WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Gergelim combate o ataque de formigas cortadeiras? Sim!

O gergelim contém uma substância chamada sesamina, que é fungicida, e ataca o fungo cultivado pelas formigas e também as formigas

Gergelim controla o ataque de formigas cortadeiras? Sim!   Artigos Cursos CPT

 

O cultivo de plantas tóxicas atrativas tem sido bastante pesquisado, com resultados satisfatórios. Uma das plantas mais eficientes é o gergelim (Sesamum indicum), que atrai formigas Atta e Acromyrmex.

“O gergelim contém uma substância chamada sesamina, que é fungicida e ataca o fungo cultivado pelas formigas e também as formigas”, afirma Guilherme Barcellos Gjorup, professor do Curso a Distância CPT Controle de Formigas Cortadeiras, em Livro+DVD e Curso Online. Para o controle, deve-se plantar uma faixa na beira da lavoura, podendo-se colocar aleias no interior também.
1 – As formigas morrem por ingestão da seiva (compostos tóxicos);
2 – Ou por ingestão do fungo contaminado.
Efeitos: regressão no tamanho das esponjas do fungo, no número de formigas, aumento na umidade das câmaras, mudança de comportamento das operárias.

Geralmente, as formigas só carregam folhas inofensivas ao formigueiro, mas o gergelim é uma exceção, pois é uma folha muito procurada pelas saúvas; no entanto, ele mata o fungo que é o alimento das formigas e também as próprias formigas, ao consumirem a seiva.

Segundo a FAPESP, o isolamento de um alcaloide tóxico e de gosto amargo, encontrado nas folhas da mamona, que possui atividade formicida (mata as formigas) e, quando associado à sesamina (encontrado no gergelim), fungicida (destrói o fungo), é muito eficiente no controle da formiga cortadeira.

O estudo com o gergelim é o mais antigo. Ele foi identificado como tóxico para sauveiros antes mesmo da chegada dos formicidas. Mesmo sendo tóxicas, suas folhas são muito procuradas pelas formigas saúvas. Observou-se que, quando a formiga levava folhas de gergelim para o interior do formigueiro, ele definhava. A partir daí, os pesquisadores começaram a supor que a planta tivesse alguma substância tóxica, que agia sobre as formigas, sobre o fungo ou sobre ambos.

Plantas como a leucena, mandioca e a cana-de-açúcar devem ser plantadas junto com a cultura principal, em bordadura, aleias ou consorciadas, pois estas atraem as formigas, impedindo que causem danos à cultura principal.

Pode ser utilizado um mix dessas plantas. O uso conjunto, principalmente de gergelim com mamona tem-se mostrado mais eficiente que o cultivo de somente uma delas.

Aprimore seus conhecimentos sobre o assunto. Leia a(s) matéria(s) a seguir:


Entenda a organização social das formigas cortadeiras
Qual tipo de formiga causa mais danos à agropecuária? As Saúvas Atta!

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos a Distância CPT, em Livros+DVDs e Cursos Online, da área Agricultura
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!