WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Dia do Cliente

Produção de palmito de açaí - clima, solo, colheita e produtividade

O ponto de colheita do palmito é estabelecido com a medição do diâmetro do caule à altura de 1,20 do solo. As plantas devem ser colhidas quando apresentarem, no mínimo, 7 centímetros de diâmetro

Produção de palmito de açaí - clima, solo, colheita e produtividade

 

O açaizeiro (Euterpe oleracea Mart.) é uma palmeira natural da região Norte do Brasil, vegetando espontaneamente nas regiões pantanosas dos estuários dos rios Amazonas e Tocantins e de outros rios da mesma região. Sua dispersão ocorre do baixo Amazonas até as Guianas e Venezuela, constituindo-se no alimento básico das populações ribeirinhas, que tradicionalmente utilizam seus frutos, na produção do  vinho de açaí, bebida altamente energética e nutritiva.

“A partir de 1968, passou-se a dar ao açaí, maior importância econômica, em função do palmito, devido à escassez da Juçara (Euterpe Mart.), palmeira natural das regiões Sul e Sudeste do Brasil”, afirmam os professores Maria das Graças C. P. Costa Silva  e Ismael de Souza Rosa, do Curso Produção de Palmito de Açaí, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

O açaí desenvolve-se em touceiras com numerosos perfilhos, que, quando bem manejados, podem garantir colheitas constantes, sem a eliminação da árvore, pois a touceira se regenera a cada colheita. Porém, a exploração predatória dessa palmeira, compromete tanto a continuidade da espécie, quanto o mercado de palmito, principalmente o mercado externo, que exige um produto de melhor qualidade.

A totalidade dos palmitos encontrados hoje no mercado, são oriundos dessa atividade, e o Brasil, que é o maior produtor, o maior consumidor e o maior exportador mundial de palmito está perdendo competitividade, em virtude da qualidade do palmito produzido.

Por ser uma espécie típica de floresta, o açaizeiro é tolerante à sombra, podendo exercer um papel conservacionista, e ao mesmo tempo gerar receitas, ao oferecer uma série de oportunidades de cultivo, em sistemas capazes de proteger o meio ambiente, como as nascentes dos rios, recuperar áreas desmatadas, repovoar o remanescente da Mata Atlântica, além de possibilitar a maximização do uso do solo, em sistemas de consórcios com inúmeras culturas, como seringueira, cacau e cupuaçu.

Mesmo em sistemas monoculturais, as palmeiras oferecem proteção ao solo, por ser um cultivo altamente adensado, evitando a erosão e lixiviação, principais agentes de degradação do solo.

Portanto, o açaizeiro é uma palmeira altamente ecológica e economicamente rentável, constituindo-se em uma excelente alternativa de diversificação agrícola, como a produção de palmito de açaí.

O clima ideal para o desenvolvimento pleno da cultura

O açaí desenvolve-se naturalmente em regiões sem estação seca definida, mas com um período seco curto ou, às vezes, inexistente, porém sempre quente e com boa quantidade de chuva.

A temperatura nessas regiões caracteriza-se por apresentar elevadas médias térmicas anuais ( 24ºC a 27ºC) e também elevados índices pluviométricos (2.000mm a 2.500mm).

No Sul da Bahia, região de clima tropical úmido, também com temperaturas elevadas e altos índices pluviométricos, o açaizeiro encontrou excelentes condições de desenvolvimento.

Sendo o Brasil, na sua maior parte, um país de clima tropical, o açaizeiro poderá ser cultivado em uma ampla faixa territorial, contanto que a temperatura média não seja inferior a 18ºC e o regime de chuvas seja de 1500 mm anuais. Abaixo desse índice, recomenda-se irrigar o açaizeiro.

Os tipos de solos propícios à cultura

O açaizeiro é encontrado em condições naturais, vegetando em diferentes tipos de solos, desde os de terra firme ( não inundáveis), aos inundáveis (várzeas e igapós). Nas áreas altas não inundáveis, o açaizeiro ocorre em grupos diversos de solo, desde os argilosos, destacando-se os latossolos amarelos, aos arenoargilosos. Estes são geralmente ácidos, com o pH em torno de 4,5 a 5,5.

Na região de origem do açaizeiro, são diferenciados três níveis de terreno, denominados várzea alta, várzea baixa e igapó. Observações realizadas, constataram que o açaizeiro apresenta adensamentos variados nestas diferentes unidades fisiográficas.

Na região sul da Bahia, tem-se observado que nas áreas de baixadas, sujeitas a encharcamentos temporários, ou áreas próximas a rios onde o lençol freático é alto, o açaizeiro tem-se comportado muito bem, com ótimo desenvolvimento e crescimento relativamente rápido, principalmente se plantado a pleno sol.

Portanto, existe uma gama variada de solos, nos quais o açaizeiro pode ser cultivado, evitando-se aqueles muito arenosos e os que se encontram permanentemente alagados.

A colheita do palmito

O ponto de colheita do palmito de açaí é estabelecido com a medição do diâmetro do caule à altura de 1,20 do solo. As plantas devem ser colhidas quando apresentarem, no mínimo, 7 centímetros de diâmetro.

A produtividade da cultura

O rendimento de palmito, tipo tolete, para plantas colhidas com o diâmetro entre 7 e 10 centímetros, será em torno de 200 gramas. Tal rendimento, nas condições do Sul da Bahia, foi obtido em açaizeiros com 5 anos de idade, cultivados em latossolo vermelho amarelado, mantidos, a pleno sol, a partir do segundo ano.

Retardar a colheita do palmito de açaí significa reduzir o crescimento dos perfilhos, afetando a produtividade da área.

Aprimore seus conhecimentos, acessando os Cursos CPT, da área Agroindústria.

Por Andréa Oliveira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Mari

15 de jun de 2019

Olá, Estamos iniciando o cultivo de 8ha de açaí tipo BrPara. Gostaria de manual de manejo para implantação da cultura em meio a remanescente de Mata Atlântica, a propriedade fica na área da Costa do Dendê litoral da Bahia. Já implantamos 2ha mas com a área toda arada e gradeada sem nenhuma vegetação que foi retirada por trator para plantar banana e açaí. Mas quero plantar os demais 6ha em sistema de agrofloresta. Sendo que a floresta existe e é densa. Obrigada Mari

Resposta do Portal Cursos CPT

18 de jun de 2019

Olá Mari,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Como a vegetação da área onde deseja implantar os 6ha, trata-se de Floresta de Mata Atlântica, e é bastante adensada, primeiramente você deverá procurar o órgão ambiental, para se certificar da possibilidade de utilização da área.

Atenciosamente,
Victor Sampaio

Carlos Eduardo luiz

14 de nov de 2018

SRS.eu.preciso.de.dicas.simples.para.o.prantio.do.palmito.de.acai.na.minha.residencia.uma.so.muda

Resposta do Portal Cursos CPT

14 de nov de 2018

Olá Carlos.

Agradecemos a visita e comentário em nosso site.

Para mais informações, cadastramos seu e-mail para receber nosso boletim informativo.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

Geraldo José do Carmo

17 de mar de 2017

Ola pessoal do CPT Cursos. Li a matéria sobre o tema do açaizeiro, e gostei. Parabéns pela redação bem feita, didática e explicativa

Resposta do Portal Cursos CPT

20 de mar de 2017

Olá Geraldo,

Agradecemos que tenha gostado do nosso conteúdo.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Reginaldo Luiz Dias

20 de nov de 2016

Estou produzindo mudas para reflorestar algumas nascentes, estou pensando em plantar algumas mudas de açaí tenho duvidas se vão se adaptar a região, o local é bastante úmido, área de brejo, onde encontro sementes para o plantio, qual o tempo para germinarem Certo de vossa atenção aguardo respostas

Resposta do Portal Cursos CPT

21 de nov de 2016

Olá Reginaldo,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Para mais informações cadastramos seu e-mail para receber nosso boletim informativo.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!