Produção de Amendoim - pragas que atacam o amendoinzal

Considerando-se a frequência com que ocorrem e prejudicam a cultura, as principais pragas encontradas no amendoim, são o trips e a lagarta do pescoço vermelho

Produção de Amendoim - pragas que atacam o amendoinzal

 

Considerando-se a frequência com que ocorrem e prejudicam a cultura, as principais pragas encontradas no amendoim, são o trips e a lagarta do pescoço vermelho. Cigarrinhas e outras lagartas podem ocorrer, com frequência e, também, danos variáveis. Mais esporadicamente, podem ocorrer ácaros, percevejos, cupins e cochonilhas. As características das principais pragas são apresentadas a seguir:

1. Trips (Enneotripes flavens, Caliothripes brasiliens, Frankliniella fusca)


Das espécies de trips, o Enneotripes flavens é praga-chave no amendoim cultivado em São Paulo e outros estados vizinhos. O inseto adulto e ninfas raspam e sugam as células epidérmicas da face ventral do folíolo, que apresenta estrias prateadas ou amarelas, sete dias após a abertura. O trips tem multiplicação rápida, atingindo a fase adulta duas semanas após a postura do ovo, em condições favoráveis de clima. Clima quente e seco favorece sua disseminação, enquanto chuvas pesadas contribuem para o seu controle. Plantas de amendoim que surgem no terreno antes da instalação da cultura constituem fontes de infestação de trips.

2. Cigarrinha (Empoasca sp)

As cigarrinhas são insetos pequenos, de cor verde-amarelada na forma jovem e verde-pálida quando adultos. Se alimentam sugando a seiva das plantas. As formas jovens localizam-se na página inferior do folíolo. São apanhadas mais facilmente que os adultos porque não voam. Molestadas, têm a característica de se deslocar lateralmente. Plantas atacadas por cigarrinha apresentam grandes manchas amareladas nos folíolos, que, com o passar do tempo, evoluem para uma necrose. As manchas amarelas e a necrose, que, geralmente, aparecem próximo ao ápice dos folíolos, são atribuídas à saliva tóxica da cigarrinha. A duração do ciclo evolutivo, do ovo ao inseto adulto, é de, aproximadamente, três semanas, em condições normais de clima.

3. Lagartas

Entre as lagartas que atacam a cultura do amendoim, destacam-se a lagarta-elasmo, a lagarta-rosca, a lagarta-do-pescoço-vermelho, a lagarta-da-soja, a lagarta-dos-milharais, o curuquerê-do-arroz e a lagarta-da-teia. São apresentadas, a seguir, com mais detalhes, as características da lagarta-do-pescoço-vermelho e da lagarta-da-teia, encontradas em amendoim. As outras lagartas, aqui apresentadas, são comuns a outras culturas.

- Lagarta-do-pescoço-vermelho (Stegasta bosquella)

Este inseto é bastante disseminado no Estado de São Paulo e constitui-se na segunda praga de maior importância nessa região. Também chamada lagarta-dos-ponteiros, é de tamanho muito pequeno e ataca de preferência os brotos de amendoim, perfurando-os e afetando o desenvolvimento da planta. A lagarta, em seu desenvolvimento máximo, é pequena, medindo pouco mais de 6 mm de comprimento; seu corpo é branco-esverdeado, rosado no dorso. A cabeça é preta, e os dois primeiros segmentos do corpo são vermelhos. Com uma lente, vê-se que o primeiro segmento tem uma placa preta do lado dorsal, subdividida ao meio por uma linha longitudinal vermelha. Podem ser observadas também patas com placas escuras e falsas patas brancas. A mariposa mede de 6 a 7 mm de comprimento, incluindo as asas. O corpo é cinza-prateado, e, no dorso das asas, existe um desenho característico, formado de manchas amarelo-douradas e branco-prateadas.

- Lagarta-da-teia (Stylopalpia costalimai)


Essa praga só é relatada em amendoim. Sua presença na lavoura é detectada pelas teias formadas entre as hastes de amendoim, pelo grande número de lagartas em uma só planta, no geral, com toda a folhagem devorada, e pelos abrigos e casulos construídos, logo abaixo da superfície do solo. Ataques intensos formam um verdadeiro emaranhado de teias, ao longo das fileiras de amendoim, e as plantas ficam, praticamente, sem folhas. As lagartas, ao nascerem, medem l,5 cm, têm coloração esverdeada ou alaranjada-clara, exceto a cabeça, e primeiro segmento torácico, de cor castanha. Em seu máximo desenvolvimento, medem cerca de 2 cm de comprimento. A cabeça e o primeiro segmento torácico apresentam-se com coloração castanha, variando até a quase negra. O corpo varia de verde-claro até cinza-escuro e apresenta 14 listras em todo o comprimento da largura. Essas listras são, ora acentuadas, ora esmaecidas, distribuindo-se até a parte ventral, com diversas larguras e tonalidades, que variam desde o castanho-intenso até o rosa-claro. As lagartas são muito ativas, alimentam-se das partes mais tenras das plantas, e dependuram-se em um fio de teia, quando molestadas. À medida que se alimentam, descem pela planta até ao solo e constroem abrigos individuais de teia, terra e detritos vegetais, de onde saem para alimentar-se. Os adultos são mariposas de antenas filiformes. As asas anteriores são de coloração acinzentada, revestidas de escamas brancas, salpicadas por toda a superfície com escamas cinza, pretas e castanhas, que dão lugar a manchas características em algumas zonas. As asas posteriores são hialinas, quase transparentes, de tom creme-pálido, com partes castanho-escuras. As mariposas fazem a postura dos ovos nas folhas, brácteas e caneluras existentes nos pecíolos e nas partes superiores das hastes de amendoim.

- Lagarta-elasmo (Elasmopalpus lignosellus)

Lagarta pequena, de aproximadamente 1,5 cm de comprimento, quando desenvolvida, de coloração cinza ou da cor do solo em que vive, com cabeça pequena marrom-escura. O adulto é uma mariposa de aproximadamente 2 cm de envergadura. As lagartas escondem-se em abrigos subterrâneos que constroem, de onde saem para atacar as plantas, na altura do seu coleto, e abrir galerias no interior dos caules, em direção ao ápice das plantas. É característica a reação violenta da lagarta ao ser molestada. Em lavoura nova, o ataque da lagarta-elasmo é notado pela presença de plantas de pequeno porte, completamente secas.

- Lagarta-rosca (Agrotis ipsilon)

A lagarta-rosca é uma lagarta grande, medindo de 4 a 5 cm em seu desenvolvimento máximo, de corpo robusto, cilíndrico e liso, e de cor cinza com tonalidade variável. Tem como característica se enrolar, quando molestada. Vive no interior do solo. À noite vem à superfície e corta o caule das plantas novas. O adulto é uma mariposa com aproximadamente 4,5 cm de envergadura.

- Lagarta-da-soja (Anticarsia gemmatalis)

Lagarta com comprimento ao redor de 3 cm, no seu último estádio de desenvolvimento; de cor verde-clara ou verde-escura, com três estrias ao longo de toda a parte dorsal do corpo. O último par de patas é facilmente visto no segmento terminal do corpo. São lagartas ativas e ágeis, que podem desfolhar, completamente, a lavoura quando atingem grandes infestações, em estádio avançado de desenvolvimento. O adulto é uma mariposa com envergadura ao redor de 4 cm. Em repouso, as asas cobrem o corpo, notando-se uma nítida linha que divide as asas ao meio no sentido transversal.

- Lagarta-dos-milharais (Spodoptera frugiperda)


A lagarta-dos-milharais, também conhecida por lagarta-militar, atinge 5 cm de comprimento. Apresenta três finas estrias branco-amareladas dorsais, no sentido do comprimento do corpo, e uma estria escura mais larga em cada lado do corpo. Tem, como característica, o desenho de um "y" invertido, na parte frontal da cabeça. A lagarta dos milharais alimenta-se de folhas e hastes do amendoim, podendo devastar a lavoura, quando o ataque é intenso. Outras espécies de Spodoptera, também podem ser encontradas em lavouras de amendoim.

4. Curuquerê-do-arroz (Mocis latipes)


Lagarta do tipo mede-palmo, com comprimento máximo de 4 cm, cabeça globosa e estrias amarelas ao longo do dorso. Alimenta-se das folhas, podendo causar grandes prejuízos.

Conheça os Cursos CPT, da área Agricultura, elaborados pelo Centro de Produções Técnicas. Entre os Cursos, destacam-se:

Curso CPT Produção de Amendoim de Qualidade

Curso CPT Análise de Solo e Recomendações de Calagem e Adubação

Curso CPT Controle de Formigas Cortadeiras

Curso CPT Controle de Cupins em Áreas Agrícolas, Pastagens e Construções Rurais

Por Silvana Teixeira

Produção de Amendoim - pragas que atacam o amendoinzal

 

Cursos Relacionados

Curso Aplicação Econômica de Adubos Curso Aplicação Econômica de Adubos

Com Prof. Dr. Júlio César Neves

R$ 480,00 à vista ou em até 12x de R$ 40,00 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Análise de Solo e Recomendação de Calagem e Adubação Curso Análise de Solo e Recomendação de Calagem e Adubação

Com Prof. Eurípedes Malavolta, Prof. Dr. Godofredo C...

R$ 468,00 à vista ou em até 12x de R$ 39,00 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Cultivo de Seringueira para Produção de Borracha Natural Curso Cultivo de Seringueira para Produção de Borracha Natural

Com Prof. Dr. Adonias de Castro

R$ 480,00 à vista ou em até 12x de R$ 40,00 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Cultivo e Uso  do Nim Curso Cultivo e Uso do Nim

Com Prof. Dr. Edmilson José Ambrosano e Prof. Dr. Niv...

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção de Milho em Pequenas Propriedades Curso Produção de Milho em Pequenas Propriedades

Com Prof. Dr. Glauco Vieira e Prof. Dr. João Carlos C...

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção de Amendoim de Qualidade Curso Produção de Amendoim de Qualidade

Com Prof. Dr. Ignácio José

R$ 438,00 à vista ou em até 12x de R$ 36,50 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Outros artigos relacionados à área Agricultura

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade