Você conhece os Cardamomos? Já ouviu falar de seu óleo?

Cardamomos são frutos ou sementes secos, de sabor pungente e aroma acentuado, semelhante ao do limão, constituindo uma das especiarias mais caras no mercado internacional

Você conhece os Cardamomos? Já ouviu falar de seu óleo?   Artigos Cursos CPT

 

Cardamomos são frutos ou sementes secos produzidos por algumas plantas dos gêneros Elletaria, Aframomum e Amomum. Essas plantas apresentam, normalmente, sabor pungente e aroma acentuado, semelhante ao do limão, constituindo uma das especiarias mais caras no mercado internacional. As Elletaria e Amommun são de origem asiática, e a Aframomum de origem africana. "As Elletaria cardomomum (L.) são consideradas fornecedoras de produtos de melhor qualidade e maior valor comercial, sendo chamadas de cardomomo verdadeiro ou de Malabar", afirma Dr. Antônio Lelis Pinheiro, professor do Curso a Distância CPT Produção de Óleos Essenciais, em Livro+DVD e Curso Online.

O cardomomo verdadeiro é originário das florestas úmidas da região indiana e oeste dos Gates a uma altitude de 700 a 1.500 m. A Ellettaria é uma erva rizomatosa, robusta e vivaz. Seu rizoma é ramificado, revestido de folhas escamiformes, bem desenvolvidas e bem-adaptadas ao rizoma, de coloração branco-rosada. Desse rizoma, saem raízes cilíndricas, brancas ou branco-rosadas. Suas folhas têm coloração verde-clara, sendo mais clara na parte inferior.

Os cardomomos verdadeiros são divididos em duas variedades e algumas raças. As variedades: major Thw e a Var. Minor. Esta última é ainda dividida nas raças Malabar e Mysore. A variedade major Thw apresenta porte elevado, entretanto, tanto os frutos como as sementes são relativamente pouco aromáticos, uma característica de menor valor comercial. A variedade Minor apresenta a maior parte dos cardomomos procurados no mercado internacional. Apresenta porte mais reduzido, panículas de maiores dimensões e cada uma delas contém um maior número de flores. Seus frutos são amarelos ou amarelados quando maduros e secos. Seus frutos e sementes são mais aromáticos que a major, tendo, assim, um maior valor comercial.

Raça Malabar é planta de pequeno porte, raramente excedendo 3 m. Seus frutos são pequenos, subglobosos, arrendondados, ou ovóides, com estrias. A partir dessa raça que se obtém o cardomomo de Malabar-Ceilão. A raça Mysore é mais robusta, ultrapassando, com muita frequência, os 3 m, com folhas maiores e mais espessas. Seus frutos são fusiformes e costados. Suas plantas são adaptadas a regiões de baixas e altas altitudes.

A exploração de cardomomo pode ser feita em zonas de altitude média, moderadamente protegido do sol, e protegido do vento, ao qual é sensível. Necessita de temperatura entre 10°C a 35°C, com grande disponibilidade de água. Seu cultivo deve ser feito em solo de boa drenagem, para não apodrecer o rizoma. Deve ser cultivado na sombra. Sua propagação é feita através da divisão do rizoma. As sementes têm capacidade germinativa muito baixa. Uma planta pode dar origem a diversas propagações, devendo cada parte ser colocada em sacos cheios de uma mistura de terra e areia ou cascalho fino, que devem ser regadas. As plantas são colocadas à distância de 1,5 a 3 m e protegidas da ação direta do sol. O cardomomo Malabar resiste mais do que a Mysore à ação direta do sol. Nos cuidados culturais, devem-se realizar as capinas, eliminar os rebentos e escapos florais após a frutificação.

Óleo essencial


A comercialização do óleo de Cardamomos é, geralmente, de frutos bem desenvolvidos e secos. Entretanto, são os green cardomoms que são utilizados na extração do óleo essencial. Os green cardomoms são frutos colhidos, ainda com a cor verde, e lavados e secados em secadores mecânicos, que fixam a cor verde. Os cardomomos são classificados pelo seu tamanho, dividindo em:
- Bold;
- Medium bold;
- Médium; e
- Small.

O óleo essencial é obtido pelo arraste por corrente de vapor de frutos moídos. Seu rendimento e características dependem da matéria-prima utilizada. Apresenta-se como um líquido incolor ou amarelo-claro, que escurece em contato com a luz. Os componentes químicos contidos no óleo são o terpineol, cineol, limoneno, sabineno e terpineno.

O óleo essencial extraído é utilizado em perfumaria e em licores, como antisséptico, antiespasmódico, estimulante do apetite, afrodisíaco, carminativo, diurético, sialagogo, estimulante do estômago e tônico geral. Em algumas localidades, é utilizado em tinturas. Pode ser misturado com coentro, olíbano, gálbano, gerânio, junípero, limão, murta, pinho, pau-rosa e verbena.

Quer saber mais sobre o Curso CPT? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos a Distância CPT, em Livros+DVDs e Cursos Online, da área Biocombustíveis.
Por Silvana Teixeira.

 

 

Cursos Relacionados

Curso Cultivo e Processamento de Girassol Curso Cultivo e Processamento de Girassol

Com Prof.ª Dr.ª Maria Regina Gonçalves Ungaro

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção de Óleos Essenciais Curso Produção de Óleos Essenciais

Com Prof. Dr. Antônio Lelis Pinheiro

R$ 428,00 à vista ou em até 12x de R$ 35,67 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção de Óleo Vegetal Comestível e Biocombustível Curso Produção de Óleo Vegetal Comestível e Biocombustível

Com Prof. Edson Perez Guerra e Prof. Werner Fuchs

R$ 425,00 à vista ou em até 12x de R$ 35,42 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Outros artigos relacionados à área Biocombustíveis

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade