Como cultivar brotos de feijão Moyashi

O cultivo dos brotos de feijão visa à produção de plantinhas que ainda não desenvolveram as suas folhas, já que a parte nobre da planta é o hipocólito, ou seja, o caule do embrião

Como cultivar brotos de feijão Moyashi

 

Brotos de feijão são comumente chamados pelos japoneses de Moyashi, assim como os demais brotos. Preferencialmente, eles devem ser consumidos frescos para que não percam sua característica crocante e tenra. Mesmo quando fervido ou frito, isso deve ser feito rapidamente, pois caso contrário, o Moyashi perderá a sua crocância. Por tradição, as extremidades do broto são extraídas, já que com este aspecto são bem mais aceitos no mercado. O cultivo dos brotos de feijão Moyashi visa à produção de plantinhas que ainda não desenvolveram as suas folhas, já que a parte nobre da planta é o hipocólito, ou seja, o caule do embrião.

“Como padrão comercial, o hipocólito do feijão Moyashi deve ser longo, com mais de 5 cm; espesso com mais de 2 mm; de coloração amarelo clara e consistência firme. As diminutas folhas devem apresentar entre 0,5 a 1,0 cm de tamanho”, afirmam os professores Rogério Faria Vieira e Ademir Maçanori Honda, do Curso Produção de Brotos Comestíveis, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.
 
Qualidade das sementes

Inúmeras devem ser as qualidades da semente de Moyashi. É imprescindível que o lote de sementes tenha alta pureza física, ou seja, poucas impurezas, como restos de outras partes da planta. Além disso, as sementes devem apresentar umidade em torno de 9 a 12%. Outro fator importante é que as sementes presentem uniformidade na cor e no tamanho. Da mesma forma, a semente de Moyashi deve estar apta a gerar uma plantinha perfeita e vigorosa, para que seja bem aceita no mercado consumidor.

Variedade

Ouro Verde MG 2 (sementes verdes brilhantes, pesando de 4,3 a 5,1 g/100 unidades). Essa variedade foi lançada em outubro de 2000. Além de produtiva, uma de suas principais qualidades é a resistência ao acamamento, ou seja, as plantas não tombam na época de colheita. Depois de emergidas, as plantinhas demoram 30-33 dias para iniciar o florescimento e, cerca de 20 dias depois, aparecem as primeiras vagens maduras. Suas vagens têm cerca de 7,5 cm de comprimento e 5,2 mm de largura.

Ciclo de vida

Desde o plantio até a colheita, o feijão Moyashi leva de 60 a 85 dias, dependendo da época de plantio. Na época mais quente, o ciclo de vida é menor.

Época de plantio

Essa espécie adapta-se melhor às altas temperaturas do verão. Portanto, no Sul, Sudeste e Centro-Oeste, ela pode ser plantada entre agosto e março. Em regiões de inverno frio, deve-se evitar os meses de março e de agosto. Em razão de a qualidade das sementes ser muito importante, recomenda-se que o plantio seja planejado para que a colheita seja feita em período de chuvas escassas. Dessa forma, além de produzir sementes de qualidade, a maturação das plantas é mais uniforme, facilitando a colheita.

Tratos culturais

A cultura deve permanecer livre da competição das plantas daninhas até 30 dias após o aparecimento das plantinhas. Em período de chuvas escassas, é recomendável a irrigação semanal do feijão Moyashi.

Altura das plantas

Quando a correção do solo e a adubação são adequadas, e não há restrição de água para o feijão Moyashi, as plantas podem atingir quase 1 m de altura.

Colheita

A colheita do feijão Moyashi pode ser feita de duas maneiras: pela coleta das vagens, à medida que um bom número delas amadurece ou pelo corte das plantas, quando a maioria das vagens encontram-se maduras. No primeiro caso, o rendimento é maior e a qualidade das sementes é melhor, mas demanda muita mão de obra. No caso da colheita manual, recomenda-se cortar os brotos a, aproximadamente, 20 cm do solo. O arranque das plantas não é recomendado, visto que a terra aderida às raízes provoca transtorno no beneficiamento das sementes. Em razão de as vagens secas abrirem-se com facilidade, recomenda-se que a colheita seja feita pela manhã, nas horas mais frescas.

Produtividade

Quando plantado nas épocas recomendadas e havendo bom controle do mato, a produtividade do Moyashi depende da fertilidade do solo e da disponibilidade de água para as plantas. Quando se usa irrigação e a nutrição das plantas é adequada, pode-se alcançar 2.000 kg/ha de sementes secas.

Aprimore seus conhecimentos, acessando os Cursos CPT, da área Agroindústria.

Por Andréa Oliveira.

Cursos Relacionados

Curso Cachaça - Produção Artesanal de Qualidade Curso Cachaça - Produção Artesanal de Qualidade

Com Prof. Dr. José Benício Paes Chaves

R$ 520,00 à vista ou em até 12x de R$ 43,33 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Processamento Mínimo de Frutos e Hortaliças Curso Processamento Mínimo de Frutos e Hortaliças

Com Prof.ª Dr.ª Maria Isabel Chitarra

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção de Tomate Seco em Conserva e Shiitake Desidratado Curso Produção de Tomate Seco em Conserva e Shiitake Desidratado

Com Prof. Dr. Paulo Stringheta e Prof. Pedro Meloni

R$ 460,00 à vista ou em até 12x de R$ 38,33 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção de Brotos Comestíveis Curso Produção de Brotos Comestíveis

Com Prof. Dr. Rogério Vieira

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Cultivo de Mandioca Curso Cultivo de Mandioca

Com Prof.ª Dr.ª Marney Pascoli Cereda

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção e Processamento de Pimenta Curso Produção e Processamento de Pimenta

Com Prof.ª Roseane Mendonça de Figueiredo

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Outros artigos relacionados à área Agroindústria

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade