WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Torne realidade o sonho de viver do que você ama! 20% OFF nos cursos online + 5% OFF pagando no cartão

Cana-de-açúcar, fonte de aguardente

A cachaça é a segunda bebida alcoólica mais consumida no Brasil

A colheita da cana, sem fazer a queima prévia do canavial, deve ser realizada quando ela estiver madura.

A colheita da cana, sem fazer a queima prévia do canavial, deve ser realizada quando ela estiver madura.

Produzida em todo o país, a cachaça é a segunda bebida mais consumida no Brasil, atrás apenas da cerveja. A produção alcança cerca de 1,3 bilhões de litros, movimenta perto de 1 bilhão de reais e gera, direta e indiretamente, mais de 400.000 empregos. São Paulo é o principal estado brasileiro produtor, prevalecendo a produção de cachaça industrial, enquanto, em Minas Gerais, segundo produtor, prevalece a produção de cachaça artesanal.

De acordo com o SEBRAE-MG, Minas Gerais tem cerca de 8.500 alambiques, que enfrentam os mais diferentes problemas, destacando-se a baixa produtividade agrícola dos canaviais destinados à produção de cachaça. Com um mínimo de tecnologia, é possível aumentar consideravelmente o rendimento agrícola.

É importante, por exemplo, fazer um preparo do solo o mais profundo quanto possível (mínimo de 20 cm), realizar a análise de solo para uma adequada calagem e adubação. Os sulcos devem ser profundos (20 a 30 cm) para haver um maior enraizamento, proporcionando maior resistência dos colmos ao acamamento e à seca.

No momento de plantio, deve-se distribuir as mudas nos sulcos de maneira a se ter, no mínimo, uma densidade de 12 gemas por metro linear. Antes da cobertura das mudas com terra (10 cm no máximo), seccionar os colmos em toletes de duas a três gemas. As mudas devem ser originárias de viveiros. Na impossibilidade disso ocorrer, as mudas devem ser retiradas de canaviais de primeiro corte, aparentemente sadios, bem vigorosos, com idade de 12 meses.

Atenção especial deve ser dada ao controle de plantas daninhas, procurando-se manter o canavial limpo, principalmente nos primeiros 100 dias após o plantio e nos primeiros 60 dias após o corte da cana-de-açúcar. Nessas fases, é importante o controle de formigas e a escolha de uma boa variedade para plantio. Se o alambique for trabalhar durante toda a época de safra, o produtor deve plantar pelo menos uma variedade de maturação precoce, uma de maturação média e uma de maturação tardia, para ter sempre cana de boa qualidade para moer e produzir cachaça.

A colheita da cana, sem fazer a queima prévia do canavial, deve ser realizada quando ela estiver madura, cortando-se os colmos bem rente ao nível do solo, não deixando tocos. O desponte também deve ser realizado, pois, além de pobre em açúcar, a presença de pontas pode provocar embuchamento de moendas. O intervalo entre corte e moagem dos colmos não deve ultrapassar 48 horas.

Informações mais detalhadas poderão ser encontradas no curso Cultivo de Cana-de-Açúcar para Produção de Cachaça, produzido pelo  CPT - Centro de Produções Técnicas - em convênio com a UFLA. A coordenação Técnica deste trabalho ficou a cargo do Engenheiro Agrônomo Luiz Antônio de Bastos Andrade, professor e pesquisador do Departamento de Agricultura da Universidade Federal de Lavras.

Após fazer o curso e ser aprovado na avaliação, o aluno recebe um certificado de conclusão emitido pela UOV – Universidade On Line de Viçosa, filiada à ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância.

Engº Agrônomo Luiz Antônio de Bastos Andrade
professor e pesquisador da
Universidade Federal de Lavras

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!