WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Dia do Cliente

Técnicas de pintura a óleo sobre tela

Antes de se fazer uma bela pintura a óleo sobre tela, o artista deve conhecer todas as técnicas para que o resultado seja o desejado

Técnicas de pintura a óleo sobre tela

 

Antes de se fazer uma bela pintura a óleo sobre tela, o artista deve conhecer todas as técnicas para que o resultado seja o desejado. Deve-se fazer um esboço daquilo que se planeja expressar no quadro. Para isso, pode-se usar lápis HB, 2B ou carvão. Se for utilizado o carvão, é preciso que o pintor tenha um cuidado maior com possíveis manchas. Para evitar isso, deve-se reforçar o traço, limpando-o, em seguida, com um pano macio, de preferência. Caso o artista seja iniciante, poderá usar a tinta a óleo, diluída em solvente, para cobrir as manchas de carvão, ou ainda, um traço feito a lápis, que passou dos limites. Com esse procedimento, não se corre o risco de perder o desenho.

Para começar o trabalho, o primeiro passo é traçar, na tela, as linhas principais do desenho modelo, que pode ser uma foto, por exemplo. Ao fazê-lo, o pintor deve se inclinar no sentido de ser, ao máximo, criativo. Não é preciso reproduzi-lo fielmente, pois estas são características de desenhos técnicos, não artísticos. A fotografia é apenas uma base para o trabalho.

Para este tipo de pintura, é fundamental que o artista tenha o cuidado de estar sempre enquadrando melhor um detalhe, ou mudando-o de lugar, se necessário. Enfim, o artista deve conseguir estabelecer uma ligação entre a criatividade e a técnica.

O artista deve evitar a monotonia, proveniente de detalhes na mesma linha.

O artista deve evitar a monotonia, proveniente de detalhes na mesma linha, e observar bem de onde vem a luz, para marcar as sombras. 

O artista deve evitar a monotonia, proveniente de detalhes na mesma linha, e observar bem de onde vem a luz, para marcar as sombras. Isso é fundamental!

O fato é que de todas as palavras proferidas até aqui, talvez a mais importante seja: imaginação. Significa dizer que o propósito deste trabalho é auxiliar o pintor – iniciante ou não – em suas obras. Entretanto, é o artista que detém o principal: o espírito artístico, que se faz em sua imaginação.

A forma com que se vai pincelar também tem uma grande importância no trabalho de pintura a óleo.

Em uma paisagem, por exemplo, utilizando o mesmo tipo de pincelada, o pintor conseguirá um maior equilíbrio e união para o céu, bem como os detalhes que o cercam.

Para o segundo e terceiro planos da obra, deve-se usar tintas um pouco diluídas. Já no primeiro, o artista deve usar mais empaste, com cores vibrantes e maior contraste entre luz e sombra.

As cores quentes causam o efeito ótico de volume.

É bom lembrar que um objeto pintado com uma cor quente, vibrante, terá mais destaque na composição do que se este for pintado com uma cor fria.

Todo quadro deve ter uma cor dominante. É bom lembrar que um objeto pintado com uma cor quente, vibrante, terá mais destaque na composição do que se este for pintado com uma cor fria.  Isso ocorre porque as cores quentes causam o efeito ótico de volume, enquanto as frias promovem o contrário.

Na sombra, deve-se acrescentar uma cor complementar à que está iluminada. É preciso dar destaque ao ponto mais interessante e eliminar os supérfluos. É necessário que o pintor trabalhe no sentido a dar equilíbrio à sua obra, evitando colocar um objeto de destaque sozinho. Enfim, o artista deve procurar fazer com que o espectador percorra toda a tela com o olhar.

Pintando um arranjo floral, por exemplo, com fundo monocromático, e um jarro sem muitos detalhes, pode-se usar todo o colorido necessário nas folhas e flores, sem o risco de comprometer a harmonia de sua tela. Entretanto, o exagero de contrastes produz efeitos ordinários e de muita dureza.

Entre a luz e a sombra, é preciso uma tonalidade que atenue essa diferença entre as duas cores, desenvolvendo uma cor de transição. Nos pontos luminosos, deve-se evitar muita mistura. A pincelada deve ser única.

Em suma, os artistas devem estar sempre ligados ao mundo artístico, sobretudo, à pintura. Essa conexão com o universo da arte pode ser feita de inúmeras formas, como revistas especializadas, programas de TV, jornais, Internet, entre outros.

Da mesma forma, o artista pode visitar, periodicamente, museus e exposições, onde poderá observar de perto as obras de artistas já experientes. Isso, certamente, será de grande valia para o desenvolvimento do trabalho próprio e da criatividade.

Por Andréa Oliveira.

Aprimore seus conhecimentos, acessando os Cursos CPT, das áreas Arte e Artesanato e Pinturas Especiais, elaborados pelo Centro de Produções Técnicas.

Entre eles, temos:

Curso CPT de Pintura a Óleo sobre Tela

Curso CPT de Pintura em Acrílica

Curso CPT Pintura Especial Decorativa em Metais

Curso CPT Pinturas Decorativas em Madeira

Curso CPT Modelagem em Cerâmica para Peças Decorativas

Curso CPT Como Confeccionar Caixas Artesanais para Presentes

 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!