Raças de canários de porte com penas frisadas

Os canários de porte com penas frisadas surgiram de inúmeros cruzamentos para aprimorar as características já existentes na ave, seguindo um padrão específico da raça

Raças de canários de porte com penas frisadas

 

Os canários de porte com penas frisadas surgiram de inúmeros cruzamentos para aprimorar as características já existentes na ave. Desses cruzamentos, surgiram o padrão da raça de plumagem frisada. Entretanto, esse grupo não possui subgrupos como os canários de plumagem lisa, pois são considerados como um todo. O que importa é principalmente o porte da ave.

CANÁRIO FRISADO PARISIENSE

O Canário Frisado Parisiense tem sua origem na França (Paris) e pode alcançar 18 cm, do bico até a ponta da cauda. Suas asas são longas e assentadas sobre o dorso, sem se cruzarem. No final do corpo, os “chorões” caem simetricamente para os dois lados. Suas pernas são grandes e fortes, com canelas grossas e unhas longas. Já as coxas são cobertas de plumas, frisadas ou lisas. Quanto à plumagem, esta é simétrica e volumosa, podendo ser sedosa, comum e dura. Enfim, sua forma é harmoniosa, esbelta e delicada.

CANÁRIO FRISADO DO NORTE

O Canário Frisado do Norte tem sua origem no Norte da França e pode chegar de 17 a 18 cm, medido em toda sua extremidade. A cabeça e o pescoço são lisos. O bico é grande, se comparado à cabeça que é pequena, mas os olhos são centrados. Esse canário possui o ventre liso, assim como as asas. Sua cauda é longa e compacta, acompanhando a linha do dorso com pontas das retrizes alinhadas. Possui friso do peito duplo, já o manto é dividido por linhas no centro das costas caindo sobre o dorso em simetria. Quanto aos fachos, estes partem da lateral, junto às pernas, e se curvam para cima, envolvendo as asas.

CANÁRIO FRISADO DO SUL

O Canário Frisado do Sul tem sua origem no Sul da França e seu tamanho pode variar de 16 a 17 cm. Seu bico é grande, em proporção à cabeça que é pequena, mas os olhos são centrados. Em harmonia com a cabeça, o pescoço é longo e fino fazendo um ângulo de 90° na parte superior. Possui ventre liso e seu peito forma cestinhos na parte superior. O manto é dividido por linhas no centro das costas, caindo sobre o dorso em simetria. Os fachos partem da região das pernas e se elevam em curvas, envolvendo a parte inferior das asas. Estas são longas e aderentes ao dorso, mas não se cruzam. A cauda é longa e fina prolongada na linha do dorso. Sua plumagem é bela e volumosa.

CANÁRIO FRISADO SUÍÇO

O Canário Frisado Suíço tem sua origem na Suíça e seu tamanho pode chegar aos 16 cm. Possui bico e olhos bem posicionados, sendo o bico proporcional à cabeça que é pequena. Seu peito forma um cestinho, com penas viradas para o centro, separado dos fachos. O manto divide-se, simetricamente, descendo ao dorso até cobrir parte das asas. Já a cauda é estreita e longa passando por baixo do poleiro. Possui pernas, coxas e canelas alinhadas, porém com um certo inclinamento em relação ao poleiro. Seus frisos são encontrados no manto, no peito e nos fachos.

CANÁRIO GIBBER ITALICUS

O Canário Gibber Italicus tem sua origem na Itália. É um canário pequeno, com 15 cm de comprimento, apesar de aparentar ser menor. Possui bico grande, em proporção à cabeça que é pequena, mas os olhos são bem centrados, com círculo implume em volta. O manto não cobre os ombros, pois além de simétrico, é curto. Possui asas longas e aderentes ao dorso. Sua cauda é longa e, muitas vezes, serve como terceiro apoio. Os fachos são curtos, voltados para cima, envolvendo as asas na altura das grandes penas. Sua postura tem forma de “ 7 “. No peito, os frisos são curtos e voltados para o centro. Sua plumagem pode ser de todas as cores, inclusive de fundo vermelho.

CANÁRIO PADOVANO

O Canário Padovano tem sua origem na Itália. É um canário grande, superior a 17 cm. Possui um topete circular volumoso, que cobre parte dos olhos, do bico e da nuca, com pontas levantadas. Este pode apresentar as cores lipocrômica, grisalha ou melânica. Possui pescoço com um ornado circular. O dorso é formado por penas que crescem nas trilhas dorsais, seguindo uma linha longitudinal. No peito, as penas ventrais são voltadas para o centro, formando os cestinhos característicos dos frisados. Os fachos crescem sob as asas, circulando-as. Estas são longas e se tocam nas extremidades, assentadas no dorso. Possui ventre frisado em contornos leves. Pode apresentar as mais variadas cores na plumagem, inclusive a de fundo vermelho.

CANÁRIO GIBOSO ESPANHOL

O Canário Giboso Espanhol tem sua origem na Espanha e pode chegar aos 17 cm. Possui bico e olhos grandes, cabeça pequena, pescoço longo e fino, ombros estreitos e esterno do peito aparente. Seus frisos estão localizados no manto, no peito e nos fachos, pouco volumosos. Sendo o manto e os fachos curtos e simétricos. Sua cauda muitas vezes serve de apoio. Suas coxas e canelas são grandes e longas, sendo as coxas quase sem penas. As asas se aderem ao dorso, separando-se das extremidades quando o pássaro esta ereto. Seu corpo afunila dos ombros à cauda.

CANÁRIO FIORINO

O Canário Fiorino tem sua origem na Itália (Florença) e pode chegar aos 13,5 cm. Sua cabeça possui tamanho médio, com o pescoço liso, robusto e definido. Há exemplares com ou sem topete. Os olhos são próximos ao bico, que é forte e curto. A forma do pássaro se dá pelos frisos no peito, no manto e nos fachos. O peito é normal, formando cestinhos na parte superior. Já o manto é dividido por uma linha, caindo sobre os ombros e as asas simetricamente. Os fachos são grandes e envolvem as asas. O ventre é liso e a cauda compacta e curta. As são coxas emplumadas e aparentes, com canelas pouco fletidas. Sua plumagem é sedosa e compacta, sem frisos.

Por Andréa Oliveira.

Fontes: Uno Natal e RCI Canaril.

Conheça mais sobre aves exóticas e silvestres, acessando os Cursos CPT, da área Aves Exóticas, elaborados pelo Centro de Produções Técnicas.

Entre eles, destacam-se:

Curso CPT Criação Comercial de Canários de Cor e Porte

Curso cpt Criação Comercial de Canário da Terra (Chapinha)

Curso CPT Os Segredos da Criação e Comercialização de Agapornis

Curso CPT Criação de Periquitos Australianos

Cursos Relacionados

Curso Criação Comercial de Canário da Terra (Chapinha) Curso Criação Comercial de Canário da Terra (Chapinha)

Com Prof. Paulo Augusto

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Criação Comercial de Canários de Cor e Porte Curso Criação Comercial de Canários de Cor e Porte

Com Prof. Fábio Hosken

R$ 298,00 à vista ou em até 12x de R$ 24,83 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Os Segredos da Criação e Comercialização de Agapornis Curso Os Segredos da Criação e Comercialização de Agapornis

Com Prof. Paul Richard

R$ 298,00 à vista ou em até 12x de R$ 24,83 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

CARLOS

15 de out de 2018

GOSTARIA DE SABER PREÇO E QUAIS TIPOS DE CANARIOS QUE VOCE TEM

Resposta do Portal Cursos CPT

16 de out de 2018

OLá Carlos,

Agradecemos a visita e comentário em nosso site. Apenas oferecemos os cursos, não realizamos venda de passaros.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

Danilo Félix da silva

3 de jan de 2017

Legal Essa é ajuda de curso

Resposta do Portal Cursos CPT

3 de jan de 2017

Olá Danilo,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Nossas consultoras entrarão em contato com mais informações.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Outros artigos relacionados à área Aves Exóticas

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade