Adquira 2 ou mais Cursos CPT e ganhe Frete Grátis.

Pacas em cativeiro: o que fazer após a cria?

Em cativeiro, poucas horas depois do nascimento o tratador deve recolher a cria para fazer alguns procedimentos pós-parto, além de evitar possível rejeição da cria pela paca mãe

Pacas em cativeiro: o que fazer após a cria?   Artigos Cursos CPT

 

Em cativeiro, poucas horas depois do nascimento o tratador deve recolher a cria para fazer alguns procedimentos pós-parto. É importante que esse manejo seja rápido, para evitar possível rejeição da cria pela mãe. O primeiro deles é a pesagem, para se avaliar o estado do filhote e iniciar o acompanhamento do ganho de peso; depois, o tratador deve fazer a cura do umbigo, utilizando-se, para isso, uma solução de iodo. Esse cuidado é importante, porque o umbigo é uma porta de entrada para infecções.

"O passo seguinte é a sexagem. Saber o sexo do animal é ponto fundamental no manejo do plantel", afirma Fábio Morais Hosken, professor do Curso a Distância CPT Criação Comercial de Pacas, em Livro+DVD e Curso Online. Também faça um rápido exame do animal, procurando-se algum problema físico que possa ser tratado ou corrigido. Então, o filhote é devolvido a sua mãe. Nessa fase, ele deve ficar com ela o máximo possível e, se necessário, poderá ser amamentado artificialmente com leite de soja (o leite de vaca causa diarreia).

Depois de desmamados, isto é, quando a fêmea passar a não aceitar amamentar mais, o filhote será separado. A partir daí, será criado com outros jovens - grupos homogêneos, em boxes idênticos ao de adultos, ou seja, com piscina e caixa ninho (abrigo). Atingida essa fase, ou constituirão novos módulos reprodutores (grupos sociais), ou formarão lotes para recria visando ao abate ou venda. Esse último grupo será composto dos machos excedentes e fêmeas de descarte.

Outro passo importante é a identificação do filhote ou do animal incorporado ao plantel. As tentativas de identificação por piques na orelha, como se faz em suínos, não funciona nas pacas, pois os cortes se transformam em feridas que, em geral, podem infeccionar; o método mais aconselhado é a marcação por microchip que é inserido com aplicador próprio sobre a pele do animal na base da orelha esquerda. Faz-se a identificação do animal com um leitor próprio mostrando o número de registro do exemplar no plantel.

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos a Distância CPT, em Livros+DVDs e Cursos Online, da área Animais Silvestres.
Por Silvana Teixeira.

Cursos Relacionados

Curso Criação de Capivara Curso Criação de Capivara

Com Prof. Dr. Sérgio Luiz

R$ 338,00 à vista ou em até 10x de R$ 33,80 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Criação Comercial de Paca Curso Criação Comercial de Paca

Com Prof. Fábio Hosken

R$ 338,00 à vista ou em até 10x de R$ 33,80 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Abate e Comercialização de Animais Silvestres Curso Abate e Comercialização de Animais Silvestres

Com Prof. Paulo Bezerra

R$ 338,00 à vista ou em até 10x de R$ 33,80 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Outros artigos relacionados à área Animais Silvestres

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade