempos, mudam de lugares alterando as estruturas dos órgãos, causando desequilíbrio no processo de digestão: os animais passam a não absorver os nutrientes, comprometendo, assim, o desenvolvimento.

As principais verminoses clinicamente identificadas causam distúrbios sérios que levam à diminuição no ganho, ou até perda de peso. Em alguns casos, onde há um alto grau de contaminação, o animal pode perder até 64 kg de seu peso vivo por ano, além de reduzir drasticamente a capacidade de resistência imunológica dos animais, o que os torna mais suscetíveis às doenças infecciosas.

Um pouco mais sobre o que encontrar no Curso CPT Prevenção e Controle de Doenças em Bovinos - Verminose? Assista ao vídeo!


 

Conheça os Cursos CPT da área Gado de Corte.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!