WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Conheça nossos Cursos Profissionalizantes (combos) com 40% de DESCONTO

Frango de corte - atordoamento elétrico e por CO2 utilizados no abate

Frango de corte - atordoamento elétrico e por CO2 utilizados no abate

 

O atordoamento pré-abate é uma das primeiras etapas do processamento avícola e ocorre de maneira extremamente rápida (alguns segundos apenas). Entretanto, não diminui a sua significância, no importante contexto da qualidade do processo, e a sua prática já era comum antes mesmo de tornar-se um requerimento legal.

Benefícios do atordoamento

O atordoamento é uma parte do processamento que pode reduzir o dano nas carcaças das aves e melhora o tratamento dado às mesmas. Além da questão do bem-estar dos animais, existem muitas outras razões para se usar o atordoamento, principalmente para se obter carne de melhor qualidade. O atordoamento deixa a ave inconsciente evitando o pânico e a tensão relacionada com o processo de sacrifício e morte. Esse pânico e tensão podem causar escoriações que danificam e depreciam a carcaça, e um ritmo cardíaco que resultaria em uma sangria deficiente.

1. Atordoamento elétrico

Ao realizar o método de atordoamento elétrico de maneira adequada, as aves adquirem, pelo efeito da passagem da corrente pelo sistema nervoso, a partir do cérebro, um estado de inconsciência à dor do corte da sangria, enquanto apresentam uma postura física bem característica e uniforme - pescoço arqueado, asas coladas ao corpo e dedos das patas distendidos – facilitando e tornando mais seguro o acesso dos sangradores, para execução da sangria manual, ou assegurando uniformidade no posicionamento de entrada e percurso no sangrador automático, pela postura não somente uniforme, mas estática.

Fatores que afetam a qualidade do atordoamento elétrico

A qualidade do atordoamento, entendido como a passagem preferencial da corrente pelo cérebro, é afetada por:

- Desuniformidade de tamanho nos e dos lotes. Influenciando a resistência corpórea das aves, o contato das cabeças com a água e a contínua necessidade de ajustes na altura do equipamento;

- Constituição física das aves, que gera, por exemplo, diferença na espessura dos ossos dos crânios e das escamas que recobrem as patas, aumentando a resistência;

- As diferentes resistências dos músculos e órgãos internos;

- Condição em que chegam ao abatedouro (aves molhadas de chuva perdem em eficiência de atordoamento, pois a corrente percorre preferencialmente a superfície úmida das penas).

Estes fatores acabam tornando extremamente difíceis, senão impossível, garantir o trajeto da eletricidade pelo corpo das aves, em intensidade e caminho adequados, assegurando o correto atordoamento das mesmas.

Problemas que podem ocorrer na carcaça devido ao atordoamento elétrico

Podemos dizer que são três os fatores que contribuem para os problemas de qualidade de carcaça que ocorrem durante o atordoamento: anatômicos, humanos e técnicos.

Anatômicos: é de se esperar que no momento do atordoamento ocorram hemorragias na carne.

Humanos: mau gerenciamento e execução do processo pelos responsáveis pela operação.

Técnicos: cálculo ineficiente ou inexistente do tempo de choque, fazendo-se o uso de atordoadores únicos.

2. Atordoamento com CO2

Uma das mais recentes inovações é a utilização do atordoamento a gás no abate de frangos, tendo como agente o CO2. O CO2 é um gás anestesiante e faz com que rapidamente as aves caiam inconscientes, relaxando seus músculos, beneficiando diretamente a qualidade e o rendimento do processo e zelando pelo bem estar das mesmas.

O método utilizado no Brasil de atordoamento com CO2

A tecnologia desenvolvida no Brasil para o atordoamento gasoso difere de outros países, por três aspectos fundamentais: utiliza apenas o CO2, atordoa profundamente as aves sem matá-las, e é feito com as aves penduradas na linha. O processo se dá pouco após a pendura na nória. Estas, então, passam através de um túnel, cuja extensão e concentração do gás em seu interior variam em função das características de cada processo. A perda de consciência das aves deve ser gradual, acompanhando o avanço da linha, como forma de evitar que o efeito aversivo do gás cause sufocamento, gerando um intenso debater-se, o que traria prejuízo à qualidade das asas e suas articulações com os músculos do peito, como fraturas, hematomas e hemorragias.

Benefícios do atordoamento com CO2

- Por ser um processo de anestesia, elimina as intensas contrações musculares, preservando totalmente a qualidade dos músculos peitorais, que permanecem livres de sanguinolência, após a desossa, evitando perdas.

- Espera-se um maior volume de sangue escoado das carcaças atordoadas com CO2. Esse aumento do volume beneficia não somente o lado econômico do processo, com o aumento de recuperação na unidade de subprodutos, mas a qualidade das carcaças e partes, pela diminuição do residual de sangue e coloração mais claras nestas.

- Outro benefício é a maciez da carne de peito.

- O processo é facilmente gerenciável, pois o controle do comportamento das aves e da atmosfera é feito, respectivamente, de forma visual e por varredura automática contínua, traduzida em um painel de instrumento de leitura e acesso fáceis.

Aprimore seus conhecimentos acessando os Cursos CPT, da área Avicultura, entre eles o Curso Como Montar e Operar um Pequeno Abatedouro de Frangos, elaborados pelo Centro de Produções Técnicas.

Por  Silvana Teixeira

Saiba mais sobre o assunto, acessando os artigos abaixo:

Frango de corte - estratégias para conquistar o mercado consumidor

Frango de corte - 8 dúvidas sobre produção, abate e comercialização de carne

Frango de corte - tratamento de resíduos nos abatedouros

Frango de corte - 3 dicas de gerenciamento e operação de abatedouro

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!