Criação de patos: alimentação, reprodução, postura e instalações

Além das inúmeras aptidões, os patos são bastante resistentes e adaptáveis a todo tipo de clima, mas requerem grande quantidade de alimentos e vermifugação bianual

Criação de patos: alimentação, reprodução, postura e instalações.

 

A origem do pato remonta a América do Sul, onde ainda pode ser encontrado em estado selvagem. Esta ave disseminou-se pelo mundo, por volta de 1150, por meio dos colonizadores, e hoje pode ser encontrado em todos os lugares do mundo. As variedades de pato mais comuns são a branca, a preta, a azulega, ou ainda as mescladas com as três cores, originadas entre os cruzamentos entre as raças. Um único macho pode acasalar com inúmeras fêmeas.

Atualmente, muitos patos são criados para produção de carne e de ovos, outros para produção de penas e plumas, para confeccionar travesseiros. Além das inúmeras aptidões, os patos são bastante resistentes e adaptáveis a todo tipo de clima. Entretanto, requerem grande quantidade de alimentos, pois são muito famintos.

Embora tenham grande resistência física, os patos são susceptíveis a doenças, principalmente a verminoses. Daí a necessidade de vacinação e vermifugação bianual das aves.

No Brasil, as raças de pato preferidas pelos avicultores são a caipira, a Moscovy e a Gigante Alemão. Já os patos selvagens, nativos da fauna brasileira, como o Moschata e o Putrião requerem o registro do Ibama, para que o criador inicie sua criação.

Muito apreciada pelos consumidores brasileiros, a carne de pato, além de conter vitaminas A, B3 e C, contém minerais, como Cálcio, Selênio e Ferro. Já os ovos de pata contêm nutrientes bastante benéficos para o organismo humano, como carotenoides, albumina e vitamina B12, atuando na visão, no cérebro e nos músculos.

Valor nutricional em 100 g de carne de pato:

Calorias: 159 Kcal ;
Lipídios: 8,2 g;
Proteínas: 21,4 g;
Cálcio: 10 mg;
Sódio: 74 mg;
Ferro 2,3 mg;
Fósforo: 240 mg;
Potássio: 271 mg.

Valor nutricional em um ovo (144 g):

Calorias: 175 Kcal;
Carboidratos: 1,2 g;
Proteínas: 12,6 g;
Vitamina A: 650 UI ;
Vitamina B12: 5,1 mcg;
Vitamina B5: 1,8 mg;
Vitamina E: 1,3 mg ;
Cálcio: 60,0 mg;
Sódio: 138 mg ;
Ferro: 3,6 mg;
Fósforo: 208 mg ;
Magnésio: 16,0 mg;
Selênio: 36.9 mcg;
Potássio: 210 mg.

Alimentação dos patos

Para que os patos ganhem peso e cresçam saudáveis, inicialmente deve-se ministrar a ração peletizada (patinhos de 14 dias). Dos 15 aos 35 dias de vida, poderá ser fornecida aos patos a ração comercial de crescimento. Já dos 35 ao abate, o avicultor poderá oferecer a ração de engorda.

Se possível, também ministrar a ração especial, formulada especialmente para o consumo dos patos. E um detalhe importantíssimo: os comedouros devem estar sempre abastecidos com ração. Só retirá-la 8 horas antes do abate da ave.

Seguindo esses procedimentos, após 60 dias de vida, os patos chegam aos 4,5 kg.

Observação: O avicultor deverá fornecer aos patos água à vontade, fresca e de boa qualidade.

Em geral, o acasalamento entre os machos e as fêmeas ocorre de forma autônoma no plantel.

Em geral, o acasalamento entre os machos e as fêmeas ocorre de forma autônoma no plantel.

Reprodução do plantel

Após a reprodução, o período de incubação dos ovos da pata dura em em torno de 30 dias. Após os 15 dias de vida, os patinhos devem ser vacinados e vermifugados, para preveni-los de doenças e principalmente verminoses, muito comum entre os patos.

Quanto ao acasalamento entre machos e fêmeas, isso ocorre de forma autônoma, por isso, na época de reprodução, as aves devem ser criadas soltas, para estimular a sua reprodução. Além disso, quando criados livremente os patos, grandes glutões, alimentam-se bem, gerando, assim, filhotes mais fortes e com bom ganho de peso para a venda.

Após 2 meses de nascimento, os patinhos são separados entre fêmeas (postura) e machos (reprodutores), recebendo vacinas contra a doença Newcastle. O retante do plantel é destinado para o consumo, vendidos vivos ou abatidos. Nesta idade, os patos alcançam de 2,5 a 3 kg, após o abate e o preparo da carne.

Postura das patas

Da postura anual das patas, surgem de 60 a 100 ovos. Entretanto, na Primavera, a postura aumenta, período em que as patas botam de 15 a 20 ovos. Como já dissemos, a incubação dos ovos ocorre em 30 dias, quando nascem os patinhos. Estes, ao nascerem, devem ser transferidos para as criadeiras e permanecer nelas por 30 dias.

Instalações da criação

Para a criação de patos, é necessário um galpão em torno de 10 m de largura por 20 a 200 m de comprimento. Tudo depende da quantidade de aves por m². Quanto à altura dos galpões, são necessários 4 m, em regiões com clima quente, e 3 m, se o clima for ameno.

Da mesma forma, deve-se ter cuidado em relação à posição do galpão para evitar o excesso de exposição das aves ao sol, o que poderá causar a morte dos patos. Por isso, o galpão deverá possuir uma área constantemente sombreada, para o conforto das aves.

Por Andréa Oliveira.

Fontes: Meio Século de Aprendizagens, Aves Ipeuna, Novo Negócio e USDA National Nutrient Database for Standard Reference.

A origem do pato remonta a América do Sul, onde ainda pode ser encontrado em estado selvagem.

A origem do pato remonta a América do Sul, onde ainda pode ser encontrado em estado selvagem.

Conheça mais sobre criação de aves, acessando os Cursos CPT, da área Avicultura.

Entre os cursos, destacam-se:

Curso CPT Criação de Marrecos

Curso CPT Codornas - Iniciando a Criação

Curso CPT Codornas - Recria e Reprodução

Curso CPT Criação de Frango e Galinha Caipira

Cursos Relacionados

Curso Criação de Frango e Galinha Caipira Curso Criação de Frango e Galinha Caipira

Com Prof. Dr. Luiz Albino

R$ 475,00 à vista ou em até 12x de R$ 39,58 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Codornas - Iniciando a Criação Curso Codornas - Iniciando a Criação

Com Prof. Dr. Joji Ariki e Prof.ª Dr.ª Vera Moraes

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Codornas - Recria e Reprodução Curso Codornas - Recria e Reprodução

Com Prof. Dr. Joji Ariki e Prof.ª Dr.ª Vera Moraes

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Criação de Marrecos Curso Criação de Marrecos

Com Prof. Dr. Dálcio de Andrade

R$ 365,00 à vista ou em até 12x de R$ 30,42 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Galinhas Poedeiras - Produção e Comercialização de Ovos Curso Galinhas Poedeiras - Produção e Comercialização de Ovos

Com Prof. Dr. Júlio Puppa

R$ 475,00 à vista ou em até 12x de R$ 39,58 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Como Montar e Operar um  Pequeno Abatedouro de Frangos Curso Como Montar e Operar um Pequeno Abatedouro de Frangos

Com Prof. Dr. Luiz Albino

R$ 468,00 à vista ou em até 12x de R$ 39,00 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Carolina Frota

16 de abr de 2019

Olá, moro na Flórida e na frente do meu apartamento tem um lago, o de encontrei um patinho de 1 ou 2 dias desesperado sozinho, procurei a mãe e nada... resolvi ficar com ele até crescer mais e saber se defender, ele está dormindo numa caixinha, comendo ração, está muito apegado a humanos, ele está com 6 dias , quando posso colocá-lo novamente no seu habitat e se ele não vai sofrer com a diferença de vida...

Resposta do Portal Cursos CPT

16 de abr de 2019

Olá Carolina,

Agradecemos a visita e comentário em nosso site. Para mais informações sugerimos que você consulte um médico veterinário.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

 

Carlos Lopes

6 de abr de 2019

Olá. Comprei uns patos à cerca de 1 ano mas ainda não puseram ovos. É normal? A partir de que idade é que põe? Obrigado

Resposta do Portal Cursos CPT

8 de abr de 2019

Olá Carlos,

Agradecemos a visita e comentário em nosso site. Elas começam a botar entre 5 e 7 meses.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

 

Neilo francisco pedro

28 de jan de 2019

Gostaria de aperfeiçoar uma pequena criação de patos que temos em nosso sitio, poderiam enviar como começar uma instalação propria para patos e tamanho dos ninhos, altura dos ninhos, quantos patos para cada patas, quanto de agua e profundidase oara elea nadarwm

Resposta do Portal Cursos CPT

28 de jan de 2019

Olá Neilo,

Agradecemos a visita e comentário em nosso site. Nossas consultoras entrarão em contato para mais informações.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

Leonidas

7 de jan de 2019

Boa noite! Gostaria de saber qual medicamento p verminose posso fornecer aos patos?

Resposta do Portal Cursos CPT

8 de jan de 2019

Olá Leonidas,

Agradecemos a visita e comentário em nosso site.

Sugerimos que consulte um médico veterinário.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

Carlos Alberto Rodrigues

7 de dez de 2018

com quantos dias ou kilos devemos abater o pato! ou é por mes!

Resposta do Portal Cursos CPT

7 de dez de 2018

Olá Carlos,

Agradecemos a visita e comentário em nosso site.

Você pode consumi-lo a partir de 100, 120 dias.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

Keila Cristina Santana Barreto

28 de nov de 2018

Olá. Todas as espécies de pato que você citou aqui são apropriados para a culinária?

Resposta do Portal Cursos CPT

29 de nov de 2018

Olá Keila,

Agradecemos a visita e comentário em nosso site.

O mais utilizado é o caipira.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

Marlene Theofilo

28 de out de 2018

Bom dia, Queria fazer uma pergunta: tenho uma pata que não quer sair do ninho, não tem ovos no lugar. Ela sai poucas vezes para comer, tomar banho e defecar e volta correndo para o ninho. Parece que a "crista" que era bem vermelha agora esta mais rosa. Tem sugestão para como ligar com este problema?

Resposta do Portal Cursos CPT

29 de out de 2018

Olá Marlene,

Agradecemos a visita e comentário em nosso site.

O ideal seria consultar um médico veterinário, para ele ver o que está acontecendo.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

Castro Abel Germinal

27 de ago de 2018

Sou criador de de patos, os chamados "pato mudo" e vivo longe de agentes especializados. Possuir vosso boletim informativo é o meu desejo. Bem haja

Resposta do Portal Cursos CPT

27 de ago de 2018

Olá Castro,

Agradecemos a visita e comentário em nosso site.

Casdastramos seu e-mail para receber nosso boletim informativo.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

Jorge Jordão

9 de jul de 2018

Bom dia! Gostei muito pela orientação de como cuidar de patos. Gostaria de saber se para alem da ração convencional posso dar outro tipo de alimentos?

Resposta do Portal Cursos CPT

10 de jul de 2018

Olá Jorge,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. A alimentação é diversificada. Além de ração balanceada, que colabora para o desenvolvimento, verduras e hortaliças complementam as refeições diárias. É recomendada ração de engorda às aves destinadas a abate e postura, na fase adulta, para aumentar a produção de ovos.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

Afonso Marrengula

1 de jul de 2018

Comprei um casal em abril a fêmea e em Maio o macho mas ainda não bota ovos e o macho vinha acasalando normalmente aonde o comprei chegado em minha campoera ja não tem o mesmo desempenho. Será por causa do inverno?

Resposta do Portal Cursos CPT

2 de jul de 2018

Olá Afonso,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Recomendamos que leve seus animais ao veterinário para que possa avaliar o que está acontecendo.

Para mais informações sobre patos cadastramos seu e-mail para receber nosso boletim informativo.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

Outros artigos relacionados à área Avicultura

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade