WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Criação de pássaros silvestres ajuda na preservação das espécies

Os curiós e os bicudos sempre foram pássaros muito cobiçados, por causa de seus vários predicados

A caça predatória e a destruição do habitat natural são fatores que atuam na diminuição da população desses espécimes.

A caça predatória e a destruição do habitat natural são fatores que atuam na diminuição da população desses espécimes.

Bicudos e curiós são aves de origem silvestre, existentes na América. No Brasil, houve a dizimação dessas espécies em habitat natural, à exceção da Amazônia, onde ainda há curiós em abundância.  São muito dependentes das condições naturais de seu habitat, notadamente o bicudo, da existência de água despoluída, de capim navalha (tiririca), de veredas (pindaívas), de grandes alagados e de toda uma vegetação adequada. Isso tudo é o mínimo necessário ao processo de vida natural desses pássaros.

Por isso, esses bichos nunca foram encontrados por aí, como outras aves que se adaptam com facilidade em qualquer ambiente, mesmo degradado ou modificado, a exemplo do sabiá, canário-da-terra, coleiro, dentre outros.

Os curiós e os bicudos sempre foram pássaros muito cobiçados, por causa de seus vários predicados: fácil adaptação aos ambientes domésticos, muita valentia, disposição para cantar, grandes diferenças individuais, capacidade de repetir e de aprender o melhor e mais bonito canto. Tudo isso os transformou em aves economicamente muito valorizadas.

A caça predatória e a destruição do habitat natural são dois fatores primordiais que atuam de maneira progressiva e irreversível na diminuição da população desses espécimes. Esses fatores sinalizam a real possibilidade de extinção, pois, em liberdade, já não são muito frequentes. A única solução encontrada, hoje em dia, para desacelerar esse processo, foi a criação racional em cativeiro. Especialmente, daquelas espécies de aves que, de alguma maneira, despertam interesse, seja pelo canto, porte ou valentia, como é o caso de curiós e bicudos.

Até a década de 1970, existiam vastas populações em quase todo o território brasileiro, os exemplares mantidos pelos aficionados eram capturados na natureza e ninguém se importava com isso. A partir daquela época, iniciou-se uma crescente conscientização dos amantes desses pássaros para o perigo de extinção. Além do mais, naquele momento, começava a vigorar a Lei 5.197, que tratava da Proteção à Fauna. O impacto estava criado, novo pensamento, novas formas de encarar essa realidade, a situação era gravíssima, não havia saída. Iniciaram-se de forma lenta os trabalhos de reprodução doméstica que, aos poucos, a partir da década de 1980, tomaram impulso para, nos anos 90, alastrar-se para todo o Brasil, e de forma crescente.

Hoje, pode-se dizer que há milhares de criadores que reproduzem o bicudo e o curió de forma a livrá-los da extinção. Separa-se a criação de cunho amadorista, que é controlada pelo IBAMA, por meio do SISPASS, e a outra, a atividade comercial, que produz os pássaros em larga escala para atender a toda a demanda. O que muito ajuda é a longevidade dos pássaros que podem reproduzir por até a idade de trinta anos, especialmente, os machos. As fêmeas de até 20 anos também produzem ou podem tratar de filhotes.

https://cptstatic.s3.amazonaws.com/imagens/enviadas/materias/materia1853/m-curio.jpg

A criação doméstica surge como um recurso simples e viável para não deixar perder esse patrimônio genético.

Em suma, a criação doméstica surge como um recurso simples e viável que os ornitófilos e interessados em geral têm à mão para não deixar perder esse patrimônio genético, e também contribuir com possíveis projetos de repovoamento em áreas indicadas.  

O livro “Criação Comercial de Curiós e Bicudos” elaborado pelo CPT - Centro de Produções Técnicas aborda as técnicas para criação desses pássaros, desenvolvidas pelos principais criadores do país, mostrando detalhes sobre a alimentação em cada fase da criação, técnicas de manejo diário, dos cuidados com a sanidade, sobre as técnicas para reprodução em cativeiro, os cuidados com os filhotes, as instalações corretas, o treinamento de canto para pássaros jovens, entre muitos outros detalhes da criação dessas duas nobres espécies da avifauna brasileira. Nele você receberá informações do Zootecnista Fábio M. Hosken, especialista em criação de animais silvestres e Consultor da FAEMG/SEBRAE – MG e do biólogo Paulo Augusto Ribeiro Machado, especialista e consultor em criação de aves silvestres e exóticas em cativeiro.

Após fazer o curso e ser aprovado na avaliação, o aluno recebe um certificado de conclusão emitido pela UOV – Universidade On-line de Viçosa, filiada mantenedora da ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância.

Ainda são poucos os criadores comerciais de pássaros; portanto, a oferta desses animais registrados também é muito pequena. Porém, como em qualquer criação, o que irá ditar o sucesso de um criador é sua capacidade técnica. Não adianta adquirir excelentes matrizes, se o criador não as mantiver de maneira adequada, seguindo o manejo correto. É nessa perspectiva que o trabalho de criação de passeriformes, com finalidade econômica, está se tornando uma atividade cada vez mais difundida no Brasil.

 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

SALOMÃO JORGE CAMPOS SALLES

4 de set de 2019

Boa tarde, gostaria de saber se você tem Estatuto de Criação de uma Associação de Criadores de Pássaros Silvestres, pois estamos criando uma associação, caso possível façam contato pelo meu e-mail. Obrigado

Resposta do Portal Cursos CPT

5 de set de 2019

Olá Salomão Jorge Campos,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Infelizmente não possuímos um modelo específico de estatuto para a criação de uma Associação de Criadores de Pássaros Silvestres.

Atenciosamente,
Victor Sampaio

Paulo Cesar mognhol

6 de ago de 2017

Gostaria de adquirir passaros para soltar lá nas matas do meu pai.. Quais são os pássaros que vcs teriam??

Resposta do Portal Cursos CPT

7 de ago de 2017

Olá, Paulo.

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. O CPT trabalha com Cursos de capacitação de pessoas que atuam ou desejam atuar em várias áreas, não vendemos outro tipo de produto.

Atenciosamente,

Renato Rodrigues.

Raimundo Silva Amorim

17 de set de 2016

Gostaria de filhotes de aves maiores que se reproduzem no cativeiro

Resposta do Portal Cursos CPT

19 de set de 2016

Olá Raimundo,

Para mais informações nossas consultoras entrarão em contato.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Aline Baggio

7 de out de 2013

Oi tenho pássaros trinca ferro e sou legalizada pelo Ibama mas gostaria de saber tudo sobre essa espécie ate mesmo porque já consegui alguns filhotes e adorei ter eles mas as vezes não consigo uma pessoa para me ajudar quando eles adoecem. Aguardo um retorno ate mesmo algum curso obrigada.

Resposta do Portal Cursos CPT

8 de out de 2013

Olá, Aline!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Para mais informações nossas consultoras entrarão em contato.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

denison

16 de fev de 2013

Oi! Moro também em Manaus. Sou criador amador e logo vou adquirir um casal de curiós para reprodução porque aqui não tem criatório dessas ave. Somente pessoas que tem por hobby. Quero estar legalizado junto do Ibama! Vou fotografar aves da amazônia e mandar pra vocês. Procurei na internet imagens e vi que é muito difícil de encontrar. Até mais!

Resposta do Portal Cursos CPT

18 de fev de 2013

Olá, Denilson!

Agradecemos sua visista e seu comentário em nosso site.

Torcemos para que alcance o sucesso em sua criação.

Ateniosamente,

Natália Parzanini Brum

jackson

30 de dez de 2012

Boa tarde, sou fã da natureza não há algo mais belo que isso e nós fazemos parte dela, infelizmente destruirmos tudo em prol da modernidade e esquecemos do amanhã, por sua vez o Ibama deveria proibir mais essa devastação da natureza uma árvore absorve 28 kg de poluentes, tem que se fazer saber disso e o que as autoridades fazem, nada. Então moro em manaus, seus artigos são ótimos, poderia abranger outros tipos de pássaros como trinca ferro, japiim, azulão, etc. Obrigado.

Resposta do Portal Cursos CPT

31 de dez de 2012

Olá, Jackson!

Ficamos felizes por sua visita e comentário em nosso site.

Não deixe de acessar o site, para mais informações em sua área de interesse.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!