WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Galinhas no choco? Parou a produção de ovos? Saiba o que fazer

Durante o choco, ocorre uma falência do ovário e do oviduto, que regredirão, interrompendo a postura de ovos


Suas galinhas pararam de produzir por causa do choco? Podemos ajudar! Aliás, a primeira dicar para você é: o choco é uma condição fisiológica das aves caracterizado por uma alteração de sua rotina diária de alimentação e de comportamento.

O que isso quer dizer? Pois bem, vamos lá. Na prática, facilmente observamos que as galinhas no choco tentam bicar e amedrontar, pelo arrepio das penas e voz ameaçadora, quem se aproxima do ninho. Além disso, aves chocas passam a maior parte do dia no ninho sobre os ovos.

E por que o choco é tão prejudicial para os produtores?


Simples. “Durante o choco, ocorre uma falência do ovário e do oviduto, que regredirão, interrompendo a postura de ovos. Esta situação é indesejável numa produção semi-intensiva e intensiva”, explica Maria do Carmo Arenales, professora do Curso CPT Criação de Frango e Galinha Caipira.

Galinhas no choco? Parou a produção de ovos? Saiba o que fazer


E então, o que fazer? Como resolver a situação causada pelo choco?


Algumas medidas simples poderão ser tomadas para evitar o choco. São elas:
- impedir o pernoite das aves no ninho,
- colher os ovos várias vezes ao dia, para impedir o seu acúmulo,
- evitar a redução do fotoperíodo.

Fotoperíodo? O que é isso? O que tem a ver o fotoperíodo com o choco?


As aves possuem, no ventre e no peito, terminações nervosas que, em contato com os ovos, estimulam a síntese de prolactina, que, por sua vez, inibe a liberação de estrógenos. O hormônio estrógeno atua mantendo a atividade de postura. A redução do fotoperíodo também atua estimulando a síntese de prolactina.

Se, por um descuido qualquer, houver o aparecimento de choco, podemos utilizar alguns artifícios para interromper tal estado, como:


- isolamento das aves do ninho,
- durante 24 horas, por dois dias, fornecer ração e luz à vontade às galinhas;
- imersão da ave choca duas vezes, por alguns segundos em um balde com água fria.

Todos os métodos utilizados visam interromper através do medo a secreção dos hormônios responsáveis pela condição do choco.

Atenção!
Para alcançar todo o potencial de postura e consequentemente o tão desejado lucro, é importante esclarecer que você, avicultor, precisa de conhecimento. Afinal, muitos outros fatores também podem atrapalhar o sistema de produção das aves, como alimentação, manejo sanitário e corretas instalações, alinhados ao menor custo possível. Fazer cursos de capacitação é fundamental para o seu sucesso.

Gostou do assunto? Leia também a(s) matéria(s) a seguir:


- Devo alimentar galinhas com MANDIOCA?
- Bananeira na alimentação de galinhas? Como assim?


Conheça os Cursos CPT da área Avicultura.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!

Precisa de ajuda?