WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Fale com uma Especialista
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Vantagens e formas de uso do Azospirillum na lavoura

O uso do Azospirillum, gênero de Bactérias Promotoras de Crescimento de Plantas, aumenta a produtividade da lavoura

Vantagens e formas de uso do Azospirillum na lavoura

Os avanços na agricultura nos surpreendem cada vez mais. É o caso do Azospirillum, gênero de Bactérias Promotoras de Crescimento de Plantas, que são naturalmente encontradas no solo. As BPCP abrangem um grupo de microrganismos benéficos, que promovem o crescimento de leguminosas, como soja, feijão e amendoim, e gramíneas, como milho, sorgo e trigo.

Dentre suas principais funções, estão a fixação biológica do nitrogênio e a síntese de hormônios. Como resultado, a produtividade da lavoura aumenta de forma significativa, além de outras vantagens.

Vantagens do Azospirillum


->Otimiza a absorção de água e minerais pelas plantas;
->Aumenta o teor de clorofila nas folhas (plantas mais saudáveis);
->Aumenta o teor de prolina na parte aérea e raízes (plantas mais altas);
->Torna as plantas mais tolerantes a patógenos;
->Torna as plantas mais tolerantes à salinidade;
->Torna as plantas mais tolerantes à seca;
->Promove a fixação biológica do nitrogênio (plantas mais nutridas);
->Estimula a produção de pigmentos fotossintéticos (plantas mais verdes);
->Produz fitohormônios estimuladores do crescimento das raízes das plantas.

Formas de uso do Azospirillum


Pulverização no sulco de plantio

Graças a máquinas especializadas, é possível realizar a pulverização com Azospirillum diretamente no sulco de plantio. Entretanto, para maior eficiência da aplicação, deve-se usar o inoculante líquido. Com isso, é possível fazer a semeadura no sulco até mesmo em grandes áreas de cultivo.

Inoculação no sulco da semeadura

A ANPII – Associação Nacional dos Produtores e Importadores de Inoculantes, recomenda a aplicação de inoculantes no sulco da semeadura, pois potencializa a fixação de nitrogênio. Sem falar na redução dos impactos negativos dos fungicidas e demais produtos utilizados no tratamento das sementes.

Inoculação das sementes

O uso de inoculantes em sementes foi o primeiro mecanismo a ser utilizado. A aplicação pode ser realizada na forma líquida ou turfosa. Vale destacar que nem todas as plantas respondem bem a essa aplicação. O ideal é que ela seja realizada em milho e determinadas leguminosas. Para maiores detalhes, basta consultar um engenheiro agrônomo.

Cuidados ao usar Azospirillum


->As sementes a serem inoculadas devem ser certificadas para melhores resultados;
->Para maior eficiência da inoculação, consulte um engenheiro agrônomo e siga as instruções do fabricante;
->Somente inoculantes dentro do prazo de validade devem ser utilizados;
->Os inoculantes nunca devem ser expostos ao sol nem a altas temperaturas;
->A inoculação com Azospirillum deve ocorrer antes da semeadura.

Conheça os Cursos CPT da Área Agricultura:

Produção de Milho em Pequenas Propriedades

Produção de Milhos Especiais

Produção de Amendoim de Qualidade

Fonte: Tecnologia no Campo

Por Andréa Oliveira

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis E-book Produção de Milhos Especiais - Milho Verde e Milho-Pipoca

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!