Galinha Caipira - correto manejo das poedeiras

O criador de galinha caipira, para um correto manejo da criação, deve saber que as aves de postura têm seu ciclo de vida dividido em duas fases, uma de crescimento e outra de produção

Galinha Caipira - correto manejo das poedeiras. Curso CPT Criação de Frango e Galinha Caipira
 

O criador de galinha caipira, para um correto manejo da criação, deve saber que as aves de postura têm seu ciclo de vida dividido em duas fases, uma de crescimento, que é o período que a ave leva para ser formada, e outra de produção, quando as aves já estão em postura, afirma Dr. Júlio Maria Ribeiro Pupa, professor do Curso a Distância CPT Galinhas Poedeiras - Produção e Comercialização de Ovos, em Livros+DVDs e Cursos Online. A fase de crescimento é dividida em várias etapas, que são:

- Período de cria, que vai de 1 a 6 semanas.
- Período de recria I, de 7 a 12 semanas.
- Período de recria II, de 13 a 16 semanas.
- E período de pré-postura, que vai de 17 a 20 semanas.

Pode-se, ainda, dividir a fase de crescimento em apenas duas etapas:
- Período de cria, que vai de 1 a 6 ou 8 semanas
- Período de recria, de 7 ou 9, a 18 ou 20 semanas.

Fases de cria e recria


Na fase de cria, há predominância do crescimento ósseo e muscular, enquanto que na fase de recria, seja a recria I ou a recria II, a ave começa a ganhar mais músculo e deposição de gordura, e o crescimento ósseo desacelera. A ave atinge 70% do peso adulto antes de chegar à décima terceira semana, quando a prioridade passa a ser o desenvolvimento das estruturas vitais para a reprodução, como o ovário e o oviduto.

Fase de pré-postura


Na fase de pré-postura, as poedeiras já estão com sua estrutura reprodutiva formada, mas ainda não produzem ovos de forma efetiva. Há criadores que consideram a chegada do período de postura quando 5% das aves começam a botar ovos.

Maturidade sexual das poedeiras comerciais


Nas poedeiras comerciais, a ave atinge sua maturidade sexual por volta da décima oitava semana, quando há manejo adequado. Isto pode ser observado com o crescimento das cristas e barbelas. Nove a dez semanas depois, elas atingem o pico de produção, quando pode chegar a uma taxa de postura de 90%, ou seja, de cada 100 aves, são coletados uma média de 90 ovos por dia.

Importância da uniformidade para a produção


A uniformidade do lote é fundamental para se obter uma produção economicamente viável, e tanto faz se as aves são superalimentadas ou estão subnutridas. Em ambos os casos, a falta de uniformidade acarretará um desempenho produtivo e reprodutivo debilitado.

Importância de se monitorar o crescimento


A eficiência produtiva é alcançada principalmente quando as aves têm seu crescimento monitorado. O que acontece comparando-se o crescimento apresentado com a curva de crescimento indicada nos manuais da linhagem. Isto é feito por amostragem: 5% a 10% de aves são pesadas e verifica-se se o peso da amostra está dentro da faixa padrão indicada. Se a média estiver mais pesada ou leve, as aves devem receber um manejo diferenciado, de acordo com o seu estado, até que estejam adequadas ao padrão estabelecido. Por exemplo, se o peso padrão de uma determinada linhagem, na sexta semana de vida, for de 470 g, isto significa que 10% deste peso será igual a 47 g. Assim, pelo menos 80% do lote deve apresentar peso dentro desta faixa, entre 423 g a 517 g.

Ciclo de Postura


O início do ciclo de postura varia de acordo com as condições do manejo, da incidência de doenças, e da época em que as galinhas nasceram e foram recriadas. Em geral, a postura começa por volta dos 130 a 140 dias, que correspondem de 18 a 20 semanas de idade. A produção vai aumentando rapidamente até o pico de postura, entre as vigésima oitava e trigésima segunda semanas. A partir daí, começa a decair de 5 a 8%, a cada 10 semanas, até o final do ciclo. Uma produção de ovos abaixo de 50% a 60%, que são cinco a seis ovos durante 10 dias de postura, significa um lote antieconômico, inviável de ser mantido. Certamente, neste caso, o produtor terá custos mais altos. Esta média de produção ocorre por volta de 72 semanas de idade.

Comportamento incubador ou choco


O choco é uma condição fisiológica das aves, caracterizado por uma alteração de sua rotina diária de alimentação, de comportamento, tentando bicar e amedrontar, pelo arrepio das penas e voz ameaçadora contra quem se aproxima de seus ninhos.

Comportamento das aves chocas


As aves chocas passam a maior parte do dia dentro do ninho, sobre os ovos. Durante o choco, ocorre uma falência do ovário e do oviduto, que regredirão até interromper a postura de ovos. Esta situação é indesejável em produções semi-intensiva e intensiva.

Como evitar o choco nas aves de postura


Algumas medidas simples podem ser tomadas para evitar o choco, tais como impedir o pernoite das aves no ninho, recolher os ovos várias vezes ao dia, para impedir o seu acúmulo, e evitar a redução do fotoperíodo. As aves possuem, no ventre e no peito, terminações nervosas que, em contato com os ovos, estimulam a síntese de prolactina, que, por sua vez, inibe a liberação de estrógenos. O estrógeno atua mantendo a atividade de postura. A redução do fotoperíodo também atua estimulando a síntese de prolactina.

Tanto a prolactina como o estrógeno são hormônios. Mas, enquanto a prolactina atua estimulando o choco, o estrógeno tem como função estimular a postura. Por isso, deve-se evitar que as aves permaneçam no ninho, pois o peito em contato com os ovos estimula a liberação de prolactina, que significa estimular o choco. E enquanto esta estimulação estiver acontecendo, a produção de estrógeno estará sendo inibida.

de recria I, de 7 a 12 semanas.
- Período de recria II, de 13 a 16 semanas.
- E período de pré-postura, que vai de 17 a 20 semanas.

Pode-se, ainda, dividir a fase de crescimento em apenas duas etapas:
- Período de cria, que vai de 1 a 6 ou 8 semanas
- Período de recria, de 7 ou 9, a 18 ou 20 semanas.

Quer saber mais sobre o Curso CPT? Dê play no vídeo abaixo:


 


Fases de cria e recria


Na fase de cria, há predominância do crescimento ósseo e muscular, enquanto que na fase de recria, seja a recria I ou a recria II, a ave começa a ganhar mais músculo e deposição de gordura, e o crescimento ósseo desacelera. A ave atinge 70% do peso adulto antes de chegar à décima terceira semana, quando a prioridade passa a ser o desenvolvimento das estruturas vitais para a reprodução, como o ovário e o oviduto.

Fase de pré-postura


Na fase de pré-postura, as poedeiras já estão com sua estrutura reprodutiva formada, mas ainda não produzem ovos de forma efetiva. Há criadores que consideram a chegada do período de postura quando 5% das aves começam a botar ovos.

Maturidade sexual das poedeiras comerciais


Nas poedeiras comerciais, a ave atinge sua maturidade sexual por volta da décima oitava semana, quando há manejo adequado. Isto pode ser observado com o crescimento das cristas e barbelas. Nove a dez semanas depois, elas atingem o pico de produção, quando pode chegar a uma taxa de postura de 90%, ou seja, de cada 100 aves, são coletados uma média de 90 ovos por dia.

Importância da uniformidade para a produção


A uniformidade do lote é fundamental para se obter uma produção economicamente viável, e tanto faz se as aves são superalimentadas ou estão subnutridas. Em ambos os casos, a falta de uniformidade acarretará um desempenho produtivo e reprodutivo debilitado.

Importância de se monitorar o crescimento


A eficiência produtiva é alcançada principalmente quando as aves têm seu crescimento monitorado. O que acontece comparando-se o crescimento apresentado com a curva de crescimento indicada nos manuais da linhagem. Isto é feito por amostragem: 5% a 10% de aves são pesadas e verifica-se se o peso da amostra está dentro da faixa padrão indicada. Se a média estiver mais pesada ou leve, as aves devem receber um manejo diferenciado, de acordo com o seu estado, até que estejam adequadas ao padrão estabelecido. Por exemplo, se o peso padrão de uma determinada linhagem, na sexta semana de vida, for de 470 g, isto significa que 10% deste peso será igual a 47 g. Assim, pelo menos 80% do lote deve apresentar peso dentro desta faixa, entre 423 g a 517 g.

Ciclo de Postura


O início do ciclo de postura varia de acordo com as condições do manejo, da incidência de doenças, e da época em que as galinhas nasceram e foram recriadas. Em geral, a postura começa por volta dos 130 a 140 dias, que correspondem de 18 a 20 semanas de idade. A produção vai aumentando rapidamente até o pico de postura, entre as vigésima oitava e trigésima segunda semanas. A partir daí, começa a decair de 5 a 8%, a cada 10 semanas, até o final do ciclo. Uma produção de ovos abaixo de 50% a 60%, que são cinco a seis ovos durante 10 dias de postura, significa um lote antieconômico, inviável de ser mantido. Certamente, neste caso, o produtor terá custos mais altos. Esta média de produção ocorre por volta de 72 semanas de idade.

Comportamento incubador ou choco


O choco é uma condição fisiológica das aves, caracterizado por uma alteração de sua rotina diária de alimentação, de comportamento, tentando bicar e amedrontar, pelo arrepio das penas e voz ameaçadora contra quem se aproxima de seus ninhos.

Comportamento das aves chocas


As aves chocas passam a maior parte do dia dentro do ninho, sobre os ovos. Durante o choco, ocorre uma falência do ovário e do oviduto, que regredirão até interromper a postura de ovos. Esta situação é indesejável em produções semi-intensiva e intensiva.

Como evitar o choco nas aves de postura


Algumas medidas simples podem ser tomadas para evitar o choco, tais como impedir o pernoite das aves no ninho, recolher os ovos várias vezes ao dia, para impedir o seu acúmulo, e evitar a redução do fotoperíodo. As aves possuem, no ventre e no peito, terminações nervosas que, em contato com os ovos, estimulam a síntese de prolactina, que, por sua vez, inibe a liberação de estrógenos. O estrógeno atua mantendo a atividade de postura. A redução do fotoperíodo também atua estimulando a síntese de prolactina.

Tanto a prolactina como o estrógeno são hormônios. Mas, enquanto a prolactina atua estimulando o choco, o estrógeno tem como função estimular a postura. Por isso, deve-se evitar que as aves permaneçam no ninho, pois o peito em contato com os ovos estimula a liberação de prolactina, que significa estimular o choco. E enquanto esta estimulação estiver acontecendo, a produção de estrógeno estará sendo inibida.

Aprimore seus conhecimentos. Leia as matérias CPT abaixo:


- Frangas poedeiras: como selecionar?
Ovoscopia: você sabe o que é?

Conheça os Cursos a Distância CPT, em Livros+DVDS e Cursos Online, da área Avicultura entre eles o Curso CPT Criação de Frango e Galinha Caipira.

Por Silvana Teixeira.

 

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis Manual sobre as Principais Raças de Galinha com fim Comercial

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Cursos Relacionados

Curso Criação de Frango e Galinha Caipira Curso Criação de Frango e Galinha Caipira

Com Prof. Dr. Luiz Albino

R$ 475,00 à vista ou em até 12x de R$ 39,58 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Criação Orgânica de Frangos de Corte e Aves de Postura Curso Criação Orgânica de Frangos de Corte e Aves de Postura

Com Prof.ª Arenales

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Galinhas Poedeiras - Produção e Comercialização de Ovos Curso Galinhas Poedeiras - Produção e Comercialização de Ovos

Com Prof. Dr. Júlio Puppa

R$ 475,00 à vista ou em até 12x de R$ 39,58 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Luiz Adriani Marques da Trindade

17 de ago de 2017

Gostaria de saber qual a melhor raça de galinha caipira para postura? Sou de São Luiz Gonzaga , RS!

Resposta do Portal Cursos CPT

17 de ago de 2017

Olá, Luiz.

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Esse outro artigo poderá te ajudar. Confira clicando no link.

Atenciosamente, 

Renato Rodrigues.

João José Correa Camara

23 de out de 2016

Qual é o tempo de postura das galinhas caipiras, e tambem o tempo de vida útil das mesmas, tenho galinhas com 6 anos e poem raramente,

Resposta do Portal Cursos CPT

24 de out de 2016

Olá João José,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Uma galinha poedeira começa a postura aos 120 dias de vida e permanece botando até os 20 meses, depois disso, o destino delas é o abate. 

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Danilo Carlos Almeida Santos

8 de jun de 2015

Estou iniciando uma criação de Gigante Negro de Jessy gostaria de mais informações alimentação, vacinas etc. E depois de quanto tempo posso abater - minha criação será galinhas caipira???

Resposta do Portal Cursos CPT

8 de jun de 2015

Olá, Danilo!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. O abate pode ser feito entre 80 a 90 dias.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

getulio de santana oliveira

12 de nov de 2014

Quais os procedimento para iniciar uma criação de galinha caipira no estado do Piauí

Resposta do Portal Cursos CPT

13 de nov de 2014

Olá, Getúlio!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Para mais informações os seguintes artigos podem lhe auxiliar: Frango e Galinha Caipira - saiba tudo sobre o vazio sanitário; Galinha caipira - aprenda sobre controle de doenças das aves criadas no chão; Galinha caipira - correto manejo das poedeiras;

Atenciosmente,

Ana Carolina dos Santos

Outros artigos relacionados à área Avicultura

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade